A Discovey of Witches - Série

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Mateí,
Parece que não posto há um ano aqui, mas foi por um bom motivo. Agora vamos tentar voltar como for possível. E nessa volta quero falar de uma série, que foi adaptada de um livro. Não está passando aqui ainda, mas felizmente consegui ver.

A Discovery of Witches, aqui A descoberta das Bruxas, é um livro da trilogia "All Souls", da autora americana Deborah Harkness. O primeiro livro foi publicado em 2011, pela Editora Rocco. Com produção da própria autora, o livro foi adaptado este ano para uma série de TV. Ainda não chegou aqui, mas como a internet nos permite, consegui assisti-la . E como ficou?


A "felicidade" de quase todo leitor é ver o livro que ama, adaptado para um filme, série, o que seja.
Adaptado, mas bem adaptado. O bem adaptado seria o livro inteiro? Mais de 500 páginas? Materializadas diante de nossos olhos. Porque o leitor idealiza os personagens, criam "avatares", e estes precisam caber na visão que nós leitores temos daqueles personagens. Particularmente eu gostei demais dessa trilogia, pois a história não é aquela de lugar comum.  A trilogia "All Souls" misturou romance, ciência e história,  transformando-as em ficção para contar uma narrativa crível. Os três livros da série são muito bem escritos, porém não são para o gosto de qualquer leitor, já que o mote além de fantasia com vampiros, bruxas e demônios convivendo com humanos sem que estes se deem conta deles envolve também as questões da origem da vida, da evolução dos seres,  o que fez com que alguns não curtisse os livros por aqui.

Mas eis que a autora conseguiu realizar o sonho de levar os livros à tela, e foi assim que em 14 de setembro deste ano a série com 8 episódios, baseada no primeiro livro que dá nome a série estreou na Inglaterra, e em alguns outros países da Europa. Tive que reler o livro para acompanhar melhor a proposta da produção da série. Já está acabando, na próxima sexta-feira 02/11 termina. Creio que a quantidade reduzida de episódios dar-se por conta do alto custo de produção. A série tem locações belíssimas, um elenco relativamente conhecido, pois traz Teresa Palmer ( Meu namorado é um zumbi) como  a Dra. Diana Bishop, uma historiadora que nega sua condição de bruxa e Matthew Goode ( Downton Abbey), um charmoso vampiro de 1500 anos, o geneticista Professor Matthew Clairmont.

Como leitora posso atestar que foi feito um bom trabalho de adaptação. A produção da série optou  por trazer, - para quem já leu o livro - uma espécie de background da história, pois enquanto Diana e Matthew se reconhecem como casal, muitos outras questões estão ocorrendo em torno deles. Então para quem leu o livro é possível dizer que assistiu a uma outra parte da história. Isso se sustenta no fato de que boa parte do livro é narrado em primeira pessoa. Ao adaptar-se um livro nessa perspectiva de personagem faz-se necessária realocar a narrativa, pois não é somente a visão do narrador personagem que ficará em evidência, como está no livro. Por outro lado ao trazer essa "outra história" a produção da  série com certeza vai instigar a quem não leu ler, e a quem já leu, reler, este foi o meu caso.

Faltou algum coisa? Sim, sempre falta. Há cenas que li que particularmente gostaria que fossem reproduzidas, como por exemplo, a caçada em que Matthew leva Diana; a  primeira vez em que ela tenta usar o "fogo de bruxa"; e algumas outras. Em compensação a trilha sonora está maravilhosa, as cenas de romance incríveis. Esperava um Matthew e uma Diana diferente? Não sei ao certo, porque a produção da série procurou reproduzir os diálogos bem próximos do livro; o Matthew Claimont do livro é mais alto e  mais forte que Matthew Goode, sim, mas o charme pessoal, o ser enigmático que ele é, a fala mansa mas, mortal o ator consegui captar; e Tereza Palmer convence como a Dra. Diana Bishop, por mais incrível que parece, sim, ela é Diana.

Os 8 episódios percorrem de fato os primeiros momentos do casal, um tanto quanto mais romântico que no livro, mas tudo bem, acho que na telinha isso é válido. Temos uma Diana Bishop, até um pouco mais segura que no livro, totalmente apaixonada por seu vampiro como no livro, e ele idem, apesar de ter faltando a possessividade dele, que sobra no livro. As questões importantes que envolvem a origem das criaturas, a abertura do manuscrito Ashmole 782 que desencadeia toda trama, a resistência em se renderem ao amor por conta das regras impostas pela congregação, está tudo lá.

Não gostei de algumas coisas, como por exemplo o personagem Baldwin, irmão de Matthew e chefe da família De Clermont,  - a é Clairmont para o inglês, mas na verdade ele é francês De Clermont - esse sim fisicamente não chega nem perto do  personagem no livro, a caracterização está relativa;  Ysabeau de Clermont, mãe de Matthew, é mais jovem no livro, no filme optou-se por uma atriz bem mais velha, até achei interessante esse contraponto; Marcus Whitmore, também deixou um pouco a desejar, ele é um vampiro, que Matthew transformou a cerca de dois séculos, por isso ele é considerado filho de Matthew. Ele era um jovem cirurgião quando foi transformado,  no livro ele tem uma personalidade mais condizente com a idade, já na série ele parece ser um jovem inexperiente e irresponsável, pode ser que na segunda temporada aja alguma mudança. Sim, já estão planejando a segunda temporada e provavelmente começa a ser filmada em janeiro e refere-se ao segundo livro Sombra da Noite. Este livro é mais complexo, pois os personagens principais dão um salto no tempo, mas isso fica para depois.

Bem, creio que já disse bastante, só aguardo que a Netflix, HBO, qualquer uma dessas traga a série para  nós. Vi e verei novamente. RECOMENDADÍSSIMA, MAS LEIA O LIVRO.


 Verônica Sobreira - Formada em Letras, Mestre em Teoria da Literatura e Literatura Comparada,especialista em Crítica Literária e Produção Editorial. Nunca pensei em ser escritora, e sim em ser "expert"  em escrita. Amo ler desde sempre, leio de tudo um pouco, adoro a literatura de ficção sobre anjos, vampiros e bruxas. Consigo ler mais de dois livros ao mesmo tempo. O blog além de divertimento, é a extensão do meu trabalho que levo muito a sério Administradora do Blog


Nenhum comentário :

Postar um comentário

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique