Trilogia Surrender - Maya Banks

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

A cada livro de Maya Banks que eu leio não resta dúvida de que está autora consegue imprimir sensualidade e erotismo nas cenas mais pesadas de sexo em seus livros. Banks na banaliza as relações e escreve com certa sutileza. A Trilogia Surrender que conta a história de três amigas e três homens dominadores, não fica atrás.








O livro um Rendição é a história de Joss e Dash. Gostei da premissa deste primeiro livro. Joss perdeu o amor de sua vida, ela está tentando seguir em frente, sabendo que ela nunca vai encontrar esse tipo de amor novamente. Mas o que ela sempre quis que seu marido falecido não pôde lhe dar é o que está procurando agora. Pouco sabe ela que está bem na sua frente e ela nunca enxergou, assim bem dizer em seu quintal, o tempo todo. Dash tem estado apaixonada por Josslyn desde que a conheceu no dia de seu casamento com seu melhor amigo, Carson, e este sabia. Sua amizade era sólida, e Dash nunca cruzaria essa linha. Nos últimos três anos viveu um outro tipo de inferno, mas ele vai esperar o tempo que for preciso para ter Joss. 
É a apresentação da série por isso às vezes a narrativa é um pouco lenta. Foi o livro que menos gostei da série, o que me fez demorar a ler os outros dois.



 
O segundo livro desta trilogia, Submissão é a história de Kylie e Jensen. A narrativa começa com Jensen invadindo o escritório de Kylie e dizendo-lhe algumas coisas muito infelizes para provocar uma resposta emocional, não tinha ideia de como esses dois encontrariam um feliz- para - sempre depois. Jensen parecia  apenas mais um  macho alfa tentando conseguir o que queria, não importando a que  custo; enquanto Kylie me pareceu irritante e chata, porém o passado desta protagonista foi feito de desastre, que destruiu parte da personalidade de uma mulher que pode ser brilhante. Não demorou muito para perceber que você nem sempre pode julgar dois personagens pela primeira página. Estes dois são complicados e complexos, e esta história não é apenas sobre ceder um ao outro, mas o que é preciso para se render e o que isso realmente significa.
O passado de Kylie foi horrível. Depois que seu irmão Carson morreu, ela simplesmente atravessou a vida mantendo a cabeça baixa e tentando "não fazer ondas". Ela tinha muitos dons e habilidades, mas tinha medo de alcançar o que  queria ou realmente valorizar a si mesma. Estava autoconsciente, mas não sabia como parar o comportamento e pedir ajuda. Ela tinha amigos, mas  não sabia como ser uma amiga para os outros e realmente se abrir.

Jensen é um dominante. Ele quer Kylie, mas sabia que não estaria indo por um caminho fácil. Ele reconheceu que não podia simplesmente tomar o que queria e esperar que ela capitulasse. Ele tinha que ganhar sua confiança, um pedaço de cada vez. Uma história realmente complexa destes dois que Maya Banks desenvolveu bastante bem.


O último livro Devoção é o que considero o melhor da trilogia. Vamos falar de Tate e Chessy. Este livro é muito emocional e Maya  Banks não decepcionou. Além de uma poderosa história sobre os personagens principais, houve algumas pequenas histórias secundárias sobre os outros dois casais, e o epílogo envolveu a série de uma forma que não ficamos com perguntas.
Chessy  sempre foi borbulhante e feliz, é casada com o amor de sua vida. Quando seu marido se envolve demais nos negócios e começa a negligenciá-la, ela apenas segue e sofre dividido de cez enquanto com as amigas Joss e Kylie. A dupla vive uma relação dom / sub e costumava frequentar a The House, um clube de sexo de propriedade de Damon Roche ( personagem de uma outra série de Banks). Ultimamente eles raramente se veem, e muito menos têm relações sexuais, Tate tem negligenciado seus deveres como dom e Chessy questiona sua relação com ele. Com seu aniversário de casamento chegando, ela decide discutir suas preocupações com Tate para que eles possam voltar a serem felizes.
O fiasco do aniversário de casamento é o catalisador que Chessy precisa  para enfrentar Tate e a maneira que este vem tratando-a. Tate fica completamente chocado em perceber como  estava alheio à dor dela e  promete  melhorar. Ele organiza uma noite no The House para o casal e faz planos para trazer um pouco de fogo para suas vidas sexuais. Só que algumas coisas acabam dando errado e seu casamento está em perigo.
Houve algumas cenas muito poderosas e emocionais neste livro e essas cenas foram escritas perfeitamente. Chessy está absolutamente devastada pela decisão de seu  em colocar negócios antes dela, mas Tate está igualmente devastado por ter deixado sua esposa para baixo. Eu  estava investido em Chessy e Tate como um casal. Eles claramente tinham um profundo amor um pelo outro, embora Tate  tenha ferrado com as coisas.
 Fiquei feliz em ver que Maya não resolveu a situação rapidamente porque não teria sido crível e perderíamos  todo o respeito por Chessy como mulher. Não houve uma tonelada de cenas de sexo, mas quando aconteceu, foi quente quente quente.Temos três histórias muito emocionais que atraem você. Esta foi uma conclusão satisfatória para uma trilogia que  gostei. Todos os três casais foram adoráveis, apesar de ter amado muito Tate e Chessy. O epílogo amarrou a trilogia até muito bem.

Verônica Sobreira - Formada em Letras, especialista em Crítica Literária e Produção Editorial. Nunca pensei em ser escritora, e sim em ser "expert"  em escrita. Amo ler desde sempre, leio de tudo um pouco, porém adoro a literatura de ficção sobre anjos. Consigo ler mais de dois livros ao mesmo tempo. O blog além de divertimento, é a extensão do meu trabalho que levo muito a sério - Administradora do Blog









Nenhum comentário :

Postar um comentário

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique