A Promessa da Rosa

domingo, 18 de dezembro de 2016

Babi A. Sette
Editora Novo Século

ISBN:9788542805550
Ano:2016
Páginas:430

Sinopse
Século XIX: Status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Resenha por Ver Sobreira

Pois é, eu sempre escrevi resenhas para apontar os pós e contras de um determinando livro. Com  o tempo de leitura e mais naturalmente hoje com o estudo mais aprofundado da escrita literária, aprendi que a maioria das pessoas não têm paciência para ler uma resenha seja longo ou curta sobre aquele livro. O que elas querem em sua maioria é saber se o livro é bom ou ruim, fácil de ler; outros preocupam-se com a diagramação, a revisão, a capa. Se somarmos tudo isso seriam necessárias pelo menos umas mil palavras. Mas como a resenha é um gênero de caráter efêmero, que se perde muito rapidamente, faz-se necessário sermos objetivos, pois a opinião de hoje, pode mudar muito amanhã. Por isso depois de quase dois meses sem escrever no blog, resolvi  melhorar minha forma de avaliar livros.


Começo esta nova fase com um livro só para dizer o mínimo, MARAVILHOSO. Já tinha ouvido falar muitas vezes dele, mas demorei a ler, e também estava andando devagar demais nas minhas leituras. A promessa da rosa, um nacional de Babi A Sette, senão é o melhor do gênero que li este ano, com certeza configura  entre os melhores  romance de época que já li neste mais de 30 anos como leitora. Primeiramente devo dizer a quem torce o nariz para a literatura nacional: não sabe o que está perdendo. Romance estruturado, personagens fortes, escrita dinâmica e impecável, coerência narrativa, construção de diálogos inteligentes.

Kathelyn Stanwell, é a filha muito amada de um conde. É inteligente demais para sua condição de dama da sociedade londrina. Uma promessa que fez a si mesmo é que não seria apresentada como um bibêlo, como uma coisa a ser exposta e admirada e que se casaria a quem amasse. O nono duque de Belmont Arthur Harold  é um homem poderoso, irascível e extremamente meticuloso. Durante muito tempo viajou pelo mundo suprindo sua paixão por história antiga. Agora está de volta a Londres, pois sente que está na hora de se casar e se estabelecer. Ele tem algumas ideias sobre a mulher que quer como esposa. Quando em um baile de máscara conhece uma dama misteriosa fica enlouquecido por uma paixão inexplicável. É dessa maneira que estes dois corações se encontram e a partir daí a vida de ambos nunca mais será a mesma.

Está ai um resumo de uma história que vai levar um tempo para se concretizar, porém da forma como Babi A. Sette escreve é difícil largar o livro. A medida que a narrativa desenrola, também os personagens amadurecem e os erros que comentem só os deixam a beira do abismo. A história ocorre em um período de 5 anos entre altos e baixos no relacionamento deles. Já adianto que o par romântico sofre de uma maneira que vai moldá-los para sempre. Houve diversos momentos que fiquei chateada com a ingenuidade de Kathelyn e fula da vida com a atitude do duque. Eles se autoprejudicam, se magoam. Mas o final, a o final é um dos mais lindos que já li.

Não há um quote  a que possa destacar, pois os diálogos entre as personagens são de tirar o fôlego. Por isso o que posso dizer é : RECOMENDADÍSSIMO. Não percam nem uma página.








 Verônica Sobreira - Formada em Letras, especialista em Crítica Literária e Produção Editorial, mestranda em Literatura Comparada. Nunca pensei em ser escritora, e sim em ser "expert"  em escrita. Amo ler desde sempre, leio de tudo um pouco, porém adoro a literatura de ficção sobre anjos. Consigo ler mais de dois livros ao mesmo tempo. O blog além de divertimento, é a extensão do meu trabalho que levo muito a sério - Administradora do Blog

Nenhum comentário :

Postar um comentário

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique