DNA do livro - O príncipe dos canalhas

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Lord of Scoundrels
Loretta Chase
Editora Arqueiro
Tradução: Ivar Panazzolo Junior
ISBN:9788580413991
Ano: 2015
Páginas:288

Sinopse
   Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...

Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.

Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.

Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.


DNA do Livro por Ver Sobreira

 A temática:  Romance de época, sensualidade, paixão, amor.

Quem são os personagens principais?
Sebastian Ballister é o quarto marquês de Dain, um homem bruto, rude e grosseiro cujo caráter grotesco e demoníaca  ele cultiva há anos. E também há alusão de  muitos outros adjetivos e epítetos dos mais variados, mas ao que ele faz jus é  de lorde Belzebu. Dain é um homem que desde a mais tenra infância foi humilhado e desprezado por todos, incluindo seu pai, e que juntamente com a sua aparência pouco atraente, tornar-se um adulto arrogante, sem escrúpulos e dissoluto.Tem  suas próprias regras, costumes, todos independente das regras sociais, sem consideração ou prestar contas a ninguém. Acostumado a jogar, beber e se satisfazer com prostitutas ele não sabe como tratar uma moça de boa família.

Jessica Trent é uma mulher independente, um pouco excêntrica por continuar solteira aos vinte  seis anos por isso ser considerada uma solteirona, mas essa situação é  por opção. Órfã desde a infância, ela sabe lidar com  seu irmão e com o mais feroz dos homens. Quando seu irmão mais novo Bertie apenas desperdiça o dinheiro da família, ela pretende estabelecer-se  como comerciante de antiguidade, porém  antes precisa tirá-lo da  devassidão e libertinagem e de perto do homem que o desviara, que  é não  nada mais, nada menos que  o infame Marquês de Dain. Desta forma Jess e Dain se conhecem, cuja relação desde o início provoca faíscas entre eles.


A história do livro ... Pode-se descrever a história com dois personagens antagônicos, e que em dado momento parecem  como A Bela e a Fera, de início parece ter um tom muito mais dramático. De fato, se há algum drama,  está calcado na  infância de Dain, e só. A história é sem dúvida viciante, muitas vezes  me peguei rindo ao lê-lo. Com  um diálogo ágil e mordaz, personagens bem definidos, uma sequência de cenas e situações no mesmo ritmo e atenção muito precisas e descrições claras.  Nenhum dos jogadores seguem as regras da sociedade, poderíamos dizer que eles são atípicos. Dain teve uma infância difícil e não é apresentado como um galante considerável. Jess é inteligente e independente e gosta de viver a vida do seu modo, o seu sonho é montar uma loja de antiguidades para se sustentar. Li o livro em dois dias e simplesmente amei!



O  principal conflito do livro, ou seja, o conflito central....  Se é que neste livro há um, o conflito é a disputa acalorada entre esses dois, é o prêmio talvez seria a posse da sanidade do irmão de Jéssica, Sir Bertie Trent. Sendo que os dois acabam enganados um pelo outro.

Dain é o oposto de um cavalheiro inglês perfeito, e Jessica, é teimosa e independente, não uma idiota. Pouco a pouco ela se instala na vida de Dain e quase antes de perceber este está  se comportando como sempre jurou que não faria. Além disso Dain é um solitário, em parte devido à sua aparência pouco atraente e por outra pela  atmosfera fria e sufocante em que ele cresceu sem afeto ou atenção. Na verdade, ele só sabe como lidar com prostitutas e não sabem lidar com uma moça de boa família e educação. Jessica não é uma típica senhorita  de sociedade, antes dos reveses ou ofensas recebidas, a despeito de se sentir atraída por Dain,  é capaz de ver que debaixo daquela pele dura, o  homem inseguro e assustado que se esconde. No fundo Dain é um homem incapaz de expressar seus sentimentos. Dain acha inconcebível que uma garota como Jess mostrar real interesse nele, que o olhe de forma  atraente, interessante. Jess é teimosa e tem a intenção de chegar ao coração de Dain, embora ele se orgulha de que  isso nunca acontecerá.

O que  mais gostei do livro... O jogo de conquista entre Jess e Dain. Eu gostei, imensamente deste romance, divertido do começo ao fim, repleto de situações hilárias entre os protagonistas, confrontos e brigas entre duas personalidades obstinadas.

O autor e como ele conduz a história...Com  diálogos  irônicos, Loretta Chase nos deleita com um romance  incomparável. Para mim, a leitura deste livro foi a descoberta de mais uma escritora fantástica, bem comparada com Lisa Kleypas e Julia Quinn. E apesar de ter feito a resenha de O último dos canalhas primeiro, li O príncipe dos canalhas antes. Em suma, maravilhoso.




Verônica Sobreira- Formada em Letras, especialista em Crítica Literária e Produção Editorial. Nunca pensei em ser escritora, e sim em ser "expert"  em escrita. Amo ler desde sempre, leio de tudo um pouco, porém adoro a literatura de ficção sobre anjos. Consigo ler mais de dois livros ao mesmo tempo. O blog além de divertimento, é a extensão do meu trabalho que levo muito a sério - Administradora do Blog

14 comentários :

  1. Já me interessei por ler algo sobre ser uma Releitura de A Bela e A Fera ♥
    Quero ler este livro e lerei com certeza.
    Já fiquei fã da Jessica (a solteirona Jess) e mega curiosa para saber do romance... como vai rolar este romance...
    Entendo porque Dain não aceita de cara o interesse de Jess... ele sofreu um bocado, né?
    O livro parece bem divertido... to loca pra ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi Verônica,
    Não sei se fiquei mais feliz por ser mais um romance histórico da Arqueiro ou pela menção de "A Bela e a Fera", eu quero ler esse livro, aliás estou curiosa para saber desse jogo de conquista entre os protagonistas rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  3. A arqueiro fez um ótimo trabalho, a capa está maravilhosa, não é mesmo?
    Romances de época sempre me atraem, e este em especial, por ter um pouco da história de A Bela e a Fera. Claro que, o romance, os personagens com personalidades fortes e a leitura fluida e divertida são outros pontos que chamam a atenção de qualquer leitor. Uma leitura indispensável para qualquer apaixonado. Definitivamente O Príncipe está em minha lista de leituras!

    ResponderExcluir
  4. Adoro romances de época e estou louca para ler este livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adorei toda a descrição que você deu do livro. A história me pareceu maravilhosa e estou muito ansiosa para ler esse livro. Parece ser um romance de época diferente e que cativa o leitor do começo ao fim.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amo os livros que tem o mocinho como "sombrio" e a mocinha como "durona", tenho certeza que me apaixonarei pela história, ansiosa para começar a ler *-*

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia o livro e suas palavras me despertaram uma enorme vontade de conhecer esta história do início ao fim. Adoro histórias de época!

    ResponderExcluir
  8. Um romance onde mocinha e mocinha tem brigas constantes é aquela coisa clichê. Mas um de época com dois protagonistas que vivem trocando farpas e mesmo assim ainda há um romance em andamento, muito humor e é intenso? Esse é um baita livro! Gostei da referencia com A Bela e A Fera, achei bem a cara desses dois. Mas fora todo aquele drama. Esse é mais engraçadinho e intenso, adorei as misturas.

    ResponderExcluir
  9. Tô bem curiosa para ler essa autora, pq tenho curtido mto romances históricos, sendo mais específica falo da Lisa Kleypas hehehe.
    Li boas resenhas do livro, e enfim quero ler =D

    Miquilis

    ResponderExcluir
  10. Terminei O Príncipe dos Canalhas ontem e que livro sensacional... engraçado e sensível.
    Achei que ficaria com raiva de Sebastian por conta de algumas atitudes, mas foi impossível. Desde criança foi tratado como um verme, rejeitado por todos por todos, e eu usava isso como justificativa pra tudo hahahahaha
    Só digo uma coisa: quero ser Jessica quando crescer!!

    ResponderExcluir
  11. Fiquei super interessada na sinopse do livro.As resenhas que li me deixaram bem curiosa.Adoro livros que mesclam romance e uma boa dose de risadas...louca pra ler.

    ResponderExcluir
  12. Dos melhores da BANCA, há tempos que este livro é esperado. Capa perfeita.

    ResponderExcluir
  13. Amei esse livro, um excelente romance de época, curti muito a escrita da Loretta Chase, super ansiosa pra ler os outros livros da série.

    ResponderExcluir
  14. Olá!Devo confessar que já havia lido o livro,e simplesmente amei!Ele reúne as minhas favoritas características em um romance de época,tais como:A Bela e a Fera,mocinho com uma infância sofrida,mocinho arrogante caindo de amores por mocinha independente,diálogos irônicos...É lindo como Jess vê além da aparência de Dain,e o fez se sentir amado.Gostei muito da sua resenha,vc soube capturar todos os pontos importantes do livro e descrever muito bem os personagens,levando a quem nunca leu,a dar uma conferida.Me diverti muito!

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique