Fingindo

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Faking it
Cora Carmack
Editora Novo Conceito

Tradução: Paulo Polzonoff Junior
ISBN:9788581636665
Ano:2015
Páginas:336
Sinopse
Fingindo - Por quanto tempo você consegue prender alguém?
Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.

Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim.
Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.

Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.
Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.


Resenha por Ver Sobreira

Eu vou confessar que ultimamente não sei o que ocorre, mas estou me cansada das histórias que o subgênero New -Adtults tem produzido e olha que gosto muito. Vejam algumas são legais, cheias de sensualidade romance, e com uma história a ser contada e outras voltam ao lugar comum. Acho que justamente é porque não tenho acertado muito na leitura. O primeiro livro da trilogia de Cora Carmack não gostei, achei bobo demais, os personagens chatos e empacados por assim dizer. Mas alguns pessoas que lerem em inglês disseram que o segundo era melhor, então...

Fingindo é a história de Cade e Mackenzie (Max) . Cade sofreu demais com a perdar de Bliss, de quem sempre foi amigo e muito apaixonado. Só que agora que Carrick disse a ele que vai pedi-la em casamento, Cade tem certeza que não tem mais nenhuma chance de realizar este amor e que a amiga e antiga paixão é loucamente apaixonada pelo namorado. No mesmo dia em que Carrick fala sobre o casamento com ele, Cade conhece Max, que acaba de se meter em uma enrrascada com seus pais, estes pensam que ela está finalmente com um namorado que eles consideram decente. Em um rompante Max convidade Cade para um café e acaba convencendo-o a passar por namorado dela por uma tarde. O problema é que muitas situações inusitadas surgiram dai.

(...)O que ela queria era, sim, loucura, mas eu estaria atuando, e eu vinha sentindo falta d atuar nas últimas semanas. E parte estava louca para amarrar o Cade Bonzinho e jogá-lo no porta-malas. Essa parte de mim pensou que passar algum tempo com aquela menina era uma boa ideia.(...)


Bem, a história de Max e Cade e melhor que a de Bliss e Carrick do ponto de vista em que os dois primeiros são mais dinâmicos e uma química mais perceptível e envolvente. Já achava o Cade ótimo e gostei mais dele na sua própria história, mas não chega a ser grandes surpresas. Ele deixa-se envolver por Max, literalmente e, é pelas incertezas dela e não dele que tudo acontece de forma menos intensa. Ao mesmo tempo em que Cade percebe que algo mágico aconteceu, ele sabe que precisa mostrar a Max quem ela  é de verdade e ajudá-la a seguir com a vida de uma forma mas fácil, sem complicações ou mentiras, já que estão terão consequências.

Como ficamos aqui, uma história gostosinha de ler, mais do mesmo é verdade, mas tem alguns pontos melhores que o primeiro, porque Max precisa acertar contas consigo mesma e amadurecer de verdade e Cade é aquele cara que nunca via deixar de ser o bom moço por mais que tente, mas que vai ser o grande colaborador para que verdadeiramente a vida de Max entre nos eixos. Confira.


Cotação:


Verônica Sobreira - Formada em Letras, especializando-me em Crítica Literária e Produção Editorial. Nunca pensei em ser escritora, e sim em ser "expert"  em escrita. Amo ler desde sempre, leio de tudo um pouco, porém adoro a literatura de ficção sobre anjos. Consigo ler mais de dois livros ao mesmo tempo. O blog além de divertimento, é a extensão do meu trabalho que levo muito a sério - Administradora do Blog

8 comentários :

  1. Não tenho lido muito new adult, nem sou muito fã também. Mas, a primeira impressão que tive do livro, lendo a sinopse e tal, foi boa. Imaginei que, esse lance do personagem ter que se passar por namorado de Max, tornaria a história mais interessante. Concordo com você também, personagens chatos me deixam totalmente desanimada e com uma certa preguiça rs.

    ResponderExcluir
  2. Estou curtindo muito dessa série New Adtults da Cora Carmack, gostei muito do primeiro livro Perdendo-me e achei ainda melhor esse segundo, história super gostosinha mesmo de ler, tomara que venham logos os próximos livros.

    ResponderExcluir
  3. Todas as resenha que vejo desse livro dizem que ele é razoável. O livro não é de todo ruim, mas não chega a ser o melhor. Serve mais para se ler entre leituras pesadas.
    Adorei a sua resenha
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não me parece ser um livro que fique guardado na nossa cabeça, apenas, mais um que proporciona momentos de distração agradável....nada de mais. Entretanto, confesso que já me peguei (e ainda o faço) desejando a sua leitura.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Compartilho do seu cansaço com as histórias do gênero New Adtult, apesar de também gostar desse tipo de leitura. O problema, pelo menos pra mim, é que alguns livros desse gênero possuem histórias parecidas demais, o que acaba cansando o leitor, que consegue adivinhar nas primeiras páginas como a história vai terminar.
    Por conta dessa sensação de mais do mesmo é que tenho evitado os livros do gênero que não parecem ter nada de novo, como parece ser esse, embora o Cade pareça ser um mocinho ótimo. hahaha

    ResponderExcluir
  6. Não li ainda esses livros.
    Estou na fase de ler livros policiais. Apesar de sempre ter sido muito fã de histórias românticas com pitadas quentes,tenho fugido desse estilo.
    Mas quem sabe eu ainda leia?!

    ResponderExcluir
  7. Oi Vê,

    Menina, pensei que era só eu que olhava pros livros e ja imaginava as histórias... :( a mesma fórmula as vezes cansa... por isso alterno os gêneros pra num entediar...
    Eu ganhei Perdendo-me num sorteio e ainda não li, vi que saiu Fingindo, e meio que a neurose piscou: só vou ler um quando comprar o outro... vai que se complementam... Ao que parece são histórias independentes mas que se interligam... Gostei da resenha, vou ler os dois, porém to num momento distopias...
    Um super abraço!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Li o primeiro livro da serie e gostei mas ainda não consegui pegar "Fingindo" para ler parasse ser uma boa leitura e gostei de termos o Cade como personagem principal já que gostei bastante dele na primeira historia, mas essa historia me parece bem voltada para a Max e seu crescimento ao longo do livro !!!

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique