Morra por mim

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Die for Me - The Revenants 1
Amy Plum
Farol Literário

Tradução: Martha Argel
ISBN:9788562525940
Ano:2013
Páginas:424
Sinopse
Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.
"Eu sabia que existia algo diferente em Vincent. Eu tinha sentido isso, mesmo antes de ver sua foto no obituário. Era algo distante de mim, e muito obscuro para eu conseguir entender. Então eu ignorei. Mas agora vou descobrir quem ele é."


Resenha por Ver Sobreira

(...) Lá estava ele. Sob a chuva inclemente, me olhando com uma expressão que me paralisou. Era uma expressão de alívio indizível. Como se tivesse encontrado uma lagoa de água cristalina no meio de um deserto. Eu  a reconheci porque sentia exatamente a mesma coisa. (...)
Apesar de repetir a fórmula já recorrente de narrativas em primeira pessoa e sempre pela perspectiva da personagem feminina Morra por mim tem um enredo fascinante. É bem verdade, que no sentido da mitologia criada por Amy Plum, não houve muitas explicações sobre a origem dos "revenants", a palavra é francesa e significa retornados, são zumbis ao que parece, imortais por conta disso,  mas não comem cérebro, rsrs... desmortos como afirmam. Afinal isso realmente foi um ponto de interrogação neste narrativa, porém não ofuscou a escrita da autora. Uma história de amor bem estrutura, consistente e muito, muito bonita.

A história narrada sob o ponto de vista de Kate, uma adolescente americana de 16 anos que vai morar em Paris, juntamente com a irmã mais velha Georgia na casa dos avós paternos, após a morte dos pais em um acidente. O livro segue a linha YA. Vincent tem  por volta 85 anos com a aparência de 19, lembra-lhes alguma história? Com certeza que sim, mas não confundam e nem tenham medo de ler, pois a narrativa é muito além, melhor sem dúvidas. A atração entre ambos é forte desde o primeiro momento. Kate é arrastada para uma torrente de sentimentos que a princípio não consegue explicar a si mesma. Ela crê que seja pela beleza, porém perceber que não se trata disso.
"Com sua fachada de vidro, o interior iluminado do Café Sainte-Lucie passava uma sensação de amplidão. (...) Antes de mergulhar de novo no livro, dei uma olhada meio desinteressada em torno, mas meus olhos voltaram de repente quando notei alguém que me fitava através do terraço, e o mundo congelou ao meu redor quando nossos olhos se encontraram(...)


Basicamente Morra por mim é  uma história sobrenatural de amor, é claro que não foge aos clichês de uma menina que conhece um cara e descobre que ele não é humano, etc., porém uma das características que chamou a atenção foi o enfoque do romance. Um daqueles bem românticos mesmo e nesse primeiro livro parece-me que foi isso que a autora quis mesmo. Focar no amor inesperado, puro e intenso de Kate e Vincent. A história tem toques especiais de aventura e mistério, contêm um humor que vai do riso ao negro

Kate  apesar da idade  não é uma personagem chata, a condição em que ela se encontra traça perfeitamente seu perfil, de alguém que perdeu a vivacidade pela perda que sofreu e que começa a se recuperar por conta de um amor inesperado. Vincent, além de lindo é centrado,  mesmo por todo amor que sente por Kate deixa para ela a escolha de viver ou não esse amor, já que sua condição é complicada. Detendo-se nos outros personagens secundários criados por Plum, podemos perceber também que os mesmos tende a crescer na narrativa, já que trata-se de uma trilogia. Neste primeiro livro nosso destaque vai para a personagem Charlotte, e para Jules  que até tem uma história publicada entre o segundo e o terceiro livro, aguardemos que eles apareçam mais nos próximos livros.

O fato de no início da resenha perguntar se lembrava  alguma outra história é que a crítica estadunidense de uma maneira geral considerou bom o livro, mas muitos o compararam a Crepúsculo, por conta da situação dos personagens, mas graças a Deus Vincent não é vampiro e isso é até uma referência engraçada dentro da narrativa e na história do amor deles tem muito mais nuances. Leitura interessante. Recomendado.

Não costumo ser fanática por capas, mais a deste livro é bem bonita, a editora preservou a original. Dado esse fato busquei os próximos livros que têm capas igualmente bonitas. Confira




Para Vincent e Kate, apesar da história passar na cidade das luzes - Paris - Deixo 100 Suns - 30th Seconds to Mars




100 suns
I believe in nothing,
Not the end and not the start
I believe in nothing,
Not the Earth and not the stars
I believe in nothing,
Not the day and not the dark
I believe in nothing,
But the beating of our hearts
I believe in nothing
One hundred suns until we part
I believe in nothing,
Not in Satan, not in God
I believe in nothing,
Not in peace and not in war
I believe in nothing,
But the truth of who we are

100 sóis
Eu acredito em nada,
Nem no fim nem no começo
Eu acredito em nada,
Nem na Terra e nem nas estrelas
Eu acredito em nada,
Nem no dia e nem na escuridão
Eu acredito em nada,
A não ser a batida dos nossos corações
Eu acredito em nada,
Cem sois até nos separarmos
Eu acredito em nada,
Nem no Diabo nem em Deus
Eu acredito em nada,
Nem na paz e nem na guerra
Eu acredito em nada,
A não ser na verdade de quem nós somos

2 comentários :

  1. Oi Verônica, eu amei sua resenha, e você me deixou com muita vontade de ler este livro, mas o que me desanimou, é que é uma série, e ando fugindo um pouco de começar novas, sem terminar as que já tenho. Fora a ansiedade que eu fico com o lançamento das continuações.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me chamou muita atenção pela capa e sinopse,mas nunca tinha ouvido ninguém compará-lo a crepúsculo,mesmo assim quero muito ler... o livro parece ser bem legal e o romance bem fofo... e se passa em Paris... Imperdível !!!

    bjssss

    Bianca

    ApaixonadasporLivros

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique