Gênero Textual - Resenha

sexta-feira, 11 de outubro de 2013


Maiteí, índios

Vocês devem estar se perguntando, porquê vou falar disso. Óbvio que isso tem haver com a dificuldade das pessoas entenderem o que realmente é uma resenha. Há poucos dias a Editora Novo Conceito recolocou no ar, após quase três meses sua Páginas de Vantagens. Nós da Tribo somos parceiros da editora, mas não foi só por isso e sim porque surgiu muitas dúvidas entre os parceiros: O que é uma resenha realmente. 

Gente, sei que quando se trata de livro, o que vale é a opinião, o que você gostou ou não, porquê você recomendaria, etc., porém o que vemos na maioria das vezes, e creio que devemos ser autocríticos é no geral um resumo do livro e uma classificação. É claro que nem todos são "técnicos", até porque trata-se do gosto pessoal, fazemos isso por gosto e não estamos sendo pagos. Mas vamos combinar, mesmo diante de tudo isso, não nos custa ser um pouco coerente, por isso resolvi fazer este pequeno artigo. 

É fato que eu (Verônica), formada em Letras  com ênfase em Literatura, tendo a ser um pouco mais técnica, mas mesmo quem não está nesta área pode fazer algo legal, baseando-se na estrutura técnica do que é uma resenha.

Há um esquema? Sim. Devo seguí-lo a risca? Ai  é que está, a resenha em que você exprime sua opinião sobre algo, levanta os pontos positivos ou negativos e você recomenda ou não um livro, é chamada resenha crítica, quer você queira ou não. Há um esquema formal, porém você pode adaptá-lo ao seu estilo de escrita sem se perder nada do que é essencial.

Aqui no blog eu faço isso, de modo a resenha ficar mais descontraída, pois se acompanharmos o esquema formal, como fazemos para a faculdade tornaria algo muito maçante. Abaixo divulgo para vocês o esquema formal de uma resenha que vocês podem adaptar ao seu tipo de escrita. Confira:

* Etapas de uma resenha

A resenha consta de:

1- Identificação da obra com os elementos essenciais de referência bibliográfica: autor, título da obra, etc. 

Cosiderações: Neste caso você pode colocar a capa do livro, o nome do livro em inglês, o nome da editora,  o ISBN, ou seja, informações pertinentes ao livro. Algumas outras informações como data, pessoa que postou, no geral já são padrão dos blogs.



2 - Apresentação da obra, sintetizando o conteúdo. 

Considerações : Isso seria a sinopse, que podemos pegar na contra-capa do livro sem problema.



3 - Descrição sumária da estrutura da obra - divisão dos capítulos ou assuntos dos capítulos.

Considerações: Bem para nossas resenhas literárias este ponto é dispensável, pois não há necessidade dessa separação, porquê normalmente ficaremos detidos  mais em um ponto do livro de  que outro.

4 - Descrição do conteúdo da obra. 

Considerações: Nesse ponto é que o resumo entra, você deve sintetizar com as suas palavras um apanhado sobre o livro, em um parágrafo é suficiente.









5 - Análise crítica da obra, fundamentada num pressuposto teórico claro e pertinente. Pode-se, para isso, estabelecer confronto com algum outro autor ou teorias referentes ao mesmo tema.

Considerações: Nossa claro que neste caso para nossas resenhas literárias não precisamos "pressupostos teóricos",  rsrsr... porém sempre é interessante uma breve análise do que se leu, falar um pouco dos personagens dizendo por exemplo, o que mais gostou sobre eles, se remeter a um especificamente ou a todos, ressaltar os pontos altos da história e até mesmo fazer uma comparação com um outro livro sobre o mesmo assunto. Vamos combinar não é mesmo,  há muitos livros com a mesma temática abordada de forma totalmente diferente. Fazer isso é um ponto positivo até para você mesmo, ressalta a diversidade das leituras que faz.

6 - Relação das implicações decorrentes do tema apresentado, seus resultados ou suas afirmações em relação a um contexto teórico ou prático ( implicações de nível pedagógico, teórico, econôminco, social,etc...)

Considerações : No número 5 já falamos um pouco sobre isso também, mas é bom acrescentar que a maior parte dos livros de ficção se apropiam de algo do real para criar uma história, por exemplo, livros com temáticas históricas fazem muito isso, então quando possível é legal você abordar em sua resenha uma informação que agregue algo a ficção. Pode ser que não dê dentro da resenha, mas você pode acrescentar uma nota, é ai neste ponto que entra o tal contexto prático. Pessoas, mesmo a ficção é feita para pensarmos, entreter é óbvio, mas temos que tirar algo de positivo da leitura, sem perder o gosto que nos leva a ler.

7 - Identificação e contextualização do autor: informações sobre o autor, situando a obra dentro de sua produção global( outras obras publicadas, formação,etc...

Considerações: Em minhas resenhas utilizou pouco este recurso, principalmente quando percebo que as resenhas estão ficando muito longas e também porque tenho por tendência fazer apresentações  sobre autores em geral,  em uma coluna especial.  Mas falar um pouco do autor e sua obra no final da resenha é uma dado interessantíssimo e muito útil.

8 - Assinatura e identificação do resenhador.  
Considerações: Isso é muito importante, você está afirmando o seu texto. Aqui no blog resenhas minhas vem no  começo, mas  os colaboradores costumam assinar ao final. Você não vai plagiar o texto de alguém e dizer que é seu....Vai?


Observação: A citação dentro da resenha é também um recurso muito importante, dependendo do tamanho da resenha uma ou duas no máximo, é interessante principalmente quando você consegue interagir esta citação com alguma situação que você menciona na resenha. Caso não consiga, também é válido colocá-las a parte,  neste caso você pode abusar um pouquinho e pôr quatro até cinco, pois farão parte do rol de coisas que você gostou no livro. Algumas falas dos personagens e partes da história dão um  diferencial quando você comenta o livro.

Bom, pessoal espero que tenham gostado e que esse pequeno artigo ajude a construir resenhas muito legais. Valeu!!! Abaixo coloco a referência de um livro super prático, que pode ajudar e muito a quem tem dificuldade na escrita.

*Nota: A estrutura do gênero textual resenha foi retirada do livro abaixo. As considerações foram feitas por mim, Verônica Sobreira.


Referência Bibliográfica:
KÖCHE, Vanilda Salton, BOFF, Odete Maria Beneditti, PAVANI, Cinara Ferreira. Prática textual:atividades de leitura e escrita. Petrópolis, RJ: Vozes,2009. pg 95-104




2 comentários :

  1. Ótimo post com dicas valiosas Ver. Obrigado por compartilhar com a gente. Bjus

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post Ver !!!

    A gente escreve as resenhas mas com sentimento do que com técnica,mas ela é imprescindível para se fazer entender e melhorar aquilo que a gente escreve.

    Salvando para seguir suas dicas....

    bjsss

    Bianca

    ApaixonadasporLivros

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique