Coluna da Paloma - Inferno

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Maiteí, índios
Pedimos desculpas pelo atraso na "Coluna da Paloma" que é  publicada todo dia 22. Motivo:  estou fora do RJ, porém aí está confira. Um dos livros mais aguardados do momento:



Os lugares mais sombrios do Inferno são reservados

àqueles que se mantiveram neutros

em tempos de crise moral


E eu finalmente deixo meus romances de lado para entrar no Inferno! Em todas as minhas resenhas eu digo que sou apaixonada por isso, apaixonada por aquilo, que fulano me seduz e tenho quedas por italianos. Mas nada chega perto do que eu sinto pelo Dan Brown! É um culto, uma religião, um time... É uma situação de adoração tão intensa que eu o chamo carinhosamente de Tio Dan.

Primeiro, meus caros e lindos leitores, vamos deixar nosso preconceito em uma caixinha vermelha lá no fundinho do nosso coração. Quando confesso sobre Tio Dan o que eu mais ouço é: “Ele só quer dinheiro”; “Ele só quer fama”; “Ele é um péssimo autor”, “Ele descobriu a fórmula secreta e repete isso em todos os livros.”. Eu sei. Mas, ora, eu não ligo para isso! Por que?

Porque Dan Brown é mestre nas narrações montanha-russa. Ele dá tantas voltas que te deixa tonto, enjoado e implorando por mais. Além de te conceder um mini ataque-cardíaco. Confesso que me decepcionei um pouco com o último livro dele “O Símbolo Perdido” pelo fato de estar na página 100 e saber o que iria acontecer no final, por culpa da “Fórmula secreta”. Mas, sabe Coca-Cola? Ela também tem uma fórmula secreta e te faz mal. E você não deixa de tomá-la. Tio Dan é a minha coca-cola.

O que é a Fórmula secreta do Dan Brown? Fiz uma pequena equação pra você que não conhece: Sociedade secreta ou alguma organização desconhecida + Segredo que não pode revelar para o mundo + maníacos protegendo o segredo + mulheres bonitas e homens inteligentes + perseguições alucinantes = desvende o segredo, deixe pessoas malucas e venda livros!

É isso. Não importa quantos livros você leia, todos são dessa forma. Mas eu acho que ele desconfiou que nós desvendamos a fórmula secreta. O que ele fez? Inverteu a ordem. Afinal, a ordem dos produtos não altera o resultado. Ele mudou a direção e por conta disso mudou toda a minha vida! Eu, uma pequena discípula desse autor, fiquei aterrorizada quando Robert Langdon, simbologista renomado, professor de Harvard se encontra em um hospital em Florença sem ter a menor ideia do que aconteceu nas últimas 36 horas.

Com pessoas tentando matá-lo, Robert se vê obrigado a fugir com a jovem, linda e atraente – como sempre... – Doutora Sienna Brooks que pasmem, tem um QI de 208. Sim, imagine Sienna sendo sua concorrente em um concurso público. Pois é, eu continuei aterrorizada. Juntos, eles tentam desvendar o que aconteceu com Robert e depois, tentam salvar o futuro da humanidade – sim, eu estou falando sério -, pois uma mente obcecada por Dante Alighieri e extremamente inteligente, teve a revelação de que estamos procriando alucinadamente.

O que eu realmente gostei de Inferno é que a obra é atual. Superpopulação da espécie humana, a precária educação sexual dos países no terceiro mundo, e a maior arma em potencial do nosso século: a arma biólogica, doenças virais ou bacterianas usadas em guerra. E principalmente: a extinção da humanidade. Por mais longe e estranho que isso possa parecer, Dan Brown retrata esse acontecimento com lógica e, de certa forma, imparcialidade. Em um momento ele te mostra que certo acontecimento pode ser uma loucura, mas depois que ele te explica os fatos e você começa a juntar um mais um... Acho que foi primeiro livro dele em que tio Dan conseguiu te mostrar a tese, a antítese e por incrível que pareça, ele consegue perguntar a sua opinião no meio da narrativa de uma forma tão sutil que Dan Brown nunca foi.

O melhor livro que ele já escreveu, na minha opinião. Depois da decepção que o O símbolo perdido foi pra mim, "Inferno" se tornou a renascença. Deu pra perceber uma evolução, uma reciclagem. Ele simplesmente mudou. Foi um pouco mais do que a fórmula. Parece que ele... amadureceu. E ele me enganou! Em um momento da narrativa intensa que ele criou eu me peguei dizendo "Depois de seis livros, oito anos de uma linda relação, depois de descobrir todos os seus vilões e adivinhar todos os seus passos... você me venceu seu grande filho da ..."

Se você quiser me perguntar se deve ou não ler esse livro, eu peço para que não faça isso. Acho que já deu pra perceber que eu sou um pouquinho suspeita pra te dar essa resposta. Só posso dizer que Tio Dan continua o Dan Brown de sempre. Mas surpreendentemente, melhor.

Atenção: Não se deve pegar todos os fatos de Dan Brown e tomá-los como verdade, apesar de estar escrito “Fatos reais” no início da obra ou você ficará maluco como eu fiquei aos nove anos lendo O Código da Vinci! Por favor, conserve sua consciência e pensamento. Obrigada.

Curta, confira e até a próxima,
 Paloma

Lançamentos de Agosto - Editora Novo Conceito

Lançamentos

 16/08

Olho por Olho  - Livro 01 
Jenny Han, Siobhan Vivian
Sinopse
Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena… Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho… No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos. Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!


Tipo Destino - E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga? 
Susane Colasanti
Sinopse
Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason… Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão… “Este livro me deu vontade de mudar minha vida.” THE TRUTH ABOUT BOOKS “Uma narrativa inteligente e rápida…” KIRKUS REVIEWS



A Outra Vida - Quem éramos antes da epidemia — e como nunca seremos novamente… 
Susane Winnacker
Sinopse
O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação? E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?


19/08


Se Você fosse Minha - Os Sullivans - Livro 05 
Bella Andre
Sinopse
Zach, o mais arredio dos Sullivan, é mecânico e corredor de pistas de alta velocidade. Suas únicas preocupações são: como gastar seu dinheiro e com que mulher passar a próxima noite… Até que ele recebe a difícil tarefa de cuidar do filhote de yorkshire de seu irmão por duas semanas — um total contratempo para um homem como ele. Mas Zach não tem como negar este favor a Gabe e, muito a contragosto, acaba aceitando cuidar de Ternurinha, a cachorrinha que, para piorar, é um terror e certamente precisa de treinamento. Heather Linsey não acreditava que teria de treinar o fi lhote do arrogante Zach Sullivan. De todos os homens que já conhecera, Zach era o mais atrevido. Palavras como arrogante, esnobe, pretensioso cabiam especialmente bem no mecânico da família Sullivan. Além disso, a beleza e o charme de Zach eram desconcertantes e a atração entre eles, inevitável… Heather estava francamente disposta a negar esse trabalho, mas teve que pensar duas vezes antes de recusar, pois fora indicada por uma grande amiga. De qualquer forma, ela sabia que podia controlar as investidas de Zach Sullivan, caso ele se mostrasse desrespeitoso. O que ela não sabia é que sua rejeição ia despertar os mais profundos e obstinados desejos no mecânico…


23/08


Manuscritos do Mar Morto  Livro 01 
Adam Blake
Sinopse
A ambiciosa policial Heather Kennedy está em seu trabalho mais difícil: seus métodos de investigação são criticados e ela está sendo assediada por colegas rancorosos porque não lhes dá atenção. Até que lhe é atribuída o que parece ser uma investigação de rotina, sobre a morte acidental de um professor da Faculdade Prince Regent, mas a autópsia deste caso volta com algumas descobertas incomuns: o inquérito vincula a morte deste professor às de outros historiadores que trabalharam juntos em um obscuro projeto sobre um manuscrito do início da Era Cristã. Em seu escritório, Kennedy segue com sua investigação e logo se preocupa com o rumo para onde está sendo levada. Mas ela não está sozinha em sua apreensão. O ex-mercenário Leo Tillman — seu futuro parceiro — também tem angustiantes informações sobre estes crimes. E sobre a misteriosa organização mundial a que os crimes se relacionam… Escondido entre os pergaminhos do Mar Morto, um códice mortal pretende desvendar os segredos que envolvem a morte de Jesus Cristo. Entre um terrível acidente de avião no deserto americano, um brutal assassinato na Universidade de Londres e uma cidade-fantasma no México, Manuscritos do Mar Morto é o mais emocionante thriller desde O código Da Vinci.




Eu compro, sim! - Mas a culpa é dos hormônios 
Pedro de Camargo
Sinopse
Entenda o comportamento do consumidor e aprenda a comprar com consciência! Este é um livro divertido. O tipo de livro que a gente tem que ler nem que seja só para continuar uma conversa quando aqueles terríveis momentos de silêncio se instalam entre os interlocutores. Mas, além disso, este é um livro sério, muito sério. (Antes de começar a lê-lo, vale a pena dar uma olhada nas referências bibliográficas). A proposta sensacional de Pedro de Camargo é demonstrar, da forma mais simples possível, como nosso comportamento de consumo está diretamente ligado aos neurotransmissores responsáveis pelas sensações de prazer. Parece complicado, mas sob a escrita de Camargo você vai compreender perfeitamente alguns de seus comportamentos pouco ortodoxos, embora comuns, como assaltar a geladeira em noites mais frias, ou comprar aquele monte de bobagens que nunca, em toda a sua vida, pretendeu usar… E, como cortesia, com as dicas no fim de cada capítulo é possível aprender a combater seus próprios neurotransmissores endoidecidos — e consumistas — e conquistar o orçamento saudável com que sempre sonhou.





Claro que te amo! 
 Tammy Luciano
Sinopse
A felicidade pode chegar quando mais esperamos

Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar.
Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado? Mesmo que tudo pareça tão difícil.






Uma Prova de Amor - A princípio, foi uma mudança sutil, como costumam ser as mudanças nos
relacionamentos; fica difícil saber quando de fato começou. 
 Emily Giffin
Sinopse
Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim? Não para Claudia Parr. A bem-sucedida editora de Nova York não pretende ser mãe, e até desistiu de encontrar alguém que aceite esta sua escolha, mas, então, ela conhece Ben. O amor dos dois parece ideal. Ben é o marido perfeito: amoroso, companheiro e — assim como Claudia — também não quer crianças. No entanto, o inesperado acontece: um dos dois muda de ideia a respeito dos filhos. E, agora, o que será do casamento dos sonhos? Uma Prova de Vmor é um livro divertido e honesto sobre o que acontece ao casal perfeito quando, de repente, os compromissos assumidos já não servem mais. Contudo, é também uma história sobre como as coisas mudam, sobre o que é mais importante, sobre decisões e, especialmente, sobre até onde se pode ir por amor.

Indomável

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Unstoppable
Nick Vujicic
Editora Novo Conceito

Tradução: Paulo Polzonoff Junior
ISBN: 9788581630465
Ano: 2013
Páginas: 239

Sinopse
Milhares de pessoas já conhecem o rosto sorridente e a mensagem revigorante de Nick Vujicic, o coach motivacional que é, ele mesmo, uma motivação para todo o mundo. Apesar de ter nascido sem braços nem pernas, Vujicic não deixou de desfrutar de grandes aventuras, desenvolver uma carreira excepcionalmente compensadora e viver significativos relacionamentos amorosos. Nick Vujicic consegue superar as provações e dificuldades de sua vida ao concentrar-se na certeza de que nasceu com um propósito único e relevante. E não importa o quanto tudo pareça, às vezes, desesperador e difícil, Nick continua a acreditar, porque ele sabe: seu poder é desencadeado quando a fé entra em ação. E esta experiência de fé, esta certeza de que a dificuldade está aí para ser superada, pode ser conquistada por qualquer pessoa que realmente queira ter uma vida inacreditavelmente maravilhosa. As adversidades do mundo moderno como: problemas de relacionamento; desafios da carreira e do trabalho; preocupações com a saúde; pensamentos autodestrutivos e vícios; bullying e intolerância são infortúnios que podem ser descartados. É realmente possível conquistar o desejado equilíbrio entre corpo e mente; coração e espírito. Mas esta é uma conquista que demanda know-how;um conhecimento que Nick Vujicic tem de sobra — e está disposto a compartilhar.

Impressão de Leitura por Rafael Dorr

Bom como começar a falar de mais um livro que é uma aula de como devemos viver? Simplesmente não tenho como adjetivar esse livro a não ser como ESPETACULAR. Para quem não conhece o Nick, dou uma dica, procure no youtube as palestras motivacionais dele, garanto que não se arrependerão.

Sou meio suspeito pra falar de Nick Vujicic, pois o admiro muito mesmo antes dos livros. Ao ouvir falar de um cara que tinha nascido sem braços e pernas e que mesmo assim vivia de bem com a vida e ainda ajudava as pessoas com suas palestras fiquei intrigado e logo fui pesquisar sobre a vida de Nick Vujicic e me impressionei de cara com tudo, logo após fiquei sabendo que ele havia lançado Uma Vida Sem Limites, corri pra ler e resenhar aqui na tribo. E agora venho apresentar-lhes Indomável, mais um título do fascinante Nick,  novamente é um livro meio que de autoajuda com um quê de comédia, pois nele são relatados  casos da vida de Nick e como ele reagiu diante dos mesmos para solucionar as coisas, sempre com bom humor.


Nick ensina que independente de religião devemos sempre ter fé, pois sem fé nada somos. Ao palestrar em uma igreja se surpreende com um casal que diante de todos ergue seu filho que também nascera sem pernas e braços e diz a Nick que esperam que seu abençoado filho seja como Nick, um guerreiro que faz da dificuldade sua motivação pra enfrentar a vida.

Nick relata momentos de revolta, de pensar em suicídio aos 10 anos de idade, mas ao invés disso lutou, estudos, se formou e passou a mudar a vida das pessoas com suas palestras. Ele emociona a todos por onde passa e realmente é indomável, pois parece que nada pode parar esse ser especial que nasceu pra transformar vidas. Espero que esse livro vire livro de cabeceira de muitas pessoas, pois virou o meu e mesmo tendo terminado de ler as vezes me pego relendo trechos que me fazem perceber que não devemos reclamar da vida, pois ela nunca reclama de nós.

Nick relata muitos casos de preconceito que vivenciou e também o fato das  pessoas sentirem pena dele, quando na verdade ele queria apenas ser tratado como igual, não é por uma "limitação" física que devemos sentir pena ou termos preconceito com uma pessoa, somos todos iguais apenas com algumas coisas fora do padrão como ele gosta de dizer. Ao terminar o livro você vai parar de se perguntar coisas como: Por que isso está acontecendo comigo? e vai passar a se perguntar: Por que não comigo? Com certeza ao terminar o livro você nunca mais vai achar que um obstáculo não pode ser vencido, que uma dificuldade não pode ser resolvida, nunca mais vai fraquejar diante das dificuldades da vida. 


Beijos e abraços 
Rafael Dorr

Lançamentos - Editora Valentina

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Índios,
Curtam o mais novo lançamento da nossa parceira: Editora Valentina


RIN TIN TIN 
A Vida e a Lenda
SELECIONADO PELO NEW YORK TIMES PARA O SELETO GRUPO DOS 100 MELHORES LIVROS DO ANO NOS EUA

“Fascina porque apaixona... Um livro não só para quem já teve um cão, mas para todos que já amaram um cão.” Ann Patchett

Sinopse
Ele achava que o cão era imortal.
Assim começa a vasta, poderosa e comovente narrativa de Susan Orlean sobre a jornada de Rin Tin Tin – de sobrevivente órfão a astro do cinema e ícone internacional do showbiz.
Suzan, redatora da New Yorker chamada de “patrimônio nacional” pelo Washington Post, passou cerca de dez anos pesquisando e escrevendo sua mais cativante obra: a história de um cão que nasceu em 1918 e nunca morreu.
A narrativa começa num campo de batalha francês da Primeira Guerra Mundial, quando Lee Duncan, um jovem soldado americano, descobre um sobrevivente: um pastor-alemão recém-nascido nas ruínas de um canil bombardeado. Para Duncan, que passou parte da infância num orfanato, a sobrevivência do cão fora um milagre. Havia algo em Rin Tin Tin que o compelia a compartilhá-lo com o mundo. Duncan o levou, então, para a Califórnia, onde suas aptidões físicas e a capacidade de representar chamaram a atenção da Warner Bros. Durante os dez anos seguintes, Rinty estrelou 23 sucessos do cinema mudo que salvaram o estúdio da falência e fizeram dele o cão mais famoso de todos os tempos. No auge da popularidade, Rin Tin Tin foi o campeão de bilheteria de Hollywood.
Ao longo das décadas seguintes, Rinty e seus descendentes fizeram a conturbada jornada do cinema mudo ao falado, do preto e branco à cor, do rádio à televisão, culminando no seriado de TV As Aventuras de Rin-Tin-Tin, um dos mais populares programas da época do baby boom. O legado do cão herói foi consolidado por Duncan e alguns outros – como Bert Leonard, o produtor do seriado da TV, e Daphne Hereford, a proprietária do atual Rin Tin Tin –, que dedicaram a vida para assegurar a imortalidade da lenda.
Na essência de Rin Tin Tin – a Vida e a Lenda há um tocante estudo do duradouro vínculo entre os humanos e os animais. Mas o livro é também uma história ricamente matizada da indústria do entretenimento e do empreendedorismo no século XX. Abarcando um período de 90 anos, ele aborda a mudança de status dos cães, de ajudantes em fazendas a membros diletos das famílias urbanas, da origem do treinamento para a obediência à evolução genética das raças, da ascensão de Hollywood ao passado e presente dos cães de guerra.
Rico de humor e emoção, repleto de momentos que certamente levarão o leitor às lágrimas, Rin Tin Tin fez parte da prestigiadíssima lista dos 100 MELHORES LIVROS DO ANO do New York Times, principalmente por ser uma mescla irresistível de história, humanismo e maestria narrativa – esplêndida celebração de um grande ícone universal por uma das mais talentosas escritoras da atualidade.

SOBRE A AUTORA

SUSAN ORLEAN é redatora da New Yorker desde 1992. Trabalhou como editora colaboradora da Rolling Stone e da Vogue e como colunista do Boston Phoenix e do Boston Globe. Seus trabalhos foram publicados na New York Times Magazine, Spy, Esquire e Outside. Orlean é autora de sete livros, entre eles Saturday Night, The Bullfighter Checks Her Makeup e O Ladrão de Orquídeas, best-seller do New York Times que inspirou o filme Adaptação com Nicolas Cage e Meryl Streep, dirigido por Spike Jonze. Oscar de melhor roteiro adaptado, além de premiado no Globo de Ouro e no BAFTA, entre muitos outros. Susan mora com a família e seus animais em Columbia County, Nova York. Para mais informações, visite susanorlean.com, twitter.com/susanorlean ou rintintinthebook.com.







ELOGIOS E COMENTÁRIOS:“Impressionante! Um livro capaz de comover até mesmo os de coração mais duro. Não se engane com o título, Rin Tin Tin não é, de forma alguma, apenas a biografia do célebre cão, como Moby Dick não é a simples história de uma baleia. Susan surfa na onda do tempo, começando lá na década 1900 até os dias atuais, e entrega ao leitor um resumo inteligente e sagaz de quase um século de cultura pop norte-americana. E o resultado desse tour de force é o casamento perfeito entre jornalismo, memórias e técnica literária. O livro é, sem sombra de dúvida, maior que a soma de suas partes.” — The Boston Globe

“Rin Tin Tin foi mais que um cão. Encarnou os paradoxos cruciais do ideal americano: um solitário e um fiel companheiro, guerreiro bravo, mas vulnerável. Aprendi, estarrecida, neste livro encantador, que suas 11 gerações abrangem a quase totalidade de um século. Nesta crônica de seus incríveis altos e baixos, Susan Orlean nos proporciona uma fascinante e inesquecível experiência de leitura.” — WALTER ISAACSON, um dos maiores biógrafos do mundo (Steve Jobs, Benjamin Franklin, Kissinger e Einstein)

“Fascinante… A abrangente história do pastor-alemão que nasceu nos campos de batalha da Primeira Guerra, sobreviveu aos bombardeios, imigrou para os Estados Unidos, conquistou Hollywood, viveu a transição do cinema mudo, ajudou a mobilizar milhares de protetores de animais contra Hitler é uma obra de valor inestimável.” — Primeira página do New York Times Book Review

“Adorei o livro. A história, a guerra, a indústria do entretenimento, a humanidade, a inteligência e a beleza se entrelaçam nesta magnífica narrativa sobre a vida americana, o vínculo entre humanos e animais e o vazio que seria não termos cães em nossas casas, nossas telas e nossos livros. Esta é a história que Susan Orlean nasceu para contar – um texto incrível, com fatos incríveis e personagens incríveis.” — REBECCA SKLOOT, autora de A Vida Imortal de Henrietta Lacks
“Simplesmente magnífico.” — Vanity Fair

“Profundamente tocante… Um livro inesquecível sobre a devoção mútua entre um homem e um cão.” — The Wall Street Journal

“Surpreendente… Susan Orlean construiu uma obra-prima tanto do ponto de vista do jornalismo quanto da narrativa em si. Há passagens que nos emocionam, trazem o leitor para a intimidade dos personagens. Grandes livros sobre a relação com animais de estimação estão em alta nas listas de mais vendidos, e Rin Tin Tin merece com louvor um lugar de destaque em todas elas. Inesquecível e espetacular.” — Chicago Tribune

“Épico... Emoção pura... Uma deliciosa história sobre um cão e o homem que nele acreditava.” — USA Today
“Obcecada pela história de Rin Tin Tin, por quase 10 anos Susan pesquisou o personagem exaustivamente e o resultado é um impecável trabalho de redação, possível somente para os grandes mestres da escrita. Fascinante.” — Kenneth Turan, Los Angeles Times

“Susan Orlean escreveu um livro sobre um pobre cão órfão que não só se tornou parte da família de milhões de telespectadores ao redor do mundo, mas cativou seus corações de forma definitiva e inconteste. E a História, como pano de fundo, é um prazer a mais.” — Scott Simon, NPR’s Weekend Edition
“Uma improvável, porém emocionante, história sobre a maior celebridade canina de todos os tempos, e o duradouro legado que fascina até hoje.” — People

“Espantoso. A busca e o apreço pelos detalhes são insanos. Não podemos dizer que se trata de um livro sobre um cachorro, sua vida e as pessoas que com ele conviveram. É, na verdade, um livro sobre como construir uma lenda, sobre devoção, sorte e heróis. No final das contas o leitor acaba nutrido por detalhes formidáveis e pela altíssima qualidade da reportagem em si.” — San Francisco Chronicle

JÁ SAIU NA WEB:
TV Folha: Biografia recupera a saga do cão Rin Tin Tin





Entrevista com Gail Carriger

Maiteí, índios

 A Editora Valentina pediu e algumas blogueiras muito legais enviaram suas perguntas para a escritora Gail Carriger. Confira












Irene Moreira: Blog Saleta de Leitura (http://www.saletadeleitura.blogspot.com.br/)
- A sombrinha da Alexia Tarabotti além de ser bem especial e diferente é a sua marca registrada e que deu o nome à série. Pode nos dizer por que escolheu a sombrinha?
GC: As sombrinhas, além de fazerem parte do cotidiano das jovens elegantes da época vitoriana, são uma ótima arma, sobretudo quando se tem vontade de dar uma "sombrinhada" na cabeça de alguém. Além disso, “sombrinha” é uma palavra muito agradável.

- No império Britânico os sobrenaturais conviviam em harmonia com os humanos em virtude de regras impostas evitando com isso o ataque e de se alimentarem de humanos. Já para o americano queimava vivo qualquer um que fosse acusado de sobrenatural. O que a levou a colocar os americanos como inimigos em potencial dos britânicos em relação aos sobrenaturais?
GC: Quis deixar um possível conflito no ar para os livros seguintes.  

- O mordomo Floote e o Lorde Akeldama são personagens que nos cativaram durante a história. Seus nomes são bem diferentes e sugestivos. Pode nos explicar em que se inspirou para batizá-los com esses nomes?
GC: Só em pouquíssimas ocasiões o personagem escolhe o próprio nome (Alexia sempre seria Alexia). Na maioria das vezes, os nomes que uso são cookies, ou seja, uma recompensa para o leitor cuidadoso. O nome pode passar aos leitores informações sobre o personagem, sua origem, sua identidade real e seu verdadeiro objetivo ou se relacionar a um aspecto histórico (Tarabotti) ou ainda dar alguma pista ou prognóstico ao seu respeito (Akeldama). Como adoro nomes, brinco com eles, quando possível. Um dia eu gostaria de escrever a história de Alessandro e Floote, mas ainda vai demorar um pouco.

Aline Polito: Blog Memoirs and Books (http://memoirsandbooks.blogspot.com)
- Você já conhecia ou já trabalhou com o Steampunk antes da série Protetorado da Sombrinha? Utilizou alguma fonte inspiradora para isso?
GC: Comecei a ter contato com o steampunk como movimento estético. Há muito tempo sou fã de roupas de época e do estilo gótico, e o steampunk me atraiu por mesclar ambos de um jeito divertido. Também adoro ver tecnologias antigas serem recicladas e transformadas em jóias, e adoro observar os incontáveis exemplos da incrível criatividade das pessoas nos últimos anos. 

Simplesmente Ana

terça-feira, 9 de julho de 2013

Simplesmente Ana
Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito/ Selo Novo Conceito Jovem

ISBN: 9788581631554
Ano: 2013
Páginas: 304


Sinopse 
Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

Impressão de Leitura
Gabriela Taranto


Antes de iniciar a leitura do livro lançamento da brasileira Marina Carvalho, vi várias críticas positivas, o que se tratando de um livro com gênero jovem-adulto e nacional, foi uma grande surpresa. Confesso que senti, pela sinopse, um certo medo da história ser repetitiva. Digo isto, porque sou fã de carteirinha da  incrível Meg Cabot e tenho todos os livros da série O diário da princesa, e senti uma certa semelhança entre os títulos. Porém a semelhança é somente sobre Mia e Ana serem princesas e descobrirem isso ao longo da vida e não no nascimento.

Bem, vamos falar do livro em si?

Simplesmente Ana é na verdade Ana Carina, uma jovem de 20 anos, moradora de Belo Horizonte e que leva uma vida normal com sua mãe e avós maternos. Tudo muda na vida dela quando seu pai, o Rei da Krósvia a descobre através do Facebook e sua vida muda completamente. Ana, como toda menina nessa idade tem uma paixonite e uma melhor amiga. Ela se vê deixando pessoas queridas no Brasil para poder vivenciar a experiência de uma princesa e conhecer melhor o seu pai e assim recuperar o tempo perdido. Lá ela conhece Alex, um filho adotivo de Andrej, seu pai. No começo ela e o rapaz se desentendem, mas logo depois isso cede lugar a outros sentimentos.

Lançamentos - Maurício Gomyde

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Maiteí, índios
Conheçam a capa e o título do novo livro de Maurício Gomyde com um recadinho dele:

"Livro Novo. Conheça aqui o título e a capa...
Pessoal, é com muito prazer que trago aqui a capa do meu quarto livro.

Espero que todo mundo se encante com a história. Divulgarei, aos poucos, a sinopse, a trilha sonora, o booktrailer.

Adicione o livro no Skoob e concorra, no lançamento, a 5 exemplares autografados e com marcador" 


Irresistível

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Seven Years to Sin
Sylvia Day
Editora Hamelin
Tradução: J. Alexandre

ISBN:978581861227
Ano:2013
Páginas: 232

Sinopse
Há sete anos, na véspera de seu casamento, a recatada Jessica Sheffield presenciou uma cena de libertinagem que nenhuma jovem inocente poderia imaginar. Escandalizada, mas estranhamente excitada, ela guardou silêncio com respeito ao escandaloso Alistair Caulfield, e andou para o altar da igreja como esperavam. Mas durante anos de um casamento sereno e tedioso, a imagem de Caulfield ardeu em sua imaginação, alimentando seus sonhos mais ilícitos… Alistair fugiu para longe da tentação da recatada debutante com o fogo da paixão gravado em seus olhos…. até o Caribe. Agora um comerciante rico, ele pouco tem em comum com o jovem libertino que ela conheceu. Mas quando Jessica, recém enviuvada, sobe a bordo de seu barco para cruzar o oceano, somente algumas peças de seda controlam sete anos de prazeres reprimidos… e a certeza de que sucumbir consumirá a ambos…

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique