Desastre

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Maiteí,índios
Esta semana nós aqui e mais algumas amigas blogueiras faremos a "Semana de Resenhas" de uma editora muito legal, a qual temos bastante livros até, é a Editora Leya e seus respectivos selos - Lua de Papel e Quinta Essência. Durante está semana vocês terão a oportunidade de conhecer um pouco de livros que talvez você não tenha pensado em ler somente por olhar a capa. A primeira resenha segue abaixo é do livro Desastre. Este livro é de 2010, porém eu comprei bem barato na Bienal de 2011. Vamos lá e não perca os outros

Fated
S.G.Browne
Editora Leya

Tradução: Inês Pimentel
ISBN: 9788580440287
Ano: 2010
Páginas:272

Sinopse
Regra Nº1: Não se envolva com humanos. Num mundo onde os sentimentos, caminhos e valores dos seres humanos são comandados por entidades superiores, o destino pode ser traiçoeiro. Conheça Fado, um imortal que designa sinas aos homens, mora num apartamento de luxo em Nova York e veste uma atraente roupa humana. Solidário com seus clientes e apaixonado por uma vizinha, passa a burlar suas tarefas, alterar destinos e bagunçar as coisas no reino dos Céus. Com um texto leve, hilário e muito atual, Desastre vai fazer você repensar suas escolhas, acreditar no poder do amor, e descobrir que até a Morte não é assim tão má pessoa. 


Resenha por Ver sobreira

O AMOR NÃO É UMA ESCOLHA, É UM DESASTRE.

Fado, Destino, Sina você algum dia já parou para pensar sobre isso? Olha, vou dizer-lhes fado é destino, sina, porém destino nem sempre é fado. Porquê fado é algo mais pesado, quase sempre sem chances de solução. Já destino é algo menos temeroso, pois pode ser mais fortuna que qualquer outra coisa. É disso que se trata Desastre, uma narrativa descontraída, porém extremamente sarcástica de como Fado quis mexer com o Destino e arranjou uma grande confuso. O mais legal desta história, é que é quase uma narrativa sobre anjos, porém às avessas.  Nos apresenta a Morte, a Gula, o Carma, o próprio Destino com características bem humanas e que não estão nem ai para os seres humanos, pois somos contagiosos. Destino por exemplo é uma mulher voluptuosa, vai entender, rsrsr...

Fado é um cara cheio de regras, se ele tem que conduzir a sina dos seres humanos as regras são inevitáveis. Ele vive em uma cobertura em Manhattan, mas pode ir para vários lugares. O que ele mais gosta de fazer é o observar o vaivém dos humanos, em suas vidas patéticas  como ele mesmo afirma, principalmente quando estão em um shopping. Mas agora Fado está com um problema, Jerry (Deus) percebeu que ele anda um tanto quanto desleixado em seu trabalho – o que segundo Fado foi a mais de 200 anos e só agora Jerry perceber –, suas cotas estão caindo, e Jerry  não admite isso. Por isso Fado é chamado ao escritório do Todo-Poderoso, pois cumprir as cotas é muito importante para o equilíbrio. A partir daí Fado questiona-se se ele mesmo não poderia ser outro, então ele começa a se meter em assuntos do Destino e toda coisa fica pior quando ele conhece a humana Sara Griffen. Outra informação, seu pseudônimo é Fábio



Desastre é uma narrativa em primeira pessoa, onde o politicamente incorreto impera. Estão reunidas todas as características e valores que os seres humanos possuem, porém retratadas de uma forma bem crua e hilária. Fado ou com seu pseudônimo Fábio, complica a coisa toda quando se apaixona por uma humana. Ele tem várias regras, mas quebra a principal regra de Jerry, "não se envolva com os humanos". Quando ocorre isso, todo o equilíbrio é afetado; porém o mais curioso e legal desta  história é justamente a forma como ele é contada. A perspectiva de Fado é a mais engraçada e ácida possível.

No sentido prático, há uma mensagem implícita na narrativa de S.G. Browne, não precisamos nem procurar, pois ela está lá. A história nos mostra, como nós seres humanos somo egoístas e individualistas, entre outras coisas. No campo do entretenimento é muito divertida, descontraída, pois ela apresenta situações ilógicas, surreais e absurdas.  O final caminha para uma desfecho surpreendente e que nenhum leitor com certeza contava. Confira. Recomendo.

Esta resenha faz parte da "Semana de Resenhas  Editora Leya"

Confira outra resenha no blog parceiro:
Alquimia dos Romances

7 comentários :

  1. Já tinha ouvido falar que esse livro é bom, mas nunca li uma resenha dele nem sabia da sinopse. Agora que li sua resenha, fiquei bem interessada!
    A história parece ser ótima, e o fato de se misturar com um humor ácido é ainda melhor! Já coloquei na minha lista de leituras ;)

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Puxa vida... Deixei de comprar esse livro por 10 reais semana passada porque não conhecia ninguém do meu círculo de amigos que tivesse lido. Me arrependi amargamente agora. Parece ser bem legal...

    ResponderExcluir
  3. Adorei a capa, esse eu ainda não não conhecia.
    Fiquei interessada, a história me chamou bastante atenção.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Uma ótima resenha Veronica. Me deixou curiosa e interessada em conferir o livro, mesmo não sendo muito o meu estilo. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Este livro estava na minha lista de desejados faz tempo! Preciso arranjar verba para comprá-lo rs

    Beijos,

    Caroline, do Criticando por Aí.

    ResponderExcluir
  6. Amei essa resenha, eu nunca tinha me interessado neste livro, mais minha opinião mudou agora!!
    Ótima resenha

    beijos mila

    ResponderExcluir
  7. Este livro faz tempo que esta
    na minha listinha de desejados.
    Otima resenha, fiquei com mais
    vontade de lê-lo
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique