Tapete Vermelho

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

M.S.Fayes
ISBN:9788582300145
Ano:2013
Páginas:182

Sinopse
Uma jovem garota brasileira resolve se aventurar em um curso de inglês no exterior. Na poderosa LA. Em meio ao itinerário de passeios mesclados com estudos, ela se vê em um torvelinho de emoções ao conhecer subitamente um astro em ascensão do cinema. Seus passeios acabam sendo mais intensos do que poderia sequer sonhar. Ela se vê no poderoso mundo das celebridades, onde o glamour pode deslumbrar ou ofuscar seus ideais. O mais importante, porém...seria ela capaz de manter um romance onde os holofotes nunca se apagavam ?




Resenha por Ver Sobreira

Tapete Vermelho foi como diríamos uma grata "surpresinha". Através de uma amiga blogueira fizemos parceria com a autora. O livro foi lançado ontem em Brasília, pois a Martinha, que é a autora é de lá. Esperamos que tenha sido um sucesso. O livro tem uma capa meio a la Meg Cabot, não acham? E acredito que a leitura para alguns possa lembrar a autora. Particularmente não sei dizer com certeza, pois só li a série a Mediadora, ainda não tive oportunidade de ler outros livros dela. Mas vamos ao Tapete Vermelho, quarto livro da nossa semana de nacionais.

Mariana tem 19 anos e acaba de terminar um relacionamento um tanto quanto conturbado, com um cara extremamente possessivo. Por isso para fugir disso tudo e espairecer sua cabeça, decide fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, para aperfeiçoar seu inglês, já que no momento está de férias da faculdade de jornalismo. Em pleno aeroporto de Los Angeles, enquanto espera por uma solução sobre sua bagagem perdida, ela conhece nada mais, nada menos de que James Bradley, astro inglês que faz um enorme sucesso entre mulheres de 14 aos 40 anos, como ela afirmar. A partir deste momento coisas inusitadas, situações constrangedoras, luzes, flashes e paparazzis passam a fazer parte de sua vida, sem que ela consiga manter controle sobre isso.


Bem, o livro li em um susto rsrs... é, praticamente um dia e meio, só não li mais rápido por conta das letras pequenas e da cor das páginas do livro que infelizmente é branca, mas sem problemas. Livro de estreia da escritora M.S.Fayes, a história de Marina ou Nina como ela gosta de ser chamada é uma espécie de conto de fadas moderno. Há momentos em que Nina, se pergunta se não está sonhando, pois como um ator de Hollywood pôde se apaixonar perdidamente por ela e ela por ele.

O romance, é verdade que se sucede de uma forma muito rápida, James é fofo, mas é muito possessivo e ciumento. Nina não é uma deslumbrada com a vida dele, o que achei bem legal, é uma menina próxima do real, pé no chão. E, é justamente isso que atrai James para ela. Ele que sempre foi um cara envolvido com grandes estrelas e pessoas interesseiras, adora a pureza, o bom-humor e a honestidade de Nina.

A narrativa é em primeira pessoa, – olha sei que venho falando demais isso aqui, está na moda, mas às vezes em determinada situações a narração do personagem fica chata, pois parece mais um diário de acontecimentos, que um livro em prosa. Não prejudicou o desenvolvimento da história é verdade, mas em terceira pessoa teríamos uma história mais rica. Na maioria de suas 182 páginas o livro é bem dinâmico, há alguns momentos mais arrastados, pois justamente tendo Nina como narradora faz com que ela passe muito tempo, – diga-se de passagem mais do que necessário – descrevendo cada detalhe de tudo que acontece, dos lugares onde vai, das roupas que veste, etc, talvez a autora não tenha percebido isso, mas é verdade. 

Em suma, o final é clichê, mas é lindo como um bom romance. A história se passa em três meses da vida dos protagonistas e muita coisa acontece em pouco tempo, mas tudo bem é o amor. Com confiança indico o livro para quem gosta de boas histórias românticas, e até me arrisco em dizer que merece uma continuação. 
Recomendo. Deixo para Jim e Nina uma música, de uma das minhas bandas preferidas Nickelback - Never Gonna be Alone


Time, is going by
So much faster than I
And I'm starting to regret not spending all of it with you
Now I'm wondering why, I've kept this bottled inside
So I'm starting to regret not telling all of it to you
So if I haven't yet I've gotta let you know
You're never gonna be alone


O tempo está passando
Muito mais rápido do que eu
E estou começando a me arrepender de não passá-lo com você
Agora estou imaginando porque deixei isso preso dentro de mim
Então, estou começando a me arrepender de não ter dito tudo para você
Então, se eu ainda não te disse, tenho que deixar você saber que
Você nunca vai estar sozinha

Confira outras resenhas  para este livro:

8 comentários :

  1. Oi Veronica! Ownnnnnnn eu ganhei esse livro e ainda não chegou. :( Quero muito ler. Adoro romances, com ou sem final clichê. A sua resenha so me fez ficar com mais vontade de ler o livro. Mais que valeu essa dica. bjoks
    Eykler

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha Verônica. Eu adorei o livro. Fiquei muito feliz de ter aceitado ler para resenhar. o livro foi uma grata surpresa e com certeza ele merece uma continuação. Inclusive estamos fazendo um corredor polonês, para gentilmente fazer com que a autora comece loga a escrever... kkkkkkkkkkkk
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Resenha linda Ver !!!!

    Fiquei tocada com a forma que você descreveu a narrativa!!!

    O livro deve ser lindo só posso esperar que chegue logo a vez dele na minha interminável lista!!!


    tem horas que dá vontade de burlar essa lista e começar a ler logo livros como esse,que eu sei que vai me conquistar profundamente!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sou suspeita para falar desse livro, porque adorei. Um romance super gracinha, que dá vontade de apertar os dois protagonistas. FIquei torcendo por uma continuação também, mas não sei se a autora vai se aventurar por esse caminho não. E eu fico com medo também... kkkkkkkkkkkkkk
    Ficou tão perfeitinho que fico com medo de desandar... kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Mais uma vez amei a escolha da música. Sinto que temos um gosto parecido, hahaha
    Essa é uma das minhas próximas leituras.
    Acho que vou curtir o livro, embora tenha carinha de chick-lit!

    Bjks

    ResponderExcluir
  6. Achei lindaa e meiga a capa. Pela sua resenha deve ser uma boa historia. Espero ter a oportunidade de lê-lo.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Nossa Varôncia, que clipe triste...
    Até chorei... :(

    Haa adorei a resenha, o livro é lindo, mais concordo com o excesso de descrição..

    beijos mila

    ResponderExcluir
  8. A autora percebeu o detalhe da descrição detalhada...mas livros em primeira pessoa requerem exatamente estes feitos, exatamente pela diferença de narrativas. E primeira pessoa a gente acelera os fatos, descreve os feitos e elabora os destinos...eu mudaria muita coisa nele se fosse hoje...mas daih não seria meu original, neh? Acabei arriscando no fato de manter o ritmo mais acelerado...e qto a ser clichê...bem...o qie dizer....eu amo um bom romance, com intrigas e dramas, algo com um toque apimentado das novelas mexicanas...entao ele fica totaaaaaalemente clichê...mas eh p ser rápido, suti e singelo.
    Acho que consegui isso, neh? Pelo menos eu espero...hahahhha

    Bjuuuu

    E mais vez obrigada pela resenha super fofa!

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique