Incarceron

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Incarceron
Catherine Fisher
Editora Novo Século

Tradução: Paulo Rotta
ISBN: 9788576798224
Ano:2012
Páginas: 350

Sinopse

Imagine uma prisão tão grande e tão vasta, a ponto de conter corredores e florestas, cidades e mares. Imagine um prisioneiro sem memória, que acredita firmemente ter nascido no Exterior, mesmo que a prisão esteja selada há séculos e que apenas um homem, em cuja a história se misturam realidade e lenda, tenha dela conseguido escapar.
Agora, imagine uma garota vivendo em um palácio do século XVII movido por computadores, onde o tempo parecer ter sido esquecido. Filha do Guardião, está condenada a aceitar um casamento arranjado, cujos segredos a aprisionam em uma rede de conspirações e assassinatos, da qual ela deseja desesperadamente fugir.
Um está dentro.
A outra, fora.
Entretanto, os dois estão aprisionados.
Conseguirão enfim se encontrar?
Parte fantasia, parte distopia, Incarceron reserva ao leitor a emocionante aventura de Finn e Cláudia, dois jovens que desejam, a qualquer custo, destruir a barreira que os separa da liberdade.

Resenha por Ver Sobreira


O experimento será ousado, e talvez haja riscos que não tenhamos previsto. Mas Incarceron será um sistema de grande complexidade e inteligência(...)


Nos últimos anos o conceito de distopia tomou conta da literatura e já que a maior parte dos livros publicados aqui são de literatura estrangeira, seria muito difícil não aderirmos a mais um subgênero. Incarceron da inglesa Catherine Fisher, foi muito aclamado pela crítica na época de seu lançamento em 2007. Chegou as livrarias brasileiras no fim do ano(Novembro-2012). Não sei como está sendo a receptividade, mas afirmo é  uma leitura interessante e muito reflexiva. Mescla de ficção-científica, fantasia e distopia a trama retrata a luta de dois jovens: Finn e Cláudia. Um está dentro de Incarceron e o outro está fora, mas ambos  estão encarcerados.

Em um mundo não identificado apesar de toda tecnologia, pessoas vivem como se estivessem em uma era passada muito distante e suas vidas são regidas por Protocolos; e é também neste mundo que está Incarceron, a prisão viva. Uma inteligência artificial. Nanotecnologia e clonagem, duas descobertas da ciência voltadas para este experimento. Incarceron era para ser um organismo regenerador de uma sociedade que queria estabelecer a lei e a ordem, porém ao longo do tempo a prisão ganhou vida própria. 

O Guardião, único sabedor de sua localização pensava ter tudo sobre total controle, mas ele não contava com a perspicácia de sua herdeira, Cláudia. Criada para ser Rainha, ela terá que representar um papel,  um casamento arranjado. Sempre desconfiada das razões do pai para aceitar este casamento, ela faz descobertas impensáveis sobre ele. Finn é um prisioneiro de Incarceron, porém ele tem lembranças do mundo exterior e isso está o matando aos poucos. Decidido a descobrir que ele é, resolve ir em busca de um saída para fugir do inferno que é Incarceron. Todos dizem que ele é um nascido nas celas, porém ele não acredita nisso.

A narrativa criada por Catherine Fisher é sem par. Ela discute em seu livro, diversos problemas das sociedades atuais. As fraquezas do ser humano, a ganância, a luta pelo poder. Faz uma alusão também a quem realmente somos e se somos capazes de dar conta de nós mesmos e como o sistema pode ser manipulador. A fantasia gerada na trama sustenta reflexões sérias sobre a natureza humana.

A maioria dos personagens criados por Fisher têm algo de interessante a mostrar. Cláudia é uma jovem destemida e decidida; Finn  é um personagem médio.; Keiro, irmão de Finn por juramento é ganancioso, frio, porém um personagem fortíssimo; Attia, é doce apesar de todas as provações que passou; Gildas é um sapiente louco e Jared, tutor de Cláudia e que parece ser o mais frágil dos personagens deterá em suas mãos o futuro de Incarceron.

Narrativa surpreendente, mistérios, tramas, intrigas, traições, suspense é o que aguarda você em Incarceron. Não deixe de ler. Breve leremos Sapphique, a continuação, também já lançado aqui.



9 comentários :

  1. Estou lendo esse livro e estou bem no começo, vou gostar mais da leitura depois de ler sua resenha.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ver! Comprei este livro ontem, o enredo me atraiu e agora sua resenha confirmou que trata-se de uma ótima leitura.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha verônica. Mas, eu não gosto de livros distópicos, e não sei se darei uma chance a este. Pelo menos neste momento, não acho que iria gostar, mas no futuro, quem sabe???
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Já ouvir falar desse livro, e gostei bastante da historia Verônica. Como gosto muito de mistério e suspense, esse livro é perfeito pra mim.
    Estaria aguardando a resenha de Sapphique.

    Beijos, Andressa.

    ResponderExcluir
  5. Ahh fiquei louca para ler..... que resenha de matar de ansiedade é essa amiga???

    Ainda bem que o meu está chegando....

    bjsss

    Bianca

    ResponderExcluir
  6. Resenha maravilhosa.. é a segunda resenha que leio deste livro.. e está resenha me mostrou outros pontos de vista.. já to doida por este livro né...
    Beijo mila

    ResponderExcluir
  7. Oi Veronica. Amiga que resenha é essa?.... Eu não conhecia esse livro, ainda. Mas assim vou ter que dar um jeito de me apresentar para ele. dica anotadíssima. Estou abrindo meus horizontes parar novos estilos,e esse com certeza será um dos lidos. bjs
    Eykler

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito de uma boa distopia, mas acho que as pessoas ainda não se deram conta do que isso significa de fato. Pela sua resenha, Incarceron parece ser uma excelente pedida. VOu ler com certeza.

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique