Crônicas do Vagão Feminino

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Oi, Índios
Como vocês sabem não sou escritora e nem pretendo ser, mas como em Maio começo a especialização em Literatura Brasileira, preciso treinar muuuuuuuito minha escrita, por isso tive ideia dessa nova, vamos dizer! coluna não, postagem. Toda quinta-feira, sempre à noite vou postar para vocês uma espécie de crônica, porque gente coisas muito engraçadas acontecem no vagão feminino.Confira e se gostarem comentem. Valeu!!!


50 Tons, Toda Sua,  as mulheres piram e os homens não respeitam o vagão feminino

Em 23 de março de 2006 a Câmara do Deputados do Estado do Rio de Janeiro sancionou uma lei "em prol" das mulheres, a Lei Ordinária Estadual instituído o vagão feminino, lei essa para ser cumprida pela Supervia e MetroRio. Bem, 7 anos se passaram e a lei continua a ser simplesmente ignorada, bastou o trem sair da estação principal e na próxima entra um homem no vagão, ainda que ele fique na porta, pois encara um monte de caras feias, essa lei  não é cumprida. A lei estabelece que um vagão devidamente identifica com a coloração rosa entre às 6:00 e 9:00  e 17:00 e 20:00 nos dias úteis, ou seja de segunda a sexta-feira deve ser EXCLUSIVO das mulheres. 

Gente, quem anda neste vagão sabe, as coisas mais bizarras acontecem nele, porque vamos combinar, eu sou mulher, mas mulher adora uma confusão, um barraco e uma discussão. Esta semana, em plena segunda-feira às 7 horas da manhã duas mulheres foram de Campo Grande, – é eu moro em Big Field – até a estação de Mangueira discutido, pasmem, sobre a utilidade deste vagão. Enquanto uma dizia que não via importância nenhum, que o que a Supervia devia fazer era melhorar os horários e manter banheiros, a outra levantava a bandeira da conquista. Dizendo que éramos privilegiadas, porquê não era em todos os países que tinha isso, e blá, blá, blá.

Bem, enquanto as duas discutiam, coloquei meu fone para ouvir Maroon 5 e comecei a observar uma coisa curiosa, no vagão feminino um grande número de mulheres leem – porquê conseguem ir sentadas né?  – e o mais engraçado é que esta semana pelo menos 5 estavam lendo o mesmo livro. Adivinhem qual?Cinquenta Tons de Cinza, outras duas estavam lendo Toda Sua e outras lendo, sempre lendo. Então aquela vontade de perguntar assim "Você está gostando do livro?" e outras surgiram por supuesto?. Sou leitora e blogueira, estudiosa de literatura e ai não teve jeito, acabei interrompendo a leitura dela. Ela se chama Marina* e estava lendo 50 Tons, mas o livro pessoas estava com a capa dobrada, ai vocês se perguntam?, como eu sabia que era 50 Tons?, eu a vi retirar da bolsa meio escondido, parecendo não querer que alguém visse o que ela estava lendo. Como mencionei, os homens não respeitam o vagão feminino, é, e alguns discutem mesmo por conta disso. Às vezes ouço alguns comentarem, "não sei o que mulher tanto lê nesses livros, elas não desgrudam dessas porcarias." 

Mas voltada a Marina que estava lendo 50 Tons de Cinza com o livro dobrado, em uma conversa rápida descobri que ela é cristã e que houve um pequeno alvoroço na igreja dela por conta desse livro. A pastora proibiu que lessem, uma das irmãs como ela mencionou pegou o livro de alguém e começou a ler e ai passou a emprestar, no final umas vinte mulheres tinham lido o livro e bem ...o resto nós sabemos né? Passado o alvoroço, ela estava na Carioca e passou na feira de livro e o dito cujo estava em promoção, então ela disse que não resistiu, mesmo sabendo que a pastora tinha proibido, comprou, já está na metade e quer ler o segundo. O motivo do livro dobrado é que às vezes ela encontra uma irmã da igreja no trem, vejam que coisa engraçada.

Voltando as que estavam discutindo. A que levantou a bandeira da conquista feminina se calou, não foi páreo para outra que sustentou todos os argumentos possíveis do porquê dessa lei ser uma fajutice e que ninguém nesse país respeita as leis mesmo. A Supervia, ela disse, tem é que: fazer banheiros decentes nas estações, colocar mais carros nos ramais, até porquê segundo ela se a mulher é "encoxada"– palavras dela –é por não se dar ao respeito mesmo, e que na falta de se dar o respeito e os homens não estarem nem ai, nosso corpo tem uma arma, uma boa cotovelada lá sempre resolve.

A  verdade é que não há respeito mesmo e uma coisa que lembrei, meu tio mais novo que regula idade comigo, tem pavor do vagão feminino, quando ele está na Central do Brasil, onde pega o trem todos os dias, ele  diz que nem olha lá para dentro, as mulheres dão medo, pode?

Bom gente espero que gostem, mas se não gostarem, tudo bem.

*Marina - nome fictício
Observação da lei: A Lei é para  resguardar a dignidade da pessoa humana, evitando qualquer possibilidade de assédio sexual, costumeiro nos transportes públicos desta natureza com a superlotação.

Novidades - Editora Dracaena

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013



Doe sangue e ganhe um livro

A Campanha Nós queremos o seu sangue tem um único objetivo: Despertar novos doadores de sangue em todo o Brasil e convidar os já doadores a estarem fazendo uma nova doação.

Sabemos que em períodos como o Carnaval, os estoques dos Hospitais e Hemocentros de todo o país ficam esgotados devido ao grande número de acidentes, o que requer uma demanda maior de sangue.
Acesse nosso Blog, conheça as regras e saiba como participar.


Se você não puder doar sangue, pedimos que ajude na divulgação.
Compartilhe o Banner ou Cartaz da Campanha com seus amigos no Facebook:

Faça a postagem da seguinte frase no seu Twitter: #Doe sangue e ganhe um livro. Acesse o blog da Editora Dracaena e conheça as regras.



Dracaena anuncia lançamentos


O Punhal – Nova Edição
Jéssica Anitelli
Gênero: Ficção , Romance Sobrenatural
ISBN: 9788564469716
 Páginas: 322

Sinopse
Seus olhos verdes sempre cruzavam com aqueles olhos gélidos durante a noite. Ao vê-los, junto com aquela pele esbranquiçada, o coração disparava, os pelos do corpo arrepiavam e a boca secava. Eram essas as sensações que Diogo sentia ao ver a figura daquele homem que o seguia desde criança. Sentia medo, lógico, mas por outro lado tinha a sensação de que algo em sua alma os ligava. Mal sabia que Augusto, um vampiro com mais de 100 anos, tinha planos para ele, planos esses que envolviam sua ida para a vida noturna. Após a noite em que o sangue de Augusto tocar seus lábios sua adolescência nunca mais será a mesma, se tornará sombria, tenebrosa, intrigante e ao mesmo tempo fascinante. Mas conseguirá ocultar lembranças e sentimentos humanos? Esquecerá o amor por Júlia? As mudanças sofridas no início de sua existência noturna serão baseadas em Henrique, um vampiro que possuía os mesmos olhos verdes de Diogo e de sua família, tão verdes quanto às esmeraldas contidas no punhal.



Não deixe o sol brilhar em mim - Nova Edição
Evandro Raiz Ribeiro
Gênero: Ficção , Romance
ISBN: 9788564469341
Páginas: 308

Sinopse
 Uma História de vampiros diferente. Dennis é um garoto que se mudou para a casa do tio após a morte dos pais, e lá chegando é maltratado pela tia. Também é perseguido na nova escola por alguns garotos mais velhos.Tudo parecia sem sentido, até que conhece Valquíria, uma estranha e solitária menina da vizinhança. Desse encontro nasce uma amizade sincera, em meio aos anseios da adolescência, paixão, amor, em que cada um preenche o vazio existencial do outro.Porém, as pessoas que perseguem Dennis, começam a ser atacadas violentamente. Valquíria é na verdade um VAMPIRO que precisa de sangue humano para sobreviver. Não Deixe o Sol Brilhar em Mim é uma história de vampiros diferente, em que a fuga da solidão ultrapassa o limite do sobrenatural.



Novos Autores em destaque

Entrevista com Jorge Plá Y Cid -  O Espelho

















Entrevista com Andreas Andraes - Ellevar - Embarque no Mundo dos Sonhos.
Clique: Facebook

















Dracaena anuncia 20 novos Lançamentos em formato digital:

Entre as obras publicadas exclusivamente em formato digital, podemos destacar:


Você pode comprar esses e outros títulos na Amazon, Google Play, IBooks, IBA, Positivo Livros, Gato Sabido, Kobo, Livraria Cultura, Gato Sabido e outras dezenas de Lojas em todo o mundo.




Visite o link PUBLIQUE em nosso site e saiba como enviar seu
original para avaliação.



O Lado Bom da Vida

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

The Silver Linings Playbook
Matthew Quick
Editora Intrínseca

Tradução:Alexandre Raposo
ISBN:9788580572773
Ano:2012
Páginas:255

Sinopse
Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que "é melhor ser gentil que ter razão" e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a cunhada viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez. Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.

Resenha por Ver Sobreira

(...) Não quero ficar no lugar ruim, em que ninguém acredita no lado bom das coisas, no amor ou nos finais felizes, e onde todo mundo me diz que Nikki não vai gostar do meu novo corpo, nem vai querer me ver quando acabar o tempo separados. Mas também tenho medo de que as pessoas de minha antiga vida não sejam tão entusiásticas quanto estou tentando ser agora.(...) pg. 8

A vida é cheia de altos e baixos; a felicidade é construída de momentos e não de alegria constante. São clichês sobre uma visão de vida, e que às vezes podem definir uma pessoa. O lado bom da vida, cujo a adaptação chega as salas de cinemas brasileiras na próxima sexta-feira(01/02), dos nove livros que li este mês é o melhor. A história fala de esperança, otimismo, perseverança, dar a volta por cima sobre uma situação, mas também da angústia, da insanidade, incompreensão, em suma da convivência entre as pessoas e de como somos capazes de nos torna tão insuportáveis.

Pat Peoples passou alguns anos em uma instituição para doentes mentais. Agora ele se tornou um resiliente, decidiu que será uma pessoa capaz de resistir, lidar e reagir de modo positivo em situações adversas, até porquê sua mãe Jeannie o retirou do lugar ruim e ele poderá voltar para casa e tentar colocar tudo no lugar, principalmente com sua esposa Nikki. Mas Pat perdeu a noção do tempo, pois o que aconteceu com ele,  faz com que pense que só se passaram alguns meses desde de que ele e Nikki decidiram pelo tempo separados. Pat vai morar no porão da casa dos pais e a partir daí começamos a descobrir o que desencadeou seu surto psicótico e que caminhos precisará trilhar para manter sua sanidade e ser novamente confiável para todos à sua volta.

A história de Pat Peoples não é a historia de qualquer pessoa, mas pode acontecer a muitos pessoas. Ele era um homem aparentemente muito bem casado, porém não dava a mínima para os sentimentos da esposa, isso nos colhemos pelas próprias palavras dele. Ao ficar preso este tempo na instituição, mesmo com todas as situações que passa, ele começa a se questionar sobre as atitudes que teve, mas ele não lembra de praticamente nada que aconteceu, principalmente do  dia em que foi internado; os acontecimentos deste dia foram bloqueados pela sua mente.

A narrativa de Matthew Quick é reveladora sob o ponto de vista de como vemos o mundo e como ele muda nossa perspectiva quando estamos em situações adversas e só pensamos nelas. A história de Pat é um paradoxo, pois ao mesmo tempo em que é uma lição de otimismo diante da vida, é também a mostra da angústia, que está encadeada à princípio ao tipo de criação que uma pessoa tem, sua convivência com os pais. No caso dele percebemos que o pai de Pat tem muita culpa no modo dele ser e é possível comparar as atitudes que Pat tem diante da vida com a forma de agir do pai.

Pat está em busca de libertação e nesta busca ele se torna maníaco obsessivo por exercícios e corrida. A mãe monta uma academia no porão para ele; ele chega a correr vinte e cinco quilômetros por dia. Mas tudo isso faz parte de um processo para alcançar um único objetivo, reconquistar sua esposa Nikki e demonstrá-la que ele é um homem melhor.  O lema de  Pat " é melhor ser gentil que ter razão". Para tentar vencer esta batalha ele contará com a ajuda do Dr. Patel, seu terapeuta e Tiffany, a cunhada de seu melhor amigo Ronnie que é viúva e praticamente vive a mesma situação que Pat.

Narrativa em primeira pessoa, pois neste caso a opção do autor foi perfeita, porquê faz-se necessário vivenciar as experiências de Pat. História comovente, questionadora, perfeita para os dias de hoje. Recomendadíssimo. Espero que a adaptação para o cinema seja a altura, pois o livro superou minhas expectativas. Não posso escrever mais que isso, pois eu gostei tanto do livro que corro o risco de contar toda a história.

Redes Sensuais

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

L.Midas
Editora  Pimenta Malagueta
ISBN:9788565512084
Ano:2012
Páginas:547


Sinopse
Algumas das chamadas Redes Sociais. Virtualmente conectando pessoas a despeito da distância física. Conferindo-lhes a liberdade de múltiplas identidades ou até mesmo, personalidades. Revolucionando os relacionamentos entre as pessoas. Criando novas oportunidades de negócios para aqueles que dominam a tecnologia e não hesitam em usar a crença de outros em antiquados paradigmas para seu benefício próprio. Fundindo o real e o virtual, o autêntico e o forjado, através do simples clique de um mouse. Laptop, telefone celular, tablet : Ferramentas de negócios, lazer e também indispensáveis para os homens e mulheres modernos em busca de aventuras. Redes on-line, amizades virtuais, abraços dados através de emoticons, beijos assoprados para a web-câmera, sexo virtual pela internet. E o suor, a saliva, a paixão do sexo real obtido quando se é membro de uma das Redes Sensuais.

Apresentação por Ver Sobreira

Nos últimos anos a internet tem sido a responsável por mais, pasmem, mais de 60% dos encontros entre pessoas, seja amizade, negócio e principalmente com fins amorosos e sexuais.Os relacionamentos ganharam força com este advento. Ainda que muitas vezes superficiais, podem resultar tanto coisa boas como ruins, mas não há dúvida de que a rede conectou a pessoas.

É sobre isso e alguns outros assuntos que trata o livro do Redes Sensuais do mineiro L. Midas que há mais de  10 anos vive na Suécia. Midas faz um apanhado de histórias que antes mesmo de ser ficção, estão totalmente próximas da nossa realidade. Através da história de 5 personagens: 3 homens Marcos, Axel e Daniel; duas mulheres, Vanessa e Ingrid, ele traça o perfil destas pessoas. Inclusive um dos personagens mais interessante deste livro é Marcos, um cara que é casado, pai de 2 meninas e muito "descolado" que usa a internet para conhecer pessoas, principalmente mulheres, com as quais acaba estendendo o relacionamento, para fora do âmbito da rede,  gerando assim encontros mais estreitos e com isso um envolvimento sexual.

L.Midas revela também nesta história o impacto que a internet tem na vida das pessoas, tanto de forma positiva, bem como negativa. O livro  envolve uma reflexão sobre este meio de relação, que com apenas um click tudo pode ser ilimitada, sem pudores. Será que há  um quê de solidão que faz com que as pessoas sejam mais suscetíveis a trato primeiramente de forma impessoal? Enfim, o livro nos incita a refletir sobre algumas destas questões.

E ao ler a narrativa de Midas é impossível não relacionar a leitura com o real. Muitas pessoas acabam se conhecendo via internet, e sendo assim é fácil identificar os diversos sites de relacionamentos que proliferaram nos últimos tempos. Como exemplo de um deles temos a rede social Badoo, onde você encontra uma infinidade de maneiras para se relacionar com pessoas do Brasil e do mundo através de
chat para bate-papo. É curioso observar como é muito mais fácil as pessoas se soltarem quando, ao invés de um cara a cara, há um mouse e uma tela, um click e um mundo de possibilidades. 

Em suma, espero que vocês gostem de Redes Sensuais, pode que não seja o gênero da maioria, – pois Midas, nos apresenta como romance na descrição, porém o livro em muito se assemelha ao gênero crônica, devido a composição textual e o ritmo de leitura –, mas o tema é atualíssimo. Abaixo você encontra um link para acessar o primeiro capítulo. Confira!!!

Primeiro  Capítulo: Redes Sensuais

Lançamentos - Editora Novo Conceito

18/02


O Livro do Amanhã – Cecelia Ahern 
Sinopse
 Tamara Goodwin sempre teve tudo o que quis e nunca precisou pensar no amanhã. Contudo, de repente, seu mundo vira de cabeça para baixo e ela precisa trocar sua confortável vida da metrópole por uma cidadezinha do interior. Assim, Tamara logo se sente solitária e louca para voltar para casa.
Então, uma biblioteca itinerante chega ao vilarejo, trazendo junto um misterioso livro de couro trancado com uma fivela dourada e um cadeado. O que Tamara descobre ao longo de suas páginas a deixa surpresa. E tudo começa a mudar das maneiras mais inesperadas possíveis… Será possível mudar o amanhã?








Meu amor, meu bem, meu querido – Deb Caletti 

Sinopse

 Ruby McQueen nunca tivera problemas sendo boazinha, e sempre fez questão de ter um bom relacionamento com sua família, ir bem na escola e tomar boas decisões. Esse é o motivo do porquê ninguém fica mais surpreso do que ela mesma quando o mau caráter Travis Becker a suga para seu mundo de privilégios e ilegalidades, e ela o segue voluntariamente. No entanto, quando Ruby faz o impensável, começa uma louca aventura de várias gerações, conforme seus entes mais íntimos fazem de tudo para salvá-la dela mesma. Será que um verão pode mudar o que Ruby sabe sobre o verdadeiro amor, a família, o destino e seu próprio coração?





A Caçada – Clive Cussler
Sinopse
 O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro. Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada.
Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.





25/02


Após a Tempestade – Karen White
Sinopse
 Quando Julie tinha 12 anos, sua irmã mais nova desapareceu e nunca mais foi encontrada. Uma perda que corroeu os laços familiares e deixou sua mãe obcecada pela busca da irmã.
Já adulta e com um prestigiado emprego, Julie conhece Monica, que a faz lembrar muito de sua irmã desaparecida há 17 anos. Elas se tornam melhores amigas, uma amizade que começa como um processo de cura para Julie.
No entanto, uma fatalidade abate a amizade e Julie se vê responsável pelo filho de Monica. Ela decide levar o menino para Biloxi, Mississippi, para encontrar a família que ele não conhecera.
A partir dessa viagem, Julie descobrirá segredos que estão ligados a sua família e seu passado…







Lições de Vida – Anne Tyler
Sinopse
 Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente…
Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama. Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos.



A Pousada Rose Harbor – Debbie Macomber
Sinopse
 Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada.
Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.
A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.

Promoção Parceira - 1 ano do blog Entre Palcos e Livros

domingo, 27 de janeiro de 2013

Oi, Índios
O blog Entre Palcos e Livros da nosso querida amiga e blogueira Ju, faz um ano e vamos entrar nesta festa com uma promoção bem legal. Nós da Tribo e + o blog da Ju é claro e outros 5 blogs. Confira!!!


Mensagem da Ju:

Hoje é um dia muito feliz pra mim! O blog completa um ano!! Quando eu comecei, nem fazia ideia do que ia  acontecer... Acho que sou um caso incomum, fui conhecer a blogosfera literária só depois de começar meu próprio blog... rs... 

Agora, nesse primeiro aniversário, só tenho a agradecer. Conheci pessoas maravilhosas, que não vou citar, pra não correr o risco de esquecer alguém. Muito, muiiiiiiiiiito obrigada, a todos os leitores, parceiros e amigos. Sem vocês não haveria razão de esse espaço existir.

E claro que vamos comemorar, né? Convidei alguns dos amigos que fiz graças ao blog para presentearem vocês junto comigo. Um agradecimento especial a todos que toparam. 




a Rafflecopter giveaway


Post Mortem - Tribo do Livro
A Arte da Imperfeição - Temos Muito Mais Pra Dizer
A Filha da Minha Mãe e Eu - Pensamento...
Julieta Imortal - Entre Palcos e Livros
Romeu Imortal - Blog Lu Gouveia
Um Ano Inesquecível - Revista Innovative
Um Mundo Brilhante - Leitura entre Amigas


Regras:

  • Residir no Brasil;
  • Seguir todos os blogs da promoção publicamente;
  • Curtir a Revista Innovative no Facebook;
  • Validar este post.
Atenção: Serão três ganhadores. O 1º ganha 4; o 2º  ganha 2; e o 3º ganha 1. 
Observação : Os ganhadores receberão em até 30 dias úteis ao resultado. Reservamo-nos o direito de modificar as regras sem prévio aviso.

Sonhos

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Fated - The Soul Seekers - Livro Um
Alyson Noël
Editora Leya

Tradução: Márcia Blasques
ISBN: 9788580445756
Ano:2012
Página:318


Sinopse
Daire Santos é uma adolescente de 16 anos, filha de uma maquiadora de Hollywood, que namora estrelas de cinema e viaja com a mãe por todo o mundo. Até que coisas estranhas começam a acontecer com ela: visões com corvos e pessoas brilhantes, o tempo que para de andar, sonhos com um belo menino de olhos azuis-gelo.
Os médicos acham que se trata de um caso psiquiátrico. Sua avó, curandeira respeitada na pequena cidade de Encantamento, Novo México, afirma que pode curá-la com suas ervas e poções. Sem alternativa, Daire vai para uma cidade perdida no meio do nada, longe da mãe, e com a avó que até então não conhecia.

O que parecia ser o fim, no entanto, revela-se o início de uma grande aventura: guiada pela avó, Daire descobre ser uma Buscadora de Almas, descendente de uma linhagem poderosa que, através dos tempos, vem garantindo o equilíbrio entre o bem e o mal tanto no nosso mundo quanto em outros mundos e outras dimensões.

Resenha por Ver Sobreira

Apesar de não ter ficado exatamente satisfeita com o final da última série que li da Alyson Noël, não resistir e decidi ler Sonhos. Até porquê ela falou deste livro na última Bienal-RJ, e também por ser ela uma autora muito solícita com os fãs, enfim  porquê achei que como se trata de uma história que envolve os mitos dos nativos estadunidenses poderia se encontrar uma história interessante. Mas sempre preciso me lembrar que primeiro livro de uma série quase sempre é lento, detalhista e a trama demora para engrenar. Com a Alyson Noël é ainda mais complicado, pois ela é uma autora muito descritiva. Óbvio que isso muitas vezes enriquece a narrativa, mas como se trata de um livro da Literatura YA, às vezes incomoda.

Vamos lá. Daire é uma adolescente que viaja pelo mundo por conta da profissão de sua mãe, Jennika, que é maquiadora de Hollywood. Se há um set de filmagem lá estão ela e sua mãe. Porém coisas estranhas começam a acontecer com ela, sonha acordada e seus sonhos são sempre terríveis, tão terríveis que ela acaba tendo um surto em pleno uma praça em Marrakesh e ataca o principal astro adolescente de um filme em que sua mãe é maquiadora. Mediante isso, ela é interna e precisa ficar imobilizada. Muito distante dali, na pacata Encantamento, Novo México, sua avó paterna que ela nunca conheceu, sabe exatamente o que está acontecendo.

Sonhos é uma história que envolve principalmente mitos e lendas nativas estadunidense. Daire é uma Buscadora de Almas, a última de sua linhagem. No primeiro momento ela não aceita nada disso, quando sua avó, Paloma lhe conta, mas ao mesmo do tempo ela percebe que não há como fugir e tenta encarar de frente seu destino. No caminho dela e para confundi-la aparecem dois lindos jovens completamente iguais em aparências, mas totalmente distintos em atitudes: Dace e Cade. Além de tudo ela precisa lidar com os conflitos adolescentes, que para ela começam agora, já que ao ficar em Encantamento com sua avó terá que frequentar a escola local.

A narrativa de Sonhos é bem esmiuçada, Noël como sempre quer nos explicar cada detalhe da trama no primeiro livro. Em primeira pessoa, todas as impressões que temos é a partir da perspectiva de Daire. A protagonista até que não é chata, mas com certeza uma personagem que promete é Xotichl, uma menina  intuitiva, sensível e que tem uma alma muito pura; Dace é lindo; Cade é lindo, mas altamente diabólico. Enfim, os ingredientes de sempre em uma narrativa adolescente, só que carregada de mistério, suspense, mortos-vivos, magia negra,etc.

O que mais posso dizer deste primeiro livro, infelizmente não há muito, pois só nas últimas páginas é que ele começa a esboçar alguma reação como narrativa. Então só nos resta aguardar o segundo para ver onde segue esta nova série de Alyson Noël. Confira!!!

Gabriela Brandalise


Gabriela Brandalise é jornalista. Trabalha como produtora na CBN Curitiba e na rádio Educativa do Paraná. Também é locutora. Adora a vida de casada, é cristã e costuma ouvir um “cravo e canela” sempre que se apresenta. Normalmente começa os regimes na segunda. É apaixonada por escrever e acredita que as melhores histórias são as baseadas em pessoas reais.








Contato
Blog: Minhas Melissas Por Um Final Feliz
Facebook: Gabriela Brandalise
Twitter: @gabybranda

Livro



Sobre a Ficção

terça-feira, 22 de janeiro de 2013



Ontem conversando com uma amiga blogueira sobre um livro que ela havia lido, ela me falou uma coisa que achei interessante, que o livro não lhe pareceu crível. E ai pensei? O que é uma narrativa crível, verossímil? Partindo do princípio de que a ficção é um dos gêneros da tipologia narrativa. Ela não tem compromisso com a realidade e por isso pode ser vistas por diversos prismas. Mas quando lemos um livro por mais que saibamos tratar-se de uma ficção, sempre queremos encontrar um gancho com a realidade ou o real. É por isso que muitas narrativas não nos parece "críveis", pois deixa-nos a sensação de que falta algo.

Então o que seria ficção?

Segundo Afrânio Coutinho: a palavra ficção vem do latim, fictionem (fingere, fictum): ato ou efeito de fingir, inventar simular; suposição; coisa imaginária, criação da imaginação. 

Portanto, a literatura de ficção é aquela que contém uma história inventada ou fingida, fictícia, imaginada, resultado de uma invenção imaginativa, com ou sem intenção de enganar. A essência da ficção é, pois, a narrativa. Para que tenha valor artístico, a ficção exige uma técnica de arranjo e apresentação, que comunicará a narrativa beleza de forma, estrutura e unidade de efeito. A ficção é produto da imaginação criadora, embora como toda arte, suas raízes mergulhem na experiência humana.

A ficção pode ficar próxima ou distante do reino da experiência humana real. Submetendo-se ao real, temos a ficção realista, fugindo ao real, surge a ficção romântica ou fantasista.Mesmo quando recebe sugestões do real, não tem por obrigação copiá-las, reproduzi-las fielmente. O seu sentido não é o da realidade mesma, porém aquele que o artista lhe imprime, à luz de sua visão. 

Em literatura, a ficção é um tipo de gênero narrativo e é empregado o termo para designar o romance, a novela, o conto, embora outra formas possuam qualidades da ficção: a fábula, a parábola, os contos e lendas folclóricos, e mesmo o drama. Como todo gênero literário, para ter eficiência e alcançar o objetivo, a ficção – que é uma forma estética – possui elementos característicos perfeitamente distintos.

Em suma, o objetivo principal da ficção é proporcionar a interpretação artística da realidade.

Referências Bibliográficas: COUTINHO, Afrânio. Gênero Ficção. In: Notas de Teoria Literária. Editora Vozes: Petrópolis, RJ. pg: 49-52 

Novidades – Editora Valentina

Olá, Índios
Nossa parceira Editora Valentina confirma para 31.01.2013 este lançamento tão esperado. Confira !!!

Garota Tempestade – O Estranho Mundo de Jane True 
Nicole Peeler

"Se você é fã de Sookie Stackhouse, meio-humanos, vampiros sedutores e criaturas sobrenaturais, então se prepare para 
mergulhar de cabeça nessa deliciosa série de urban fantasy."


Sinopse
Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal.Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana.
Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY.
Nesse mundo onde há um goblin advogado, um espírito de árvore maquiador, um súcubo dona de boutique, elfos diabólicos, homens inflamáveis, seres híbridos que se transformam em animais selvagens, nada é presumível. Mas, atenção, nunca, nunca mesmo, esfregue a lâmpada do gênio.
Agora, em Rockabill, alguém está matando meio-humanos como Jane. Uma pergunta não quer calar: os assassinatos são fruto de uma mente doentia ou há um plano macabro para exterminá-los?

Primeiro Capítulo AQUI
Fascinante, SEXY e acelerado como uma tempestade.
Rachel Caine

Uma eletrizante viagem de autodescoberta repleta de mistérios. Está surgindo uma nova febre para os leitores de urban fantasy.

 Romantic Times
Uma série paranormal daquelas que você torce para não acabar nunca! 

Impact
Esperta e divertida, por vezes sombria. Nicole construiu um mundo fantástico e inesquecível.

Scifichick.com


Nicole Peeler é PhD em Literatura. Formou-se na Universidade de Boston e concluiu o doutorado na Universidade de Edimburgo, na Escócia. Já viveu entre a Espanha e o Reino Unido, além de já ter morado em tudo quanto é canto dos Estados Unidos. Atualmente, leciona Literatura em Pittsburgh. Quando não está em sala de aula, infectando as pobres mentes juvenis com suas loucuras, está escrevendo novas histórias de urban fantasy e curtindo o que mais gosta: família, amigos, um bom vinho, pratos saborosos, e, logicamente... viajar! 
Visite: nicolepeeler.com e penetre você também o estranho mundo de Jane True.

Lola e o Garoto da Casa ao Lado

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Lola And The Boy Next Door
Stephanie Perkins
Editora Novo Conceito
Tradução: Robson Falchetti Peixoto
ISBN: 9788581630533
Ano: 2012
Páginas: 288


Sinopse
 A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Impressão de Leitura por Gabriela Taranto

Lola é uma adolescente de 17 anos, criada por pais gays, que mesmo com a condição “diferenciada” se mantêm rígidos e autoritários com a criação da menina. Namora um cantor de uma bandinha de rock, o Max que é 5 anos mais velho que ela. E tudo vai muito bem até que os gêmeos Bell (Calliope e Cricket), seus vizinhos, retornam pra casa de cor lavanda. Desde então as coisas dentro de seu coração mudam.
Até aí qualquer garota se identifica. Quem nunca foi apaixonada pelo amigo de infância? Quem não foi correspondida? Quem nunca se viu dividida entre dois meninos? Todas nós. rsrs...
O que diferencia Lola, de algumas garotas, é como ela lida com as situações. Ela sabe se impor, tem muito mais atitude que Cricket, e isso só torna o livro mais gostoso de ser lido. Porque ela parece uma de nós.

Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias. [pág. 10]

Todo dia, Lola é uma pessoa diferente. Desde Cowgirl a Maria Antonieta. Usa perucas loiras, roxas, verde, coturnos, brilhos, tutus e esmalte azul. A maneira como ela se veste mostra o que ela pensa e sente, é interessante notar que ela só se sente a vontade e confiante assim, sendo um personagem. Ela desenha suas roupas e recria roupas que já tem. É uma designer talentosa.
Qualquer uma de nós consegue se identificar com esse estilo de se vestir, mesmo achando bizarro. A cor da roupa referente ao humor, os esmaltes referente a festa e por aí vai. Existe uma Lola Nolan dentro de todas nós. Se soubermos casar as peças dá um look ousado, descontraído e único.
Cricket é o famoso Geek chick, juro. Como o personagem é um inventor, seu estilo de vestir é irreverente. Calças listradas, pulseiras coloridas, blusas de xadrez e tênis coloridos. É um fofo, e combina super bem com a Lola.



Adaptando "Lola" no dia-a-dia
Eu não li  Anna e o Beijo Francês, mas há uma resenha AQUI,  é da mesma autora. Anna e seu namorado, St.Clair são personagens nesse livro também, já que Anna trabalha no mesmo cinema que Lola. 
A leitura é fácil, divertida e leve. Li em pouquíssimos dias e me peguei apaixonada por Stephanie Perkins, a forma como ela consegue passar a narrativa, me prendeu de um jeito que fiquei encantada pelo livro e pelo universo de Lola. 

Ganhamos um novo selinho

domingo, 20 de janeiro de 2013

Oi, Índios,
Ganhamos um novo selinho, não é legal?  Agradecemos ao blog Minha Estante Literária da Aryane Camp que foi o primeiro a nos indicar e ao Doces Letras da minha querida amiga Lia Christo. Obrigada!



Regras:
Nomear 15 blogs;
Avisar a pessoa que você nomeou;
Agradecer ao blog que te nomeou;
Adicionar o post ao blog;
Adicionar 7 coisas que você gosta.



*~~*Coisas que eu gosto:*~~*

1.Ler;
2. Cheiro de livro novo;
3. Meus livrinhos, empresto, mas sempre com receio;
4. Escrever sobre livros e filmes adaptados;
5. Gosto dos poucos amigos que tenho;
6. Gosto do trabalho que faço aqui no blog;
7. Comprar livros, se pudesse comprava todos, mesmo que não possa ler todos eles.

                                        *~~*15 blogs que eu indico:*~~*
47 Things
Apaixonadas por Livros
Aghridoce
Amor, Mistério e Sangue
Alquimia dos Romances
As Envenenadas pela maçã
Biblioteca da Luh
Daily Book of Milla
Entre Livros
Era uma vez o livro
Fulana Leitora
Lilian & Jéssica
Meus livros, Meu mundo
Prazer, me chamo livro
Querida Prateleira

Editora Novo Conceito na Amazon com preços especiais

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Índios,
A nossa parceira sempre criando meios para levar a leitura da forma mais acessível ao público leitor. Acreditamos que os ebooks serão um dos grandes responsáveis para a democratização da leitura. Então confira neste link: www.amazon.com.br/novoconceito



 Os preços estão especialíssimos e a editora  colocou 30% de seus best-sellers. A partir de hoje basta entrar na Amazon.com.br e procurar a Editora Novo Conceito.
Além dos grandes sucessos de vendas da editora, estão disponíveis lançamentos recentes nas áreas de romance, suspense, guias práticos e desenvolvimento pessoal, com opções para todos os públicos e gostos.
Quem ainda não teve acesso aos livros digitais,  acesse a página especial da Editora lá. Não deixem de conferir. Valeu !!!

Promoção – Eu comento, aqui na Tribo#4


Oi, Índios,
No ar mais uma vez nossa promoção – Eu comento, aqui na Tribo#4. Desta vez, o prêmio é a sensação do momento na literatura erótica Profundamente Sua + um punhado de marcadores legais + 3 bottons – 1 do nosso blog; 1 da Ciranda de Escritores, um evento de literatura nacional organizado pela Tribo e + 6 blogs parceiros;  e 1 do evento Nicholas Sparks Day que foi aqui no RJ em Novembro passado e teve a Tribo com organizador principal. Vamos lá? Basta seguir as regras. 

a Rafflecopter giveaway

Regras:
  • Residir no Brasil;
  • Seguir o blog publicamente;
  • Validar este post;
  • Comentar a resenha de Profundamente Sua.
Chances extras:

Abrindo nossa Oca#4 - Recebemos

Oi, Índios,
Confira os que recebemos ou compramos rsrsrs...nos últimos dias.
Galera Record


Bom, essa foi uma compra pessoal, pois como não somos parceiros, ainda. Não podíamos deixar de finalizar nossa "quadrilogia". Apesar dos narizes torcidos de alguns, confesso gostamos desta saga.

Editora Paralela


Mais uma vez agradecemos a gentileza desta editora, pois não somos parceiros oficialmente, mas em breve seremos e desde a primeira vez que pedimos ela mandou e agora sempre manda algum livro. Obrigada.

Editora Dracaena


Essa editora é nossa parceira antiga e sempre nos envia algo. Estive em um evento em que a autora Elaine Velasco estava e me interessei por seu livro e agora recebi da editora.

Editora Intrínseca


Esse recebemos esta semana da nossa sempre parceira. Queremos lê-lo logo, pois pensamos em  postar uma comparação com o filme que traz, Bradley Cooper e Jennifer Lawrence como protagonistas. 

Editora Essência


Bem, o último faz parte de nosso impulso consumista por livros, kkkkkkk... Sabe, índios compramos porquê estava muito barato R$ 5,00, lá perto do metrô da estação Carioca, enfim impossível resistir. 

News#19 - no mundo dos livros

Crime perfeito Fonte: PublishNews 
Ele é um homem metódico, disciplinado, desumano: mata por prazer. As pistas até ele se perdem pelas ruas. A Drª. Kay Scarpetta, médica-legista, examina as vítimas, mulheres que não podem lhe dizer nada a não ser pelos vestígios que trazem no corpo. E no corpo delas há um brilho produzido por alguma substância química. Qual? Scarpetta precisa descobrir logo, se quiser evitar a próxima vítima. E precisa aprender a conviver com o fato de que, apesar de usar em suas autópsias os recursos mais avançados da ciência e da tecnologia, esse aparato se destina a desvendar mentes tão perturbadas quanto impenetráveis. Essa é a trama de Post Mortem (Paralela, 304 pp.,R$ 34,90), livro escrito por Patricia Cornwell.

Observação: Resenha em breve, recebemos a cortesia da Editora Paralela.

Ken Follet usa Excel e Google Earth para escrever trilogia -Fonte: Folha de S. Paulo - 10/01/2013 - Por Raquel Cozer

Dois anos bastaram para o britânico Ken Follet, 63, organizar nas 880 páginas de Inverno do mundo (Arqueiro, 880 pp., R$ 60 - Trad. Fernanda Abreu)de Ken Follet quase duas décadas de vivências de 98 personagens, entre reais e fictícios, espalhados por dez países. [...] O que garantiu o ritmo, diz Follet, foram ferramentas que inexistiam nos anos 1970, quando estreou como escritor. Em especial o Excel, programa para criar tabelas e calcular dados no computador. "Fiz uma planilha para seguir as pistas dos personagens", diz o autor à Folha. "Toda vez que um personagem aparece, coloco nome e idade na tabela, além da descrição física. A planilha calcula as idades para o tempo que passa. Assim não erro." Follet também se deu ao direito de checar uma ou outra coisa nas imagens via satélite do Google Earth, embora tenha visitado ao longo da vida praticamente todos os cenários descritos nos livros.


Leitura: 33% dos brasileiros leram algum livro nos últimos 30 dias - Fonte:  PublishNews - 15/01/2013 - Por Redação
Dados do Target Group Index, do IBOPE Media, apontam que a parcela dos brasileiros que leram algum um livro nos últimos 30 dias é de 33%, sendo que 53% declaram ler com frequência e 47% dizem que só o fazem às vezes. E as mulheres são maioria no grupo de leitores do País (60%). Assim como a maior parte dos leitores pertencem às classes AB (54%). Os demais correspondem às classes C (40%) e DE (6%). Em relação às faixas etárias, as pessoas de 25 a 34 anos são as que mais leem (22%), seguidas dos que têm entre 35 e 44 anos (18%). Já a porcentagem de leitores entre os jovens é um pouco menor: 19% entre aqueles de 12 a 19 anos e 11% entre os que têm de 20 a 24 anos. Quando consideradas as principais capitais brasileiras, se destacam os índices de leitura das populações de Belo Horizonte e Porto Alegre, ambas com 41%, e a de Brasília, com 37%.


Intrínseca passa a investir em autores de prestígio - Fonte: Valor Econômico - 15/01/2013 - Por Joselia Aguiar
Não parece tão surpreendente que a jovem Intrínseca, atual líder nas listas de mais vendidos com a trilogia de "pornô soft" "Cinquenta Tons de Cinza", tenha anunciado na semana passada que é a nova casa da série de livros de peso intelectual que trata da ditadura escrita por um dos mais importantes nomes do jornalismo político, Elio Gaspari, até então na Companhia das Letras.[...] A investida da Intrínseca na obra de Gaspari não é um caso particular. Trata-se de mais um dos sinais de que as editoras brasileiras, mesmo as que se concentravam em ficção estrangeira, devem apostar mais em não ficção nacional - biografias, grandes reportagens e livros de história. A Intrínseca está na fase de ampliação de seu catálogo brasileiro. Outra aquisição é o próximo livro da jornalista econômica Miriam Leitão - o último, Saga Brasileira, fora publicado pela Record e, depois de figurar na lista de mais vendidos, levou o prêmio Jabuti na categoria de livro do ano de não ficção. Criada há uma década a partir de um grande sucesso de vendas, A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak, a Intrínseca iniciou um movimento de reposicionamento, com a sofisticação de seu catálogo, publicando, por exemplo, uma autora como a americana Jennifer Egan, de A Visita Cruel do Tempo, vencedora do prestigioso Pulitzer.


Uma crítica à sociedade moderna Fonte: PublishNews - 15/01/2013 - Por Redação
O romance O homem visível (Bertrand, 294 pp., R$ 34 – Trad. Rodrigo Chia), de Chuck Klosterman, trata de diversos temas da modernidade – como a importância da cultura, a influência da mídia, o voyeurismo e a contradição existente em ser uma pessoa considerada “normal”. Na trama, a terapeuta Victoria Vick é contatada por um homem que acredita viver uma situação ímpar e exige que suas sessões se deem por telefone. Ela aceita, mas, com o avançar das conversas, ele se revela um homem enigmático, o que a faz se convencer de que ele está delirando. No fim, o livro fará o leitor refletir: é possível alguém se tornar invisível aos olhos de uma sociedade que busca cada vez mais descobrir, neste mundo midiático e repleto de informação, o que se passa na vida alheia?


Profundamente Sua

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Reflected in You
Sylvia Day
Editora Paralela

Tradução: Antônio Boide
ISBN:9788565530194
Ano: 2012
Páginas: 252


Sinopse
Gideon Cross. Ele é tão bonito e perfeito do lado de fora quanto é danificado e atormentado
no interior. Ele era uma chama brilhante e ardente que me chamuscou com o mais escuro dos prazeres. Eu não poderia ficar longe. Eu não queria. Ele era o meu vício... meu desejo... todo meu. Meu passado foi tão violento quanto o dele, e eu estava tão machucada. Nós nunca iríamos ser normais. Era muito difícil, muito doloroso... exceto quando era perfeito. Aqueles momentos em que a voragem do amor desesperado eram a loucura mais requintada. Fomos completamente subjugados pela nossa necessidade. E a nossa paixão nos levaria além dos nossos limites para a mais doce borda da mais nítida obsessão.

Noite Infeliz

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Unholy Night
Seth Grahame-Smith
Editora Intrínseca
Tradução: Juliana Romeiro
ISBN:9788580572735
Ano:2012
Páginas: 272



Sinopse
Uma das cenas mais icônicas da história: três homens montados em camelos chegam a uma manjedoura carregando ouro, incenso e mirra como presente a um bebê. Na vastidão do céu do deserto, uma estrela brilha intensamente. Um momento de serenidade e graça. Uma noite feliz... 

Mas quem eram os Três Reis Magos? A Bíblia quase não fala deles. Seus nomes sequer são mencionados. O registro histórico é impreciso. Por que achamos que eles eram reis vindos do leste? E se fossem ladrões sanguinários da pior espécie, fugindo pela Judeia e esgueirando-se na escuridão da noite? A escrita habilidosa de Seth Grahame-Smith mistura fatos históricos a uma atmosfera de mistério para criar uma trama épica: os chamados "Três Reis Magos" são liderados pelo enigmático criminoso Baltasar - o infame "Fantasma da Antioquia". Homens que escaparam da brutal prisão de Herodes e foram parar, por acaso, na famosa manjedoura do Rei recém-nascido. A última coisa de que Baltasar precisava era perder tempo com José, Maria e o filho do jovem casal. Porém, quando os guardas de Herodes começam a matar bebês primogênitos na Judeia, o ladrão não tem alternativa senão ajudar a família a chegar ao Egito. Assim começa uma história sombria e selvagem, protagonizada por figuras bíblicas como Pôncio Pilatos e João Batista, em que a magia dá lugar à perversidade humana. 

Resenha por Ver Sobreira

...E uma estrela brilhou ao sul e o Messias nasceu em um estábulo junto aos animais...

Isso conta a história e que três homens vindo de diferentes terras foram até lá para presenteá-lo e venerá-lo. Mas, quem eram esses homens? Eram reis mesmo? Ou será que tudo não aconteceu ao acaso? É esta história que irá nos contar Seth Grahame-Smith, que depois de Lincoln: caçador de vampiros e Orgulho e Preconceito e zumbis, traz aos dias de hoje uma nova versão no mínimo irônica, mas palpável de um dos nascimentos mais famosos da história do mundo.

Noite Infeliz é uma desconstrução da história do nascimento do ponto de vista de um dos ditos Reis Magos, Baltasar. Através da trajetória deste, podemos repensar um pouco sobre os acontecimentos que poderiam ou não ter marcado a história deste nascimento. Baltasar é conhecido como o Fantasma de Antioquia, ele é um ladrão audaz e inteligente;  é procurado por toda a Judeia e adjacências, porém nunca foi capturado. Até que um dia envolve-se com a filha do governador de Tel-Arad, uma cidade ao sul de Jerusalém, e a partir dai sua vida muda completamente. Ele é preso e levado diante de Herodes, o grande, para ser julgado e condena por seus crimes. Na prisão, conhece dois outros ladrões Gaspar, um etíope e Belchior de Samos, o melhor espadachim do império. Os três serão executados no dia seguinte. É essa a história.

Bem, eles não foram executados no dia seguinte, porquê Baltasar muito perspicaz, era óbvio, tinha um plano. Este plano os levou direto,– sem que eles planejassem isso – ao encontro de um carpinteiro, sua jovem esposa de 15 anos e o bebê nascido em uma manjedoura. Seth Grahame-Smith, traça em sua narrativa a história do ponto de vista mais irônico possível. Baltasar é um  descrente que perdeu tudo que era importante na vida e que agora só acredita no poder do dinheiro, pois este permite ter conforto, uma despensa cheia. Religião não leva a lugar algum. Segundo ele, Deus não está nem ai para aqueles que sofrem, se estivesse porquê tantas pessoas boas morreriam pela fome e pela violência gratuita de um rei tirano? . 

(...) Mas uma vida sem Deus é...
- É o quê? O que tem de tão grandioso em seu deus? Me diga o que tem de tão grandioso em um deus que não faz nada enquanto crianças são assassinadas pelo fio de espadas. Espadas empunhadas por seus fiéis seguidores aliás. Me diga que tipo de deus é este.(...)

 Narrativa inteligente, em terceira pessoa que envolve aspectos polêmicos desta história. Não que seja de uma reflexão profundo, pois trata-se de ficção, porém nos faz pensar um pouco sobre a relação história e acontecimento, até que ponto a ficção e a realidade se misturam aos fatos. No principio do real, muito o que se é contado pela religião sobre as circunstâncias deste nascimento em Belém, foge totalmente da realidade, e é com isso exatamente que Grahame-Smith "brinca" na sua trama.

Outro ponto interessante é a perspectiva da história pelas falas de Herodes, o grande, um megalomaníaco da pior espécie, mas que não deixa dúvida do caráter de muitos  seres humanos: 

(...) ser místico  não era diferente de ser rei: quanto mais poderoso as pessoas acreditavam que você era, mais poderoso você era. E este pequeno truque funcionava, porque a maioria dos homens era fraca de espírito. A maioria dos homens eram ovelhas.(...)

Apesar da narrativa ser irônica e muito questionadora da fé e do poder dela, o livro é bom. O autor também faz considerações interessantes sobre a natureza humana e até onde pode ir a bondade ou perversidade do homem. Recomendo para quem tem mente aberta para leitura, mas é um ótimo entretenimento. Valeu. Confira

Jardim de Escuridão - Bia Carvalho

Índios,
Como sempre estamos divulgando, nossa Literatura Nacional tem produzido bons escritores. Falando nisso, trago para vocês um livro lindo que lemos ano passado, resenha Aqui e autora é nossa parceria . Então aproveitem esta promoção e não deixem de adquirir seu exemplar com capa nova da Era Eclipse. Confira.


Sorteio - Férias da Fantasia- Tribo do Livro e Novo Conceito

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013


Índios, 

Como ainda restam pelo menos uns 25 dias de férias para alguns, pois eu não estou de férias rsrsr... Vamos colocar no ar nossa última promoção de férias. E nada melhor do que presentear a um sortudo a Trilogia do Mago Negro da nossa parceira Editora Novo Conceito.


a Rafflecopter giveaway

Regras:

  • Residir no Brasil
  • Seguir o blog publicamente;
  • Validar este post;
  • Comentar a resenha O Clã do Magos;

Observação: O ganhador receberá os prêmios em até 30 dias úteis após o resultado. Reservamo-nos o direito de mudar as regras sem prévio aviso.

A Aprendiz

The Novice
Trudi Canavan
Editora Novo Conceito
Tradução: Frank de Oliveira/ Júlio Monteiro de Oliveira
ISBN:9788581630250
Ano:2012
Páginas:544

Sinopse

Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando... até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios. Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.

Resenha por Ver Sobreira

Decididamente a Trilogia do Mago Negro me surpreendeu. Como afirmei anteriormente, adiei meio ano a leitura do primeiro livro O Clã do Magos, mas fiquei  tão encantada com a história que li mais rápido ainda o segundo A Aprendiz. 

Sonea demonstrou um potencial natural para magia e agora é uma aprendiz do Clã dos Magos "se não pode vencê-los, junte-se a eles" é clichê, mas acaba tornando-se verdade. Deixou para trás as favelas de Imardin e agora juntou-se a elite da cidade, porém continua a ser ignorada por muitos que a consideram ninguém.  Ela está enfrentando todo tipo de hostilidade para seguir em sua trajetória na Universidade, e se graduar uma maga. Praticamente todos os dias precisa se confrontar com Regin e sua "gangue" nada é fácil para ela. A única coisa boa é o fato de ter conhecido Dorrien, filho de Rothen, que é seu guardião. Dorrien é uma mago Curador que vive em um vilarejo muito distante, ele desperta em Sonea sentimentos para os quais não estava preparada. E ainda temos o Lorde Supremo, Akkarin, ele tem um segredo que foi descoberto por Sonea e agora que ele sabe que ela sabe, diante deste fato decidiu requerer a guarda dela  tirando-a de Lorde Rothen. Ele está no controle e Sonea apavorada com o que pode acontecer.

(...) Akkarin fitou Rothen com um olhar que a teria congelado.
– Estou aqui para saber a origem de certo...rumor que soube pelo Administrado e que envolve você e sua aprendiz.(...)
A cor fugiu totalmente do rosto de Rothen. Ele fitou Akkarin em silêncio.
Sonea sentiu os joelhos enfraquecerem  e, com medo de se estatelar no chão, agarrou-se ao peitoral da janela por detrás dela.(...)

A narrativa de Trudi Canavan é interessante do ponto de vista que não trata só de uma fantasia, o que seria  apresentar os elementos comuns a este gênero. Ela também lida com as questões sociais mais atuais: como o bullying, homofobia, relações interpessoais, enfim uma série de fatores que preocupa cada dia mais a sociedade.Tramas, intrigas, suspense, mistério e aventura. Sonea é uma personagem forte e decidida que está ficando  cada dia  mais poderosa. Alguns membros do Clã já começam a cogitar no futuro a primeira Lady Suprema, mas será que o Lorde Supremo permitirá isso?  Porquê ao final deste livro Sonea enfrenta seu desafeto, Regin em um desafio formal na Arena do Clã e todos que assistem a este embate percebem que ela pode superar seu mestre.

No gênero fantasia acho imprescindível a narração em terceira pessoa, pois é possível observar melhor o desenvolvimento da trama. Canavan tem facilidade de conduzir a história, levantar aspectos do enredo e também apresentar os personagens, porém sem descrevê-los muito. Um personagem muito interessante e que ganha um destaque neste segundo livro é Lorde Dannyl, ficamos sabendo de algumas histórias de seu passado como aprendiz, que desencadeou uma série de boatos que o afetou mais profundamente do que ele pensava.

(...) Dannyl  olhou para Tayend, inquisitivo. O acadêmico era seu amigo mais chegado. Mais próximo até do que Rothen...compreendeu de repente. Ele nunca fora capaz de contar a Rothen a verdade. Sabia que poderia confiar em Tayend. O acadêmico não o protegera dos boatos em Elyne?(...)

Senti falta neste volume de Cery, além de amigo de infância e travessuras, é apaixonado por Sonea, porém creio que ele poderá perdê-la para Lorde Dorrien. Enfim... Não deixem de ler A Trilogia do Mago Negro. Aguardando ansiosa a conclusão em O Lorde Supremo. Confira.



A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique