O Começo do Adeus

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

The Beginner´s goodbye
Anne Tyler
Editora Novo Conceito

Tradução: Ana Paula Corradini
ISBN: 9788581630397
Ano: 2012
Páginas: 208

Sinopse
Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado.

Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz.

Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.


Resenha por Gio Vaz

Fui de um livro sobre uma esposa que perde seu marido (P.S. Eu te amo) direto para este: onde é o marido que perde a esposa. Achei interessante essa experiência. Confesso que a escrita de Anne Tyler tem mais a ver comigo mesmo o personagem principal, um homem de 36 anos chamado Aaron, ser mais racional do que emotivo. O que encanta na narrativa, feita pelo próprio, é justamente a busca de como lidar com algo de uma carga emocional desta magnitude, como é a perda de sua esposa de forma tão drástica, sendo uma pessoa tão racional.

É através das aparições pós-morte de sua esposa, Dorothy, algo realmente inexplicável racionalmente, que consegue a ajuda necessária para atravessar essa fase e começar a dizer adeus. Ele pouco questiona essas aparições, assim como não questiona  Dorothy por medo de a espantar. A narrativa é envolvente e a confusão de sentimentos e pensamentos é muito bem transmitida.

Fiquei assustada quando vi que uma pessoa de 36 anos (estou quase lá) é considerada de meia- idade e, em muitas partes, achei a descrição de Aaron como alguém muito mais velho por sua falta de motivação pela vida, mesmo antes do acidente.

Existe uma personagem que merecia mais destaque pois é introduzida à história sem seu devido valor e o fechamento do livro nos deixa a desejar mais informações sobre ela. Como é um enredo curto, havia espaço para esse complemento.

Gostaria de comentar que a capa, apesar de bonita, não tem qualquer conexão com a história. Fiquei curiosa. Baseada em que foi feita sua criação?

Acredito que este livro agradará mais as pessoas de meia- idade como eu (rsrsrs... nossa, como estou me sentindo velha agora!) pois se apega às entrelinhas, às delicadezas. Não é uma história de começo, meio e fim.
Assista o bookthrailer

8 comentários :

  1. Eu também achei que esse livro deve ser bem interessante,a visão do homem sobre a perda da amada,não li,mas estou com muita vontade de fazê-lo.... e acho que estou na faixa etária,pois tenho 34,mas sinto como se já estivesse um pouco mais além.... bem na meia idade mesmo.. heheheheh

    adorei a resenha.

    bjsss

    Bianca

    ResponderExcluir
  2. Nossa meia idade.. fala sério!! E eu que tenho 33 e to cheias de planos? acho que vou gostar deste livro! Adorei sua resenha ^^
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse livro Gio. E olha que eu estava como uma impressão diferente dele. Achei super tocante como o Aaron vai percebendo os anseios que não pode realizar da esposa, e como ele vai se perdoando e aprendendo a amar de novo. Um dos meus favoritos desse ano.

    ResponderExcluir
  4. Meia idade??? Ui, tenho 28 então já estou quase lá...rss
    Bem, em outros tempos quando as meninas se casavam com 12, 13 anos e viviam até os 40, 50... tudo bem... mas o livro não é contemporâneo?

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei da sua resenha Gio, mas ando numa fase meio dificil e livros que, com certeza absoluta, eu vou chorar eu to passando a vez. A dica vai ficar anotada pra um outro momento. bjs
    Eykler

    ResponderExcluir
  6. Eu estou doida pra ler este livro, para conferir a perda do ser amado pela visão masculina e como ele faz para superar. Sua resenha me deixou muito mais interessada e espero conseguir ler em breve. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Aff!! vc fez eu me sentir velha tb. Mas mesmo assim vou querer ler e me emocionar. Mesmo tendo que assumir minha velhice, kkkk.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Ainda não me animei a ler esse livro, sabe???
    Acho que a sinopse não me prendeu.
    Mas vou ler, é claro...

    Bjks

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique