Cinquenta Tons de Liberdade

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Fifty Shades Freed
E.L. James
Editora Intrínseca

Tradução:  Maria Carmelita Dias
ISBN:9788580572162
Ano:2012
Páginas:544

Sinopse

Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade.

Resenha por Ver Sobreira

 –Você vai se queimar muito - sussurra Christian em meu ouvido, tirando-me do meu cochilo
 –Você me faz incendiar por dentro - abro meu sorriso mais doce.
O sol do fim de tarde mudou de posição , de forma que os raios fortes incidem diretamente sobre mim. Ele sorri maliciosamente e, com um movimento rápido, puxa minha espreguiçadeira de volta para a sombra do guarda-sol.
–Agora está protegida do sol do Mediterrâneo, Sra.Grey.
 – Obrigada por seu altruísmo, Sr. Grey.

Bem, a jovem Anastasia Steele agora é a Sra. Grey, sucumbindo ao charme, sex-appel e dominação do  empresário bonitão Christian Grey. Chegamos ao último capítulo de umas das trilogias eróticas mais vendidas dos últimos anos. A trilogia Cinquenta Tons de Cinza, prometia sexo intenso e BDSM, porém o que concluo após ler os três livros e que foi sim, um romance com um teor a mais de erotismo e não exatamente um BDSM autêntico, mas como entretenimento, é óbvio tem legitimidade. Em um trabalho de marketing magnífico tanto aqui, bem como mundo afora os livros fizeram a alegria da mulherada, principalmente por nos apresentar um personagem sexy, controlador, atormentado, carente, apaixonando-se por uma garota aparentemente sem graça que tinha lá seu charme escondido.

Após tentar fugir do estilo de vida de Christian, Anastasia não tem mais dúvida está perdidamente apaixonada por ele e para sua surpresa ele também. Ela aceita casar-se e acredita que pode ajudá-lo a superar seus fantasmas passados, apesar do pouco tempo de convivência. A felicidade parece entrar no caminho destes dois, porém eles não contavam com algumas problemas, além dos que já eram previstos em um mundo de possibilidades e ambos acabaram em perigo por conta de histórias que envolvem a infância e adolescência de Christian.

Como já disse nas resenhas anteriores desta trilogia, creio que a narrativa ganharia mais força, se fosse em terceira pessoa. Observar somente a perspectiva de Anastasia, foi muito maçante em vários momentos – apesar dela ter crescido um pouco como personagem –, talvez Christian fosse um narrador menos entendiante, mas enfim. Depois de nos dois primeiros E. L. James praticamente esgotar as paranoias e frustrações de Christian, fiquei me perguntando o quê ela nos reservaria no último livro, e até confesso que gostei, pois a trama que sustentou Cinquenta Tons de Liberdade foi bem interessante.

A leitura é fluída, os diálogos entre Anastasia e Christian cresceram também. As tiradas de Kate são impagáveis, apesar de tudo girar em torno do universo de Christian e Ana Grey. No mais, o que se pode acrescentar? O que começou como um possível jogo entre submissa e dominador terminou em um romance doce e sem muitas novidades, porém recheado de cenas quentes e picantes de sexo.

Em suma, como entretenimento a trilogia é muito válida, porém como literatura  erótica de caráter BDSM em minha opinião não é exatamente isso. Posso adicionar que gostei do final escolhido pela autora, mesmo sendo muito clichê. Por isso, se você já começou a ler não deixem de conferir;  se você ainda não leu nenhum dos livros  também leia. O valor esta sobretudo em um divertimento certo e apelo mercadológico, pois como sempre afirmo literatura de cunho erótico aqui para nós é uma espécie de modismo.

Deixo para o The end de Anastasia e Christian – You are so beautiful na voz de Joe Cocker.




You are so beautiful
To me
You are so beautiful
To me
Can't you see?

You're everything I've hoped for
You're everything I need

Você é tão linda
Para mim
Você é tão linda
Para mim
Você não vê?

Você é tudo que eu esperava
Você é tudo que eu preciso

5 comentários :

  1. Oi Verônica, adorei sua resenha. Eu já li os dois primeiros e estou doida pra ler este. Mas, como você também não acho que a trilogia tem muito a ver com BDSM não... E concordo quando você fala que a leitura vale pela distração. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  2. resenha linda... eu amei o terceiro livro,acho que o melhor dos 3...

    Sou fã do Sr Grey enfim.... amei demais!!!!

    bjsss

    Bianca

    ResponderExcluir
  3. Não consegui avançar nessa trilogia.
    O primeiro para mim foi muito ruim.

    Quem sabe um dia. Sua resenha está bem convincente!

    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Ganhei o segundo em um amigo oculto e estou pensando em pedir esse terceiro também, porque confesso não ter gostado do primeiro, mas sempre quero fechar as trilogias na minha cabeça.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha. Já li os dois primeiros livros, falta o terceiro, mas, já estou com o dinheiro em mãos pra comprar Cinquenta Tons de Liberdade *-* Não vejo a hora, quero ler muuuito esse livro :)

    Beijos, Andressa.

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique