Equinócio – a primavera

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Lu Piras
Editora Dracena

ISBN: 9788564469815
Ano: 2012
Páginas: 440

Sinopse

A cidade do Rio de Janeiro é o pano de fundo onde a estudante de medicina Clara vive sua rotina diária com a família e amigos. O que ela não imaginava é que tudo o que acreditava estivesse prestes a mudar, com a visita inusitada de um anjo. As força do mal ameaçam escravizar a raça humana e, para impedir, o anjo da guarda Nath-Aniel (Nate) vem à Terra, disfarçado de humano, para alertar sua protegida Clara de que sua vida está em risco. Proibido de agir em nome dos humanos e alterar seus destinos, o anjo acaba por se envolver demasiado quando revela a Clara que o pai dela, um renomado cientista, é o responsável pela descoberta que despertou as forças do mal: a fórmula da perpetuação da vida humana (criônica). Toda a missão da legião de anjos celestiais é colocada em risco quando Nate e Clara se apaixonam.

Resenha de Gio Vaz

A palavra que me vem à mente em relação a esse livro é "delicadeza". Ela está presente em todos os aspectos: seja na história, seja na forma de escrita da autora carioca Lu Piras e até no projeto gráfico do livro (que a área da qual melhor entendo como designer) na belíssima capa e escolha na tipografia para as capitulares de abertura.

Equinócio – a primavera, nos introduz ao mundo dos anjos com tanta riqueza de informação que você se esquece que trata-se de ficção. E é um livro de introdução mesmo, pois é o primeiro volume de uma série (os títulos dos próximos são: Polaris – o Norte; Renascer – o Sol e Missão – o Futuro), então se deve estar ciente de que muitos assuntos vão ser apresentados e não serão concluídos nesse momento.

Clara, uma estudante de medicina e a personagem principal, só tem clareza no nome. Está confusa, passa por episódios de insegurança e vulnerabilidade, características presentes em qualquer ser humanos. E estão aí para contrastar com Nate, um anjo que ela julga um ser perfeito. Na verdade, é a figura divina Nate que trás a tona essa fragilidade nela.

A história se passa na cidade do Rio de Janeiro. É muito interessante, pelo fato de ser onde moro, pois traz ainda mais veracidade quando reconheço cada local descrito. O que reforça a sensação de fidelidade também na descrição do mundo dos anjos, como disse anteriormente.

Lu Piras traz muitos elementos ricos ao enredo juntando dois universos bem distintos: o científico e o espiritual. Coloca lado a lado o conhecimento e o desconhecido. Questiona até onde o ser humano pode interferir na própria existência. Temos o livre-arbítrio? Ou o perdemos quando colocamos em risco o equilíbrio do Universo?

Um detalhe me incomoda no livro: ser narrado em primeira pessoa. Lu Piras se sai muito bem. Porém, minha opinião, quando escrito em terceira pessoa a história ganha mais liberdade, pode-se explorar outras visões e não ficamos presos na mente de uma só personagem.  Ao final do livro, como é comum em livros de séries, a autora nos dá um gostinho do que virá no próximo e parece que nesse a narração não é em primeira pessoa :)

Talvez a palavra “delicadeza” que utilizei seja na verdade “carinho”, não há como negar a sua presença. Está no amor entre Clara e Nate, está na relação do principal núcleo familiar, nos ciclos de amizade e principalmente, nas escolhas das palavras da autora.

Convido-os a entrar nesse sonho e acordar sem saber o que é real.

9 comentários :

  1. Só pela sinopse, me encantei pelo livro. O que é bem difícil acontecer.
    Pela sua resenha, pude sentir toda a delicadeza do livro. Gostei muito.

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley
    http://obsessionvalley.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. A Lu é uma gracinha de pessoa, além disso, Equinócio parece ser um livro excelente.
    Já estou com o meu, comprei na Bienal, e estou louca para ler.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, Gio e Verônica!

    Muito obrigada pela resenha lindíssima! Só mesmo alguém com muita sensibilidade para resumir tão bem Equinócio numa só palavra! Gio, tenha certeza que usarei essa definição em minhas palestras sobre o livro por aí! <3
    Fico extremamente feliz por saber que Equinócio está sendo tão bem recebido, e principalmente, por pessoas cujas opiniões valorizo muito.
    Agradeço ao blog Tribo do Livro por acreditar na literatura nacional, por nos dar espaço para divulgar o que de bom tem sido feito aqui no nosso país. Equinócio é um exemplo de superação dos obstáculos, é um sonho que realizei e que compartilho com quem gosta de romance, com quem gosta de sonhar e com quem acredita que não estamos aqui por acaso. :)
    Ao contrário da Gio, eu prefiro os livros em primeira pessoa. No caso de Equinócio, confesso que comecei a escrever sob o ponto de vista da protagonista, por acaso. Talvez tenha a ver com a história que contei lá no dia da apresentação no evento "Encontro dos Anjos" (a Verônica deve se lembrar!), talvez por que a história seja tão centrada na Clara e no seu amadurecimento, na sua redescoberta e do seu papel na humanidade, que eu não tivesse conseguido alcançar esse objetivo se tivesse escrito na terceira pessoa. Quando contruímos uma obra literária, a escolha da narrativa tem muito a ver com a proposta do livro. No caso de Equinócio, a visão de Nate (o anjo) e dos demais personagens, por ser a visão da Clara, torna a história mais verossímil, na minha opinião. Ela é a humana em destaque ali. Apesar do tema, eu quis um sobrenatural o mais leve possível em Equinócio. :) É justamente o que eu penso que o diferencia dos demais que existem por aí do mesmo gênero. Equinócio fala de anjos sob a perspectiva mais real possível.
    Polaris vem aí para esclarecer todas as dúvidas!!! *-*
    Feliz demais com esse carinho!

    Muitas beijocas!!!

    Lu
    @LuPiras80
    www.equinocioaserie.com

    ResponderExcluir
  4. eu acho q estou bem acostumada a ler livros que se passam no exterior sabe
    mas esse parece ser um bom livro.

    ResponderExcluir
  5. Nossa que resenha linda! Sempre ouvi falar desse livro, mas nunca havia parado de fato para ler uma resenha. Muito bom que essa tenha sido a primeira que eu leio dele!

    Imaginei que ele falasse de anjos quando vi o vídeo do encontro de anjos e cantaram a música que do livro, mas realmente não fazia ideia do enredo.

    Parece bem suave o livro. Mas romances em primeira pessoa as vezes tendem a ser melosos. O que em deixa com o pé atrás. Um dia certamente irei ler esse livro, mas acho que só pro próximo ano!

    Israel Félix
    http://47-things.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa... Sua resenha é quase uma intimação do bem para ler esse livro. Já li várias resenhas elogiosas ao trabalho da Lu Piras, mas a sua ganhou em disparada... parabéns!

    ResponderExcluir
  7. aDOREI SUA RESENHA, E FIQUEI ENCANTADA COM SUAS PALAVRAS, ACHO QUE VOU AMAR LER ESTE LIVRO, E A CAPA É BELISSIMA MESMO...
    QUERO MUITO....

    BJS
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A resenha da Gio,me deixou louca para ler o livro,estou no book tour,mas acabou que a mamãe que leu e agora estou mais que desesperada para ler....

    Resenha perfeitinha,porque eu tenho uma quedinha por anjos e tê-los aqui no Rio com a história charmosinha da Lu,é bom demais!!!

    bjsss

    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho ouvido falar muito e muito bem do livro da Lu Piras. Todas as pessoas que conheço e que leram sempre me recomendam e eu vou ficando cada vez mais ansiosa pela leitura. Assim que tiver chance de ter o livro em mãos, com certeza vou conferir com o maior prazer.
    Parabéns pela ótima resenha Gio.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique