Dizem por aí...

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Rumour has it
Jill Mansell
Editora Novo Conceito

Tradução: Sayuri Arakawa
ISBN: 9788581630137
Ano: 2012
Páginas:430


Sinopse
O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo, em Cotsworlds. Lá, Tilly é contratada como faz-tudo em uma empresa de design de interiores.
Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalos, fofocas e boatos.
A maioria deles está ligada a Jack Lucas, o homem mais bonito e elegante da cidade e melhor amigo de seu chefe. Mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga seu lado carinhoso e cuidadoso, que não é revelado à cidade. Para ela, é impossível acreditar que aquele homem seja a mesma pessoa de quem falam tão mal. Será que ele é mesmo tudo isso?
Apesar dos insistentes avisos de seus amigos para que se afaste de Jack, para que não se deixe levar por seus encantos, Tilly deve separar os fatos da ficção e dar asas ao seu instinto neste divertido romance moderno.


Resenha por Ver Sobreira

Bem, difícil escrever, o que se pode dizer deste livro. Apesar de ter um outro livro desta autora  Uma proposta irrecusável, acabei não lendo. Dizem por aí ... não poderia ser mais clichê, está pronto para ser uma daquelas comédias românticas que Hollywood tanto ama filmar. Os ritmos dos diálogos e do desenrolar dos acontecimentos demonstram isso.

Tilly é uma destas típicas londrinas, que depois de ser abandonado pelo namorado, acaba indo morar no vilarejo Roxborough em Costswolds – mais ou menos 90 minutos de Londres. Ela vai trabalhar como uma espécie de faz-tudo em uma empresa de designer de interiores, dirigida por Max, um gay que tem uma filha de 13 anos, muito inteligente e descolada – Lou. Ela decidiu-se por isso, pois poderá ficar perto de sua melhor amiga, Erin. Na cidade, Tilly passa a relacionar-se e conhecer outras pessoas, inclusive o charmoso, bem-sucedido e melhor amigo de Max, Jack Lucas. Ele é um bonitão que sai com as mulheres disponíveis da cidade, mas não se envolve com nenhuma delas, porém Tilly não ficará totalmente imune ao seu charme, mesmo fazendo o possível para não se envolver. 

Há em Dizem por aí... uma gama de personagens, como por exemplo, Stella, uma mulher totalmente sem noção e muito obsessiva, que há 6 meses foi abandonada pelo marido, Fergus, este mantém um caso de amor com Erin; Kaye, uma atriz de Hollywood que foi casada com Max, até que descobriu que ele é gay, ela é a mãe de Lou. Ela volta abruptamente para Roxborough, depois de ser alvo de uma matéria sensacionalista. Ufa!...

Esta narrativa poderia ter bem menos do que as suas 430 páginas, pois realmente algumas partes são um pouco maçante e sem função, mas para quem gostou de filmes como Harry e Sally,  Simplesmente Amor,  Um lugar chamado Notting Hill, entre outros... este livro é uma mistura de tudo. A personagem Tilly é indecisa, desconfiada, e às vezes um pouco chata; Jack  é ao contrário, apesar de ter passando por um história complicada é mais decidido sobre o que quer, mais do que ela. Os personagens mais interessantes são: Lou, que tem idade física de 13, porém a mental,  é muito mais velha de que da maioria das outras personagens; Max, que tem tiradas hilárias e um humor inteligentíssimo e Kaye que apesar de todas adversidades pelas quais está passando, consegue ser otimista e não perde a oportunidade de ser feliz.

(...)O taxista obedeceu. Depois de virar à esquerda, ele continou pela rua. 
– Aqui está bem - disse Kaye - Pode parar do lado da ciaxa de correio.
Parker olhou para ela.
 – Esse é o seu chalé, não é?  Você esqueceu alguma coisa?
Meu Deus, ele era mesmo adorável.(...)
– Não. Eu decidi uma coisa.
– O quê?(...)
 Ah, não me olhe assim! Não estou te abandonando .(...)
 –Você tem certeza? – Ele examinou o rosto dela quando estavam frente a frente.
– Sabe de uma coisa? - Kaye entremeou suas palavras com beijos – Nunca tive mais certeza em toda a minha vida.

Apesar disso, a narrativa de Jill Mansell fala de amor, dramas, desconfianças, segredos, em suma de relacionamentos, da vida. Porém por ser longa, por muitas vezes o ritmo se perder e a história se torna comum, sem grandes atrativos. Mas para você que gosta das comédias românticas,  este é seu livro. Em minha opinião, poderia ser menos longa, mas enfim não deixa de ser um entretenimento.

17 comentários :

  1. Adoro comédias românticas.
    Nunca li nada da Jill, mas este é um dos próximos na lista!!!

    Bjs
    Bia

    ResponderExcluir
  2. Oi Vê!!
    Ainda não li nada dessa autora e esse livro é um dos próximos na minha lista.
    Adoro romances e comédias românticas então nem se fala. Mas li várias resenhas que apontam os mesmos detalhes que vc. Que o livro é gostosinho apesar é muito longo.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Já li muitos comentários positivos a respeito da obra. Apenas com a divulgação da Novo Conceito eu não fiquei interessada por Dizem por ai...
    Mas as resenhas estão fazendo com que eu fique com vontade de lê-lo.
    Adoro Um lugar chamado Notting Hill rs e comédias românticas. Não considero meu gênero favorito, mas de vez em quando é bom ler.
    Pela sua resenha eu creio que a minha favorita será a Lou.
    Beijos,
    http://laviestallieurs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adoro comédias românticas e se o livro tem está temática já fico bem mais empolgada pra ler... Quem está lendo no momento é minha filha. Assim que ela terminar pegarei pra ler e conferir. Ótima resenha Ver. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Você vai me achar ultra-imatura, mas adoro esse tipo de livro. Acho que apesar de ser uma leitura de entretenimento, consegue atingir de maneira mais rápida as pessoas. Vai ser a minha próxima leitura. Vamos ver o que vou achar. BJS!

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de comédias românticas, e quero muito ler este livro, mesmo sendo longo.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Parece um romance interessante, você foi sincera, mas creio que gostarei, apesar de ser longo

    ResponderExcluir
  8. Acho que esse livro tem mais cara de ser interessante em forma de filme do que em forma de livro por se tratar de ser comédia romantica, provavelmente logo se torne um.

    ResponderExcluir
  9. Eu amei o livro dela que li, aquele que a NC lançou ano passado. O jeitinho que ela escreve me encantou e essa história com certeza foi outra que adorei.

    ResponderExcluir
  10. achei interessante, nao parece um livro surpreendente mas bom ...

    ResponderExcluir
  11. Amei sua resenha! Saber que o livro é um mix desses filmes que eu amo é maravilhosooooo! Não tinha lido nenhuma referência a este livro ligando aos filmes assim... Bom saber. E eu que não dei muita bola pra esse livro, agora vou colocá-lo na minha estante de desejados. Quem sabe eu não ganho por aqui? Seria muito especial.
    Mesmo com seus clichês eu vou dar crédito pra essa leitura. Depois eu conto.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha! Bem detalhista. Não sei se este livro entraria nos meus desejados... não gosto muito de fins clichês, porém acredito que um filme seria bem legal.

    ResponderExcluir
  13. Acho que esse livro tem como função entretenimento e só, mas não acho isso ruim. às vezes é bom ler algo mais leve, sem compromisso. É bem estilo comédia romântica e clichê, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  14. A história parece legal, porem eu acho que ele realmente é um canalha, se o livro é perfeito para virar filme ele então muda a atitude dele.

    Gostei da parte em que você reclama da inutilidade de algumas pagina(Esta narrativa poderia ter bem menos do que as suas 430 páginas, pois realmente algumas partes são um pouco maçante e sem função), realmente isso é um porre!!

    Luís Eduardo Partichelli Potrich
    Lexus
    @blogexlibris

    ResponderExcluir
  15. Quero muito ler esse livro eu já tenho mais ainda não chegou, gosto desse estilo de leitura pra deixar a cabeça mais leve, li o outro dela também e gostei.

    ResponderExcluir
  16. to muito afim de ler este livro, acho que tambem terei as mesmas opniões que vc apesar de ainda nao ter lido o livro, adoro historias mor, dramas, desconfianças, segredos e acho que sera um livro quelerei em breve.
    obrigada pela resenha

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique