O Melhor de Mim

segunda-feira, 30 de julho de 2012

The Best of the My
Nicholas Sparks
Editora Arqueiro

Tradução: Fabiano Morais
ISBN:9788580410495
Ano:2012
Páginas:272

Sinopse

Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem  em mundos muitos diferentes,o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar rodas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam.
Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a  força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.
Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimento sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.



Resenha por Ver Sobreira

Mais uma vez e sem sombra de dúvidas, é impossível  não reconhecer a capacidade de contador de histórias de Nicholas Sparks. Ele transforma o cotidiano, que é simples em toda sua totalidade em histórias comoventes e cheias de lições de amor, revelando este como o sentimento mais poderoso que se pode ter. E, O Melhor de Mim, não é diferente neste sentido.

O Melhor de mim é a história do amor de Amanda e Dawson, que aconteceu na adolescência e teminou bruscamente. Amanda, casou-se, é mãe de três filhos e vive um momento delicado em seu casamento. Dawson, depois de passar alguns anos preso, passou a trabalhar em plataformas de petróleo. Vinte e cinco anos se passam para que eles se reencontrem e, é justamente por conta do velho Tuck Hostetler, que no passado permitiu que Dawson vivesse em sua cabana com ele e fez o possível para que os dois ficassem juntos. A partir deste reencontro Amanda e Dawson terão que percorrer um longo caminho, onde terão que resgatar suas próprias histórias pessoais, e também a história dos dois.

Há muitos questões levantadas por Sparks, neste livro. Porém, o amor abalado pelo preconceito e pela diferença social é o mais relevante, já que isso mudou de forma irrevogável a vida de Amanda e Dawson. O que poderia ter sido ficou pelo caminho, mas será que ainda é possível resgatar algo nisso tudo?

(...) Mesmo de longe, ela era mais bonita do que Dawson se lembrava. Pelo que pareceu uma eternidade, ele não consegui dizer nada. Ocorreu-lhe que poderia ser apenas mais uma alucinação, mas, depois de piscar lentamente, percebeu que estava enganado. Ela era real e estava ali, no refúgio que um dia pertencera aos dois(...).

Como sempre, prepara-se para emoções, difícil não se emocionar e consequentemente não sofrer uma catarse com a narrativa de Sparks. E como sempre também, habilite-se para o final de O melhor de mim, pois o autor quase sempre  nos surpreende. Quando pensamos que irá nos dá um final óbvio, Sparks  vem e desconstrói algo, não propriamente a narrativa, pois toda a estrutura desta está calcado no amor – no amor como um sentimento "construtor" e desatador de toda frustração, mágoa ou remorso –, mas sim no fato de que nem sempre o resultado final é uma decisão feliz.

Este é o mais recente lançamento de Nicholas Sparks, pois foi publicado nos Estados Unidos em outubro de 2011 e também o primeiro livro dele publicado pela editora Arqueiro, que acaba de lançar O casamento, uma continuação de Diário de uma Paixão.

15 comentários :

  1. *-* resenha maravilhosa!
    Um dos meus favoritos do Sparks, com certeza!
    Estou lendo agora A Escolha, também dele .. estou gostando bastante! :)


    bjs Mari
    http://loveloversblog.blospot.com
    http://o-amor-em-poesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ainnn... eu só li dois livros do Nicholas até hoje, mas quero ler todos, ele é fabuloso. O Melhor de mim não me parece diferente, sua resenha só me instigou mais ainda a ler. Nicholas é sem sombra de dúvidas um magnífico contador de histórias e concordo, quando você diz que ele transforma atos corriqueiros do nosso dia a dia em algo mágico, fabuloso. Um Romancista de primeira. Parabéns pela resenha. Beijoos!

    http://estantevirtual-silva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. gostei bastante, é um genero que tarantinho se amarra rs, sem contar que o autor é genial né

    ResponderExcluir
  4. Não posso deixar de pensar que o Sparks pegou um antigo projeto de "The Notebook" recriou alguns personagens e mudou um pouquinho a história. Nem deixa de me passar pela cabeça que essa sequência:

    Encontro -> Amor a primeira vista -> separação contra a vontade do casal -> Reencontro -> Volta o amor

    já se tornou clichê e, inclusive, como eu já disse, foi explorada por ele em "The Notebook", mas enfim, todos os livros são meio iguais mesmo, ou eu que sou o ignorante no assunto. Não sei dizer. Mas que tem gente que ama as histórias dele, tem...

    ResponderExcluir
  5. Oi Israel,
    Eu não acho que você seja ignorante no assunto, mas também não concordo exatamente com o uso de "clichê" para Nicholas Sparks, porque hoje dia quase todos os temas explorados na literatura são clichês, ou seja, são costumes. Eu não sou a maior, nem a menor fã, já que meu autor preferido é o espanhol Carlos Ruiz Zafón.
    Eu só li o meu primeiro livro do Sparks agora há pouco tempo por conta da parceria com a NC Editora, e vou confessar que gostei muito do livro - A Escolha - o que eu observo no Sparks é a capacidade que ele tem em contar um história, clichê ou não ele sabe escrever, mais que temas, é isso que eu mais aprecio em um escritor e fora o fato de que a tradução dele aqui é quase perfeita, segundo quem entende, pois nõa saco nada de inglÊs. Sei que não virarei uma fã incontestável dele, mas digo que ele renderia alguns artigos bem interessante

    ResponderExcluir
  6. Resenha maravilhosa... fiquei emocionada e com uma pontinha de inveja... kkkkk.. Você arrasou neste post.

    Eu gosto muito dos livros do Nicholas,mesmo com os finais nada obvios,aliás acho que gosto dele por esses finais tão realistas,pq na vida nem sempre temos finais felizes o tempo todo.

    bjss

    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nadinha do Sparks, acho que devo fazer parte de um grupo mto pequeno não é? hehehe! Ainda não sei se vou gostar dos livros dele pq minha praia não são os romances românticos...+ algum eu tenho que ler neh. Só não sei qual dos livros dele =P

    miquilis:

    Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  8. como sempre mais um livro que Nicholas Sparks, serio apesar de nao ter lido sei que vou chorar litros quento tiver o livro,e el realmente consegue surpreender e inorvar alem de fazer as historias cotidianas se tornarem fantasticas, é bom saber que muita gente curte.
    adorei sua resenha, ela me fez querer ler o livros mais ainda e olha que eu ja tava super afim dele rs *-* olhinhos brilhando de emoção, por mais uma obra e resenha perfeitas ♥

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da capa e gosto de romances de reencontros. Espero poder me emocionar e sentir o que você passou com a resenha quando lia o livro.

    ----Leituras & Fofuras----
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu li A escolha, e gostei muito. Pelo sua resenha acredito qu gostarei deste também, apesar dos finais quase sempre melanacólicos com me disseram.

    ResponderExcluir
  11. Acho que sou o único ser da face da terra que ainda não leu os livros do Sparks.
    Aff.

    Todos parecem ser romances daqueles que te fazem chorar, como nos filmes que assisti e foram baseados em livros dele.
    #curiosa

    ResponderExcluir
  12. Esse livro deve ser muito lindo. A sua resenha ficou bem escrita e recomendou o livro foi feita. Ainda quero ter a oportunidade de ler. Acho que Nicholas deve ter um dom para escrever livros bons.

    ResponderExcluir
  13. Resenha maravilhosa! Nunca li nenhum livro do Sparks, mas esse me interessou muito.

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante da resenha :)

    Me disseram que este não era um dos melhores livros do Sparks, mas parece que você gostou muito né?

    Nunca li nada dele, mas vou apostar mais nesse então.

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Adoro Nicholas :D Quem não gosta? Eu me apaixonei por este livro já pelo nome, depois pela capa e por último por sua bela resenha :D

    Beijo,
    Lariane

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique