Fernanda Meirelles

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Índios, continuando nossa apresentação dos autores do nosso evento. Agora é a vez da Nanda Meirelles.


Fernanda, fale uma pouco sobre a Nanda rsrs....

Olá! Meu nome é Fernanda Meireles, tenho 27 anos (ao menos até julho), sou casada, tenho gêmeas de 6 anos, estudo matemática e sou viciada em livros. Tanto em lê-los, como em escrevê-los. Sou autora dos romances juvenis “Um Sonho a Mais”, “Pra Vida Toda” e hoje estou aqui no Blog Tribo do Livro para falar um pouco sobre meu novo trabalho: “Aqueça Meu Coração”

Obrigada pelo convite, Verônica. Foi um prazer responder a essa entrevista!


TL: Você escreve para o público jovem. Quais às expectativas para o lançamento de Aqueça meu coração, já que este é seu terceiro livro?

Fernanda:  Minhas expectativas atualmente estão congelas na espera da reação do público. Algumas pessoas podem pensar que já ter títulos publicados anteriormente nos dá maior tranquilidade, mas, ao menos particularmente, é o contrário. Sinto uma enorme ansiedade com relação a comparações e ao meu crescimento como escritora. Desejo melhorar a cada novo passo dado e espero que meus leitores percebam isso

TL: Como você vê atualmente a Literatura Brasileira Contemporânea com muitos autores sendo lançados?
Fernanda: É animador. Os autores estão perdendo o medo de se expor e as editoras estão sendo “obrigadas” a ouvir o público mais desafiador que têm abraçado e alavancado a nova fase da literatura nacional. Algumas vezes me sinto no meio de uma revolução literária, espero que ela avance no caminho correto e dê bons frutos para todos.

TL:  Escrever em primeira pessoa é mais fácil de que "contar uma história"?
Fernanda:  Eu acho que sim. Ano passado escrevi um romance mais adulto em terceira pessoa e senti bem a diferença, embora dividir o foco e intensidade de sentimentos entre mais de um personagem é deliciosamente recompensador. Não saberia sequer dizer qual estilo de escrita é o meu favorito, rs.

TL: Nos fale um pouquinho sobre o livro.
Fernanda: Aqueça Meu Coração é o meu xodó até agora. Comecei a escrevê-lo em 2009, mas demorei a encontrar o caminho certo. Mudei tantas coisas de lá para cá, sua produção foi algo tão contínuo no meu dia-a-dia que é impossível não sentir essa familiaridade com a obra. Brinco com meus amigos mais próximos que em vários momentos do livro usei de minha própria experiência juvenil, então receio que ao ler, alguns se encontrarão no meio da história.


TL: Quem são Raquel e Beto?
Fernanda: Raquel é uma jovem carioca que perdeu a mãe no parto, foi criada pelo pai adotivo e por uma avó coruja. Ela tem duas grandes amigas e nenhum interesse amoroso, aliás, tem certo azar com relacionamentos. De repente, ela se vê de mudança para Porto Alegre. Lá ela faz novos amigos e conhece um rapaz que mexe com seu coração. Ele é o Beto, um carioca que mora há anos com parentes no Sul. Ele tem uma namorada, curte rock e moto. É sacana, inteligente e decidido. Ambos são teimosos e cada encontro resulta numa mistura explosiva.

TL: A história de Raquel é a história de uma menina que está descobrindo as primeiras experiências do amor. Que poderia ser diferente dado o fato de que às vezes as amigas influenciam uma no comportamento da outra. Mediante isso, o livro é inspirando em algum acontecimento ou alguém em específico?
Fernanda: Creio que não... Ao iniciar a trama, tinha em mente brincar com essa ideia de descoberta, mudanças e confronto de realidades. O caminho traçado do início ao fim foi uma surpresa, foi algo inesperado.

TL: O primeiro beijo sempre foi um mito para as meninas. Antigamente isso era super valorizado. Como sei que é professora, você acha que ainda hoje há esta aura de mistério? Ou virou banalidade? já que os jovens de uma maneira geral estão se relacionando cada vez mais cedo.

Fernanda:  Infelizmente, para a maioria, esse momento mágico foi sim deixado de lado. Mas não para todos (graças a Deus, rs). Tenho duas filhas de 6 anos que são pequenas românticas como eu e acredito que há por aí meninas assim, que crescem em meio a valorização do que é de fato BOM, rs. Em todos os meus livros a cena do primeiro beijo é a mais emocionante. A de Raquel e Beto foi algo que surgiu em minha mente numa noite dessas, deitada e semiacordada. Lembro de na manhã seguinte falar para minha amiga/assessora que já sabia exatamente como eles se beijariam pela primeira vez e ao contar os detalhes, ela suspirou me obrigando a colocar tudo no papel.

TL: Para terminar. Você acredita que os blogs literários ajudam na divulgação ou não de um livro?
Fernanda: Com certeza! Trabalho com Blogs desde 2009 e sem o auxílio da divulgação em massa das grandes Editoras, foram os Blogs que levaram meu nome e minhas obras diretamente aos leitores.


Jogo Rápido

Uma cor: Azul
Uma flor: Tulipa
Uma música: O que eu também não entendo – Jota Quest (em homenagem ao Beto)
Um livro: A Marca de Uma Lágrima – Pedro Bandeira
Um filme: Dirty Dancing
Um sonho: Bater um papo sobre livros com Pedro Bandeira
Viagem dos sonhos: Visitar Londres
Maior desejo: Trabalhar exclusivamente com meus livros
Frase: “O meu Deus é maior que os meus problemas”




Um comentário :

  1. oi,
    gostei da entrevista!
    adorei seu blog, muito lindo!
    estou te seguindo, segue o meu tambem
    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    bjos

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique