Marcadores de Livros - Marcando a História

quinta-feira, 1 de março de 2012

Índios,

Este post será oferecido para todos aqueles que são apaixonados por marcadores de livros: colecionadores, admiradores e, não menos importante, utilizadores. Um objeto tão simples, mas de fundamental importância para qualquer leitor. Seja ele feito de papel, plástico, tecido, metal, o mais importante é não deixar nos perdermos no meio de tantas palavras, páginas, histórias, contos e encantos.

Leitores colecionadores não perdem a oportunidade de conferir nas bancadas dos caixas das livrarias os novos lançamentos.  Esperam encontrar aquele belo marcador, com um belo design, que possa fazer par com aquele livro que tanto gostam. Tanto em seu país de origem, como em viagens internacionais, não deixam passar nenhuma chance de pegar alguns desses marcadores. Desta maneira começam grandes coleções. Eu mesmo comecei há pouco tempo a colecionar os marcadores e já estou sentindo os prazeres de fazer esta bela coleção. O engraçado é que o colecionador fica ansioso tanto pelo lançamento do livro como também o do marcador.

Os marcadores de página datam do período medieval, quando eram usados metros e metros de papiro, com 40 metros de comprimento ou até mais. Imagina se perder no meio de tantos metros? Alguns dos marcadores mais antigos foram encontrados em mosteiros medievais, parecidos com clips e eram feitos de papel vegetal, este tipo também foi usado no Egito antigo. Estes marcadores de origem monástica, entre os períodos do século XIII ao século XV, eram feitos de couro de vitela. Eram feitos com o resto do couro que sobrava daquele que era utilizado para fazer as capas dos livros. Mesmo sendo muito antigos, este marcadores já apresentavam uma quantidade variada de formas e tamanhos, como uma simples tira ou um clips.



Marcador com disco giratório. 
O disco indicava a coluna na página. 
Este marcador data de 1500.



Assim que os primeiros livros impressos foram postos à vendas, os preços eram muito altos, eram raros e apenas poucos tinham acesso. Não somente pelo valor, pois somente pessoas da elite eram alfabetizadas por tutores e professores particulares, o restante da população menos favorecida não conhecia a arte da leitura.  Porém desde aquela época estabeleceu-se a importância do marcador de página. Então, no final do século XVI, a Rainha Elizabeth I foi uma das primeiras a possuir um marcador de página para os livros impressos, que não danificava os livros, um presente, um marcador realmente prático. 

Do século XVI até o século XVIII um tipo comum de marcador era feito de uma fita estreita de seda, com um pouco mais de um centímetro. Ele ligava o topo da página até o final. Hoje em dia ainda encontramos este tipo de marcador em livros mais antigos, de coleções clássicas, ou então em algumas agendas ou livros de capa dura. Eu particularmente acho este marcador bastante prático e refinado.




O primeiro marcador destacável (que não era preso ao livro) e, portanto, marcadores colecionáveis, ​​começaram a aparecer na década de 1850. Uma das primeiras referências a estes marcadores é encontrada em Recollections of a Literart Life (1852), da autora Mary Russell Mitford: "I had no marker and the richly bound volume closed as if instinctively.". Em tempos vitorianos, as senhoras ensinavam as meninas mais jovens a arte da costura, brevemente elas começaram a fazer seus próprios marcadores personalizados, bordados, principalmente para marcar a bíblia e livros de oração.





Marcador caseiro Vitoriano
Bordado em cartão perfurado de 21 cm e costurados em fita de seda azul escuro.



Pela década de 1880 a produção de marcadores em tecidos de seda estava declinando e marcadores impressos feitos de cartolina ou cartão começaram a aparecer em números significativos. Nesta época os marcadores ganharam também uma função no marketing, várias empresas distribuíam marcadores para fazer propagandas de seus produtos e também eram oferecidos como presentes para os clientes.

Hoje temos uma grande produção de marcadores de livros, feitos nos mais diferentes tamanhos, formatos e materiais como: ouro, bronze, cobre, estanho, madrepérola, couro, tecidos, papel, plástico e marfim. Cada marcador tem uma particularidade em si e sempre acompanha o leitor.

A Tribo do Livro também valoriza muito este belo e funcional objeto: o marcador de livros . Por este motivo sempre procuramos oferecer junto as nossas promoções lindos marcadores, contribuindo para as coleções de nossos ávidos leitores. 

Aqui é uma coleção de marcadores de livros bem originais! Confiram:




Legenda:

1) Este é um apoio de livro para você colocar na sua mesinha de cabeceira e ainda marca a página do seu livro. É bem original e ainda serve para enfeitar sua mesinha.
2) Este abajur vem com um pequeno apoio de livro. É só enganchar o seu livro e pronto!
3) Pequenos passarinhos que pousaram nos seus livros e os marcam pra você. Marcador ideal para as meninas.
4) Esse marcador é bem interessante. Ele vem em formato de grama e você cola na página do seu livro (como um post-it), você vai colando um a cada vez que você para de ler e no final o seu livro parece um jardim rs. Bem ecológico.
5) Este marcador de livros é perfeito! Além de marcar a página que você parou a leitura, a mãozinha ainda aponta para a linha em que você parou. Isso que significa dar uma mãozinha.
6) Este marcador é ideal para livros policiais, parece um registro de assassinato.
7) Este marcador é chamado de "Liquid Bookmark". Parece uma mancha líquida que caiu no seu livro. 
8) Parece que uma baleia entrou no seu livro.
9) Bastante chamativo! Parece que seu livro está pegando fogo! O marcador é chamado de "Burning Marker".
10) Outra mãozinha para te apontar aonde você parou "Ei! Parou aqui!"

Todos esses marcadores são lindos e diferentes, porém os meus favoritos ainda são os tradicionais marcadores de papel com a capa do livro. 

Alguns livros que viraram filmes e que viraram marcadores de livros:





Não poderiam faltar os marcadores da Tribo do Livro:





Use também a criatividade para fazer seus próprios marcadores de página!



Fonte:
http://miragebookmark.ch/wb_history.htm
http://www.thebookmarkshop.com/historyofbookmarks.htm

2 comentários :

  1. Amo marcadores, rs.. Vivo brigando com a minha irmã por causa deles, kkkkkk ... mas o meu preferido é o tradicional :)

    ResponderExcluir
  2. Ai!
    Que lindos!!!
    Quero todos pra mim!!!
    E o primeiro é muito inteligente!
    ótimo Post!

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique