Jogos Vorazes - da palavra à ação

domingo, 1 de abril de 2012

Índios,
Como prometi a vocês fomos ao cinema e vimos Jogos Vorazes. De antemão afirmo, é imperdível mesmo para quem não leu o livro.



Ao largo da história a literatura tem sido usada como expressão de ideias ou sentimentos, porém não só unicamente com este intuito, mas também como crítica social. E o que é crítica social? Simples, é a enfatização de um problema dentro de um grupo humano.

Apesar de alguns críticos insistirem que a literatura de entretenimento não tem muito valor, observamos nos últimos anos um movimento contrário, onde qualquer livro quando bem escrito, pode nos demonstrar e alertar para algo. É neste categoria que coloco Jogos Vorazes - o filme. Que basicamente não deixou  quase nada a desejar de seu livro.

O ser humano está cada vez mais voltado para sim, e, em seus momentos de lazer encontrada muitas vezes no modo de vida do outro uma possível solução para sua vida vazia. Jogos Vorazes denuncia a sociedade elitista e fútil que faz culto a beleza; o governo totalitarista e centralizador que oprimi os desfortunados; um futuro pós-apocalíptico muito próximo do nosso presente. Porém, também nos revela a compaixão, a amizade, a esperança e o amor.



Bom, a crítica cinematográfica é sempre a crítica, mas aqui nossa breve análise se prima unicamente em pensar na adaptação de um livro para o cinema. É por isso que se chama adaptação,  pois muitas vezes não cabe transportar todo o livro para a tela. Mas, creio que é possível afirmar que para os fãs  mais "vorazes" desta série não houve decepções. Não sou e nem deixo de ser fã, já que com toda sinceridade comecei a me interessar em ler o livro quando ouvi que seria adaptado para o cinema, coisa que aprecio imensamente.
No começo da leitura confesso que não entendi tanto euforia por conta desta trilogia. Li, gostei, pois este livro nos força a ler nas entrelinhas a crítica social, fato que acho importantíssimo. A caracterização desta sociedade distópica, é um apelo interessante no sentido em que alguns lugares no mundo podem caminhar para esta realidade. Acreditavámos que no século XXI muitas desigualdades sociais seriam erradicadas, porém o mundo caminha em sentido contrário.

Não é apenas um romance, aventura, ação, ficção-científica, vai além disso. Ao comparar o livro e sua adaptação para o cinema, por mais morno que tenha sido como alguns críticos afirmaram por estes dias, em minha opinião disse ao que veio. Não é nem de longe um substituto para Harry Potter, e creio que nem seja isso que seus produtores queiram, mas se temos que compará-lo em termo social prefiro confrontá-lo com V de Vingança. Mas tudo bem, vamos ao que interessa.

Os Estados Unidos da América agora é a nação Panem, com uma capital suntuosa e moderna que ostenta o luxo, a aparência é tudo, seus habitantes são extravagantes e caricatos; 12 distritos, alguns são instrumentos de propaganda da capital como por exemplo, o 1 e 2, pois são principalmente destes distritos que saem os Carreiristas, meninos e meninas que treinam e se voluntariam para os jogos. Muito longe dela há outros que são pobres, mas no distrito 12 há pessoas abaixo da linha da pobreza, pessoas que caem mortas pela fome. É dele que saem os Tributos Katniss Everdeen que se ofereceu no lugar de sua irmã de 12 anos, Primrose e Peeta Mellark, o filho do padeiro. Há ainda referências a um distrito 13,– mencionado no livro, – mas não no filme, pelo menos neste primeiro –, que foi dizimado durante o "levante", uma insurgência contra o governo da Capital e foi por conta deste distúrbio que foram criados os Jogos Vorazes.

Ao pensar na adaptação, é curioso, pois a escritora da trilogia, Suzanne Collins estreio como corroteirista, e parece que continuará nos próximos filmes. As partes mais lentes foram suprimidas, isso ocorre principalmente em um livro que contem ação, aventura, etc. narrado em primeira pessoa.
A cenografia e a fotografia do filme são belíssimas, lugares que foram mencionados no livro são reproduzidos fielmente. A reprodução da suntuosidade da Capital é perfeita, com todo seu futurismo. A chegada dos Tributos à sua apresentação é digna das antigas lutas de gladiadores no Coliseu na época do Império Romano; a entrada em bigas é  fantástica, juntamente com a maravilhosa vestimenta preparada por Cinna, para Katniss. A, vale mencionar que Lenny Kravitz encarnou brava e harmoniosamente o estilista.

Bem, fora Lenny Kravitz, contamos com um elenco relativamente bom, que encarnou em sua maioria muito bem seus personagens. Conseguindo assim, transporta para tela quase toda a magia do livro. Elizabeth Banks, encarou a "cansativa e enigmática" Effie. Muito interessante, pois Banks pareceu fazê-la mais afetada do que ela já é; achei a escolha de Woody Harrelson em princípio para o papel de Haymecht uma furada apesar de ser um bom ator, porém apesar das cenas em que aparecem serem poucas, ele me surpreendeu, fora o fato dele ter conseguido demonstrar um pouco o caráter sarcástico da personagem.

A escolha da atriz Jennifer Lawrence, materializou a personagem de personalidade forte, uma lutadora e exímia arqueira, Katniss Everdreen. Quem teve oportunidade de vê-la em X-Men: Primeira Classe, sabe do que estou falando, pois em nenhum momento ela nos lembrou de Mística. A atriz demonstrou está a altura de Katniss. Daqui para frente ao ler os dois livros da trilogia que me faltam, não conseguirei desvincular o rosto de Lawrence da personagem.  Katniss é uma guerreira, sem saber disso exatamente  e  a atriz soube balancear isto, demonstrando através de sua interpretação segura, a força, o caráter e ao mesmo tempo os momentos de fragilidade da personagem.

Josh Hutcherson como Peeta Mellark confirmou a maturidade deste ator, que atua desde criança e já encarou diversas produções relevantes – Ponte para Terabítia, Viagem ao Centro da Terra – O Filme, Cirque du Freak – O Aprendiz de Vampiro e o recente Viagem 2: A Ilha Misteriosa. O adolescente que horas é bem-humorado e em outros momentos torna-se taciturno. Hutcherson conseguiu passar o mesmo  mistério de sua relação com Katniss, o romance que se apresenta é verdadeiro ou não? Só que esta possível paixão entre os dois, muda de forma drástica o desenvolvimento dos jogos, ou seja, os Jogos Vorazes nunca mais serão os mesmos depois deles. Só faltou um pouquinho mais de beijos, mas tudo bem.

Temos ainda o ator australiano, Liam Hemsworth( A Última Música), como Gale o grande amigo e companheiro nas caçadas ilegais de Katniss, neste primeiro filme aparece em pouquíssimas cena. Mas, pelo próximo livro, ele com certeza será destacado como um dos vértices deste triângulo; o experiente Donald Sutherland como o presidente Snow que observa à ascensão do casal como um perigo para a "paz" da nação, já que isso pode vir a suscitar "ventos" de resistência; Stanley Tucci (O Diabo veste Prada), um ator maravilhoso, está muito bem no papel do colorido  entrevistador Caesar Flickerman, conduzindo sua corja;  Wes Bentley, como Seneca Crane, o chefe do idealizadores dos jogos, chegou a lembrar-me de seu papel em O Motoqueiro Fantasma, pois sua aparência me pareceu mais demoníaca do que nunca com sua barba desenhada.

Em suma, Jogos Vorazes- o filme abriu caminho para uma trilogia de sucesso nas telas. A adaptação não deixou a desejar como já mencionei acima. Para mim então, que estava com o livro na cabeça foi fácil observa. Tirando algumas informações que foram mudadas ou suprimidas, coisa que sabemos que os  fãs não gostam, entendi todo o motivo de alvoroço de seus leitores. Para quem não leu o livro é um entretenimento garantido e a certeza de um bom filme. Aguardemos então ansiosos, Em Chamas, já em fase de filmagem prevista a estreia para 2013.

http://portal.bibliotecasvirtuales.com/foros/la-literatura-como-una-critica-social

18 comentários :

  1. Concordo. Incrível como a sociedade precisa ver a morte e sofrimento de outras para tornar algo emocionante, mesmo que sejam crianças.
    Abraços,
    Denir
    http://melissaliebe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bom, esta apresentação. Não terei infelizmente oportunidade de ir ao cinema. Mas, com certeza lerei os livros. Interessante!

    ResponderExcluir
  3. Não li livro ainda...
    Mas provavelmente vou assistir ao filme amanhã!
    Adorei o Post!
    Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nem preciso dizer que to babando por esse rs, irei ver o filme em brevee

    ResponderExcluir
  5. ainda não li o livro, mais vou ver o filme amanha... a história parece ser muito emocionante.

    ResponderExcluir
  6. Show!!! Quero muito ler o livro e ver o filme!

    ResponderExcluir
  7. O filme é um espetaculoooo!
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas vi o filme e amei. minha vontade de ler o livro só aumentou né rsrs.
    Estou mega ansiosa pela continuação.
    Beijos

    @NinaHenker
    fleurdylis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Aiiiiiii eu quero ver o filme!!! Mas como ainda não li o livro, já me conformei em assistir em casa mesmo, daqui a um tempo... hehe...

    Ju
    entrepalcoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro. Ainda não tenho dinheiro suficiente, mas quero devorá-lo o mais rápido possível.
    Hoje vai acontecer o encontro de fãs em Recife. Vai ser muito legal.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li mas, vi o filme. É incrível!

    ResponderExcluir
  11. Tive oportunidade de ver o filme é muito bom. Agora vou ler o livro.

    ResponderExcluir
  12. Nada do que eu diga poderá expressar a felicidade que senti ao assistir o filme. *-*
    Como já comentei no vídeo, sou uma super fã da série, e todo esse mundo me envolve demais.

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não fui assistir o filme...tô sem carteirinha depois que terminei a facul =/ Mas tô curiosa pra ver como ficou já que já li o primeiro livro =]

    Miquilisss:
    Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  14. Tenho JV e EC,mas pasmem, ainda não li. Sei que estou perdendo uma super serie, mas a lista de leitura é enorme. Já o filme vou fazer uma força para assistir, já que não gosto de filmes. Bjkss

    ResponderExcluir
  15. Não li o livro, e só vim aqui ler o seu post depois que vi o filme, por isso a demora haha!

    Amei a sua descrição, mas como não li o livro não posso opinar no quesito incorporar o personagens, mas posso dizer que todos me convenceram. Achei a atriz que interpreta a Katnis, muito boa, principalmente nas cenas em que a amiga morreu... Fiquei super triste!

    Mas achei que o filme teria mais de ação ou mortes, quer dizer, sei que há uma tensão constante mas o início do jogos, quando basicamente todos se matão, passa muito rápido e no livro acredito que essa matança seja levada com muito mais relevancia que no filme, mas só vou descobrir quando ler...

    Ah, me recuso a ver Em Chamas sem ter lido a trilogia! No way!

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique