Desafio do Seguidor: Mentes Roubadas

quinta-feira, 29 de março de 2012

Índios,
Dentro do Iandê Kê, uma postagem que já apresentamos aqui, temos o Desafio do Seguidor. Como funciona? Nós sorteamos entre nossos seguidores mais ativos – aqueles que estão sempre participando dos sorteios, comentando nossos posts, divulgando a Tribo, etc.– um livro, seja de literatura nacional ou estrangeira. Nosso primeiro seguidor sorteado foi o Rafael Dorr, entramos em contato, e ele topou o desafio. Antes que perguntem, é claro que vocês podem se recusar, óbvio. O livro que o Rafael leu foi de literatura nacional, Mentes Roubadas e ele mandou sua impressão de leitura para compartilhamos com todos vocês. Vamos lá?

Sinopse
Nas últimas semanas, doze pessoas foram sequestradas na cidade de São Paulo. As vítimas não sofreram nenhum tipo de violência, não foram roubadas e estiveram desaparecidas por apenas algumas horas.
Um rapaz que sofre de uma forma grave de esquizofrenia catatônica e que há décadas é incapaz de mover ou comunicar-se, desaparece misteriosamente da clínica psiquiátrica de máxima segurança onde estava internado.
Os dois casos estão intimamente ligados e levarão os detetives Paulo Westphalen e Miguel D’Andrea a desnudar uma conspiração que envolve duas grandes corporações multinacionais, a ditadura militar brasileira e, principalmente, um dos projetos mais obscuros da história da agência central de inteligência americana, a CIA.





O livro tem uma narrativa muito boa e uma história que te deixa bastante intrigado e isso acaba te prendendo na leitura. O caso é resolvido em um curto período de tempo e, é cheio de peças que parecem não fazer nenhum sentido.
O maior mérito do autor, sem dúvidas, é ter criado uma história policial misturando várias coisas que parecem ser completamente desconexas - entra até Ditadura Militar no meio - de forma que façam sentido no final.
A única coisa que não gostei foi que tudo é resolvido muito rápido. Faltando poucas páginas para o livro acabar e ainda não resolveram o crime. Um personagem conta tudo de uma vez. Porque de fato a história é boa, os resultados do crime são esperados, mas ainda assim, poderia ter sido desenvolvido em mais tempo.
Alguns pontos me deram a impressão de terem ficado vagos e o final dá a entender que pode haver uma continuação, o que particularmente eu adoraria. Pois, há muito mais história que poderia ser explorada e mostrada em um contexto maior. Haviam muitas informações e pouco tempo para "digeri-las".

Eu indicaria o livro sim, de uma nota de 0 a 10 eu daria 9, para quem gosta desse estilo de leitura(meu caso) é uma excelente pedida. Queria agradecer a Tribo pela oportunidade de expor minhas idéias sobre o livro, um enorme beijo do índio que nunca deixará a tribo. 

Rafael Dorr

4 comentários :

  1. I RAPAAAAZ olha eu aquiii rsrs
    espero que gostem
    bjos a todos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que legal! Nem sabia da existência dessa coluna, menos ainda da iniciativa. Haha!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da iniciativa de vocês. É bom saber das leituras que outras pessoas estão fazendo.Aprovado

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique