Marina - DL 2012

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


Carlos Ruiz Zafón
Editora Suma de Letras/ Objetiva

Tradução: Eliana Aguiar
ISBN: 9788581050164
Páginas: 189
Ano: 2011

Sinopse:
"Em maio de 1980, desapareci do mundo por uma semana. No espaço de sete dias e sete noites, ninguém soube do meu paradeiro (...) Uma semana depois, um policial à paisana teve a impressão de conhecer aquele garoto; a descrição batia. O suspeito vagava pela estação de Francia como uma alma penada numa catedral de ferro e névoa. O policial me abordou com um ar de romance de terror. Perguntou se meu nome era Óscar Drai e se era o rapaz que havia sumido sem deixar rastros do internato onde estudava. (...) Na época, não sabia que, cedo ou tarde, o oceano do tempo nos devolve as lembranças que enterramos nele. Quinze anos depois, a memória daquele dia voltou para mim. Vi aquele   menino vagando entre as brumas da estação de Francia e o nome de Marina se acendeu de novo como uma ferida aberta."

Resenha por Ver Sobreira

Considero Carlos Ruiz Zafón um dos melhores escritores da atualidade, você pensa que sabe o que vai encontrar em seus livros, e a cada um deles você recebe uma nova surpresa. A intimidade deste autor com as palavras é contundente e sem par. Marina, pelas próprias palavras do autor é o livro favorito dele, e depois de lê-lo tornou-se o meu também. O livro é curto, revelando outra faceta do escritor, já que  seus livros  quase sempre vão além das trezentas páginas. Sou fã incondicional de Zafón, e quem  como eu já leu os outros dois livros dele  publicados no Brasil, A Sombra do Vento e O Jogo do Anjo sabe do que estou falando; também já tive oportunidade de ler em espanhol, El Príncipe de la Niebla que faz parte de uma trilogia para jovens adultos e que fico no aguardo de que seja publicada aqui.

Todos temos um segredo trancado a sete chaves no sótão da alma. Este é o meu.
Óscar Drai


A história prende nossa atenção do início até o  final, foi difícil deixar o livro de lado...A narrativa, em primeira pessoa, tem como personagens  principais Óscar Drai,– um jovem que vive em um internato em Barcelona e que narra a trama, e Marina, a personagem - título. Não sabemos a idade exata das personagens, mas pelo enredo estão por volta de seus 14 ou 15 anos. Tudo começa por conta de um relógio de bolso "roubado" por Óscar na velha mansão do bairro Sarriá  onde moram  Marina e seu pai Germán; uma visita a um cemitério muito antigo;  e uma dama de negro que deixa uma rosa vermelha  em um túmulo sem nome, apenas com o desenho de uma borboleta negra, é a partir deste  ponto que se desencadeia uma série de acontecimentos. Tais acontecimentos  aproximarão de forma irrevogável  Óscar e Marina.

Marina me disse um dia que a gente só se lembra do que nunca aconteceu. Ainda ia se passar uma eternidade antes que eu pudesse compreender essas palavras. Mas é melhor começar do início, que nesse caso é o final [p.7]

Zafón, um espanhol nascido em Barcelona e talvez por isso descreva  magistralmente vários lugares desta cidade, nos leva a recantos da bela capital catalã –  um museu a céu aberto –, as praças e os cafés do Bairro Gótico, as Ramblas, o Tibidabo, entre outros. É o final da década de 70, início de 80. Outro aspecto importantíssimo em seus livros e neste não é diferente, é a descrição minuciosa tanto das características físicas, bem como das  psicológicas de suas personagens, o que faz com que nós, seus  leitores, tenhamos uma vontade premente  de materializá- los.

Do passeio por Barcelona à solução de um mistério de 30 anos, a amizade e posteriormente o amor de Óscar e Marina vão sendo construídos. São dois jovens solitários, que têm poucos ou nenhum amigo,  para Óscar só há o padre Seguí e seu único amigo JF e para Marina seu pai Germán e seu gato Kafka. Quando se encontram abre-se um mundo de possibilidades, grandes aventuras e mistérios a serem desvendados.

Amizade, amor, mistério e  aventura se entrelaçam neste narrativa. Primorosamente o escritor vai construído uma história simples, porém cativante. Óscar nos conta os acontecimentos com o apoio da  narrativa de memória,  15 anos depois. Lembrar de Marina é  para ele um misto de tristeza e alegria, ele pensou que este passado jamais poderia alcançá-lo. Ao seu retorno a Barcelona,Óscar descobre que os acontecimentos de ontem ou os de hoje são responsáveis pelo que somos.

(...) Às vezes duvido de minha memória e me pergunto se serei capaz de recordar o que nunca aconteceu (...).[p.189]

Marina tem um final surpreendente, o escritor conjuga nesta obra o encontro do sublime e do grotesco à maneira descrita por Victor Hugo (...) como objetivo junto do sublime, como meio de contraste, o grotesco é, segundo nossa opinião, a mais rica fonte que a natureza pode abrir à arte(...)1. O grotesco é a suspensão da realidade, ao passo que o sublime sustenta o belo e consequentemente ordena os eventos narrados. Há também nesta narrativa a presença do sobrenatural de forma sutil e verossímil. Minha recomendação? Leiam!! Este, e qualquer outro livro de Carlos Ruiz Zafón, sou suspeita é verdade, mas tenham certeza que encontrarão em suas histórias uma excelente leitura.

1. HUGO, Victor. Do grotesco e do sublime (“Prefácio de Cromwell”); trad. Celia Berretini. São Paulo, Perspectiva, s/d


Meu próximo livro do DL-2012 é Lucíola de José de Alencar

19 comentários :

  1. Curti a resenha, parece ser um bom livroo

    ResponderExcluir
  2. Está na minha lista para o desafio, e eu estava com medo de não gostar,acho que agora vou ler mais despreocupada :) Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Gostei, também está na minha lista do desafio, e já estava até pensando em descartá-lo, mas me animei um pouco agora...
    Valeu!!

    ResponderExcluir
  4. Verônica tá na hora de você me emprestar esse livro. História interessante.

    ResponderExcluir
  5. Estava louca para ler esse livro, de tanto que falaram bem. Acho que vou acabar comprando, mas não para o desafio :\

    ResponderExcluir
  6. É minha recomendação também! Devo admitir que o final me doeu muito. Acho que estou em um período meio sentimental. Mas a verdade é que até hoje eu não havia lido um autor que unisse tantos elementos diferentes de forma tão concisa.

    Adorei a resenha.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Achei a sinopse e resenha bem interessantes!
    Me deu muita vontade de ler o livro.

    ^^

    ResponderExcluir
  8. Já faz um tempo que eu não leio tanto quanto eu gostaria, mas achei este livro interessante. Gosto bastante de livros que contam com mulheres no personagem principal, como em Razão e Sensibilidade e Madame Bovary - dois livros que adorei ler.

    ResponderExcluir
  9. Cada vez que leio uma resenha desse livro, mais tenho certeza de querer lê-lo.
    Sua resenha foi bem clara e decididamente envolvente. Parabéns! Almejo demais este livro.
    Um abs
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu estou muito a fim de ler esse livro e conhecer o Zafón. E essa resenha só me deu mais vontade. E o que você falou do final? Poutz... assim eu vou roer todas as unhas para ler.

    ResponderExcluir
  11. Pôxa, que bom encontrar o livro favorita em meio a um dos temas do DL. Parece-me um livro excelente. Também sendo de quem é, né?

    ResponderExcluir
  12. Estou lendo este livro agora porque me foi emprestado. Muito bom e a resenha nos deixa pistas interessantes.

    ResponderExcluir
  13. como gosto muito do sobrenatural,quero ler o livro para saber quem é a dama de negro.

    ResponderExcluir
  14. Maravilhoso esse livro.... queria muito ler ele.

    ResponderExcluir
  15. Tomara que eu goste tanto do livro como gostei da sua resenha!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Larissa, eu sou totalmente suspeita quando se trata dos livros do Zafón,então :)

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito, pela resenha dá pra sentir que o livro é excelente!!!!

    ResponderExcluir
  18. Interessante a resenha, espero anciosa agora por ler o livro.

    ResponderExcluir
  19. 'Amizade, amor, mistério e aventura ...', '... um misto de tristeza e alegrias','... uma história simples, porém cativante.'
    Adorei a resenha, parece ser uma leitura gostosa e interessante.

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique