A Queda

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

The Fall
Chuck Hogan / Guillermo del Toro
Coleção Trilogia da Escuridão

Editora Rocco

Tradução: Paulo Reis e Sergio Moraes Rego
ISBN: 8532526098
ISBN 13: 9788532526090
Páginas: 352
Lançamento: 2010

Sinopse

A Queda, segundo volume da Trilogia da Escuridão, dá continuidade à terrível epidemia de vampiros imaginada pelo premiado cineasta Guillermo Del Toro em Noturno. Escrita em parceria com o autor de thrillers Chuck Hogan - apontado por Stephen King como um dos dez melhores escritores de suspense da atualidade -, a série, traduzida em 20 países, narra uma invasão de vampiros em Nova York provocada por um vírus capaz de causar uma pandemia em escala mundial.

Fascinado por histórias de vampiros e universos fantásticos, Del Toro atualiza o tema com uma narrativa realista e aterradora e uma abordagem de investigação científica semelhante à de séries de sucesso como CSI.

Em  A queda, o vírus disseminado a partir de um avião vindo de Berlim segue se alastrando por Nova York e transformando pessoas comuns em perigosas criaturas sedentas por sangue. Enquanto tenta combater a epidemia, o doutor Ephraim Goodweather se depara com uma nova e ainda mais assustadora ameaça: uma guerra entre os vampiros do novo e do velho mundo. Com a ajuda de Abraham Setrakian, ex-professor em Budapeste e sobrevivente dos campos de extermínio nazistas, e de Vassily Fet, do Serviço de Controle de Peste, o médico precisa agir antes que a espécie humana seja exterminada, em mais uma obra épica e vertiginosa que supera em muito as histórias de vampiro tradicionais.

Resenha por Lean Lioncourt

No segundo volume da Trilogia, os autores decidem portanto trazer à ação os personagens, no primeiro livro passando por questões delicadas de moral e sendo apresentados um a um. Agora, com a Liga já estruturada e caçando de fato as aberrações vampíricas criadas, já num novo mundo corrompido, nossos heróis buscam a solução definitiva para a questão pandêmica.

Nesta nova obra, nada muda. Continua-se o script de criação e a gradação das ações ora tão intensas ora ressonantes. Com a já citada Legião dos Antigos envolvida, vê-se Gus (o sequestrado no livro anterior) forçado a se adequar ao esquadrão na qualidade de líder dos caçadores - o suporte diurno - recrutado pelo lado vampírico que não admite a guerra entre espécies. A liga de Setrakian, Ephraim e Vassily começa a agir e pensar, na forma de extermínio possível e criar experiências improdutivas para terminar a guerra.


Nova Iorque fora dominada e a epidemia segue pelos estados, há instaurado o caos e ressurgentes lutam por sobrevivência, já aqui notamos a segunda frota do Apocalipse Zumbi.

O mal fora criado e está se espalhando. O Mestre ainda não se recuperou completamente da última batalha e agora busca meios mais radicais de eliminação da massa humana. Sua arma secreta é revelada e ele começa a atacar os pontos fracos dentro do Conselho Vampírico que é contra. Um a um os antigos vão desaparecendo e dando lugar aos devaneios do Mestre. É neste ponto que existem mais inimigos do que aliados e duas facções surgem. O conceito científico é novamente incorporado (diria eu, de forma passível de enganos como pude notar e minha formação médica corroborou) mas não tão necessário à história.

Novamente pelo estilo dos escritores, capitularmente vemos o desenrolo do enredo. Pela visão da humanidade, dos vampiros, dos aliados e com fragmentos exclusivamente pessoais dos personagens. É interessante mas cansativo, por ora você pode até se perder como numa novela em que cada capítulo se soma ao seguinte, desvinculado ao anterior e mesmo com a linguagem simples acaba sendo maçante.

Vale a pena ser lido por ser o segundo volume, nada muito intrigante na história é acrescentado. Torçamos que a finalização do terceiro explique muitas coisas como *SPOILLERS* porque os vampiros são associados à radiação e usinas nucleares, como é exatamente esta contaminação parasítica (alguns diriam simbiótica) do verme-vampiro, porque necessariamente vampiros precisam ser débeis e infectantes, além de inescrupulosamente sádicos (ok, admito a parte inescrupulosamente sádicos) e quando isso finalmente vai virar uma série de TV para que mudem o roteiro e fique mais interessante. Recomendo, como disse, mais pelos escritores do que pela obra em si.

Em tempo: Eternal Night, Terceiro e último livro da Saga está recebendo críticas não tão boas quanto os autores esperavam, nos países onde já foi lançado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique