Entrevista – Adriana Vargas Aguiar

sábado, 10 de dezembro de 2011

Olá, Índios
Atualmente sabemos que algumas editoras estão apoiando o surgimento de novos autores. Tais autores já escrevem a muito tempo, porém nunca conseguiram o apoio necessário para suas publicações. Pensando nisso a Tribo do Livro resolveu entrar em contato com esses novos talentos, assim sendo nossa primeira entrevistada é a escritora Adriana Vargas Aguiar, que terá em meados do próximo ano dois de seu livros publicados. Ela vai nos contar um pouco de tudo na entrevista abaixo:



 TL: Oi, Adriana, sabemos que é um clichê perguntar isso, mas os leitores sempre querem saber. Quando você soube que queria ser escritora?

Adriana: Eu soube quando ganhei o meu primeiro concurso literário aos oito anos de idade e não tinha a menor noção do que estava acontecendo, pois até a ocorrência deste evento, escrevia somente para extravasar a imaginação infantil. Daí em diante, passei a escrever com mais frequência, guardando os textos embaixo do colchão, pois os sonhos dos meus pais em relação a mim, eram outros e mesmo assim, nunca parei de escrever, mesmo de modo escondido.

TL: Como você vê  atualmente a  Literatura Brasileira Contemporânea com muitos autores sendo lançados?

Adriana: É uma festa literária! Fico muito feliz, porém faz-se necessário observar se este segmento é a literatura viva expressando-se no sangue brasileiro ou trata-se de um modismo emergente, pois existem muitos autores que escrevem por serem escritores natos, e outros porque acham isso bonito. No último caso, pode complicar mais ainda o relacionamento do verdadeiro novo autor com as editoras tradicionais, que percebendo este movimento, torna-se muito mais criteriosa para a avaliação de originais, ressaltando o fato que na maioria das vezes os originais nem são lidos devido à “miscigenação” literária (autores natos e autores do modismo) que se forma através da grande demanda de livros a serem publicados.

TL: O Voo da Estirpe é seu primeiro livro que será lançado. Qual  a sua expectativa quanto a isso?

Adriana: Junto com O Voo da Estirpe, será lançado também o Oitavo Pecado, ambos com uma resposta positiva da Editora Italiana Garcia Edizioni que está com processo de implantação editorial no Brasil. Tal editora, tem o foco direcionado aos novos autores e o acolhimento a esses é feito de modo muito bacana e diferente das outras editoras.
Acredito que as minhas expectativas passaram por um estado de amadurecimento e transformação. No início, quando recém havia terminado o livro, passava o dia inteiro enviando os originais à toda e qualquer editora. Isso me causava desespero, pois imaginava o processo editorial de outro modo, quando na verdade aprendi que autores publicados, são autores que possuirão seus livros mais tratados (revisados, diagramados) e com uma pré-disposição a serem oferecidos no mercado. Agora... Uma coisa é ser oferecido e outra coisa é ser vendido. Vendo os fatos de modo bem realista – sou nova autora, inexperiente, desconhecida e sem pretensão de ficar rica a base da venda de meus livros, pois sei que vivo em um país pobre de iniciativas culturais e literárias, e que apenas 10% de sua população têm acesso à leitura diária. Vendo por este lado, publicação para mim, é satisfação do meu ego e segurança para apresentar meus livros de um modo melhor aos leitores. Machado de Assis demorou 20 anos para ser reconhecido. Outros fenômenos literários foram reconhecidos apenas após a sua morte. Diante disso, preciso todos os dias exercitar algo – escrevo sem esperar reconhecimento. Escrevo porque isso me faz bem.

TL: Qual sua inspiração para escrever a história de Klaus e Clarice?

Adriana: Legal esta pergunta! A inspiração de cada um é independente uma da outra. Klaus inspirou-me no melhor de cada um dos homens que passaram pela a minha vida. Clarice foi inspirada em um amigo meu (gay); uma pessoa totalmente diferente de todas as outras que conheci. 

TL: Por quê O Voo da Estirpe, qual o sentido amplo e o particular para o título do livro?


Adriana: Significado de estirpe - Ascendência; raça, linhagem. O livro é o voo de tudo isso, ou seja, evolução. O único motivo particular para se querer voar com o livro durante a escrita foi o fato de ter sofrido um derrame (AVC) neste período e precisei buscar forças em algo, pois estava com meu rosto completamente deformado pela paralisia. Tinha perdido o movimento do lado esquerdo do meu corpo. Perdi o meu trabalho que amava, em um escritório de advocacia e fui abandonada por meu marido. O desejo de sobreviver a tudo que estava acontecendo era sobrenatural e este livro salvou a minha vida, mostrando-me a direção; ensinou-me a voar.

 TL: Você acredita que os blogs ajudam na divulgação ou não de um livro?

Adriana: Não só acredito, como são as únicas fontes de divulgação que realmente funciona. Editoras sem blog literário são meras editoras.Os blogs são os mensageiros e difusores da literatura no Brasil.

Jogo Rápido:

Uma cor: Preta
Uma flor: Miosótis
Uma música: Elefant Gun de Beirut
Um livro: Inscrito no corpo - Jeanette Winterson
Um filme: Sons do coração
Viagem dos sonhos: Fernando de Noronha
Maior desejo: escrever até o último dia de minha vida
Frase: Se for para vir, que venha com os braços abertos, sem medo, sem regras; pronto para pular da ponte.

17 comentários :

  1. Oi!!!
    A Adriana Vargas é uma simpatia não?
    Adorei a entrevista!!!
    Principalmente as respostas do Jogo rápido!
    Um Beijo*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Uau...amei a entrevista Adri...realmente concordo com você sobre os novos autores e o espaço para lançamentos no Brasil, pois hoje realmente devido a tantos autores escrevendo as editoras estão bem criteriosas na escolha, as vezes penso que eles tem tanto medo do fracasso quanto o autor, pois afinal é uma aposta que eles fazem e se não conquistam o publico as perdas devem ser grandes, e ter bastantes pessoas pra ler originais não deve ser fácil. Bem sobre a frase que uma editora sem blogs literários são meras editoras concordo totalmente com você. Até penso que editora sem uma pessoa que se aproxime dos leitores também não é tão boa, tenho notado que algumas contratam pessoas só para responder e-mail sem nada pessoal, sem pedir opinião, são tão frias, depois que se conhece uma editora que se preocupa com a opinião do leitor é difícil aceitar essas outras tão distantes. Nossa acabei falando de mais, você me conhece, isso é porque sou tagarela....kkkk....Finalizando: a entrevista ficou maraaaa...parabéns a TL pelas boas perguntas...beijoaks elis

    http://amagiareal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela entrevista, Adriana!
    Concordo plenamente com você quando fala do autor verdadeiro e do autor por modismo. Penso muito obre este assunto, até porque existem pessoas de outras profissões que escrevem um livro ou por modismo, ou por capricho, ou por hobby. Acho que o escritor profissional será valorizado quando esta profissão oferecer meios de sobrevivência para ele, o que é completamente justo, pois gastamos tempo, energia e manifestamos o que temos de mais sagrado que é o nosso dom. Por isto quando me perguntam a minha profissão, falo sem sombra de dúvida: escritora!

    Beijos,
    Anna

    www.annaleao.com.br
    http://blogdarainhadafloresta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela entrevista que vcs fizeram ficou realmente muito boa, é sempre bom conhecermos um pouco sobre quem admiramos né?! E Adriana parabéns por sua historia de vida realmente da pra ver o quão forte você é. Muito Sucesso com os seus livros Adriana você merece e meninas parabéns pelo blog! Beijokas

    ResponderExcluir
  5. Caramba adorei e entrevista com a Adriana ! Super simpática ela *-* .

    Estava na curiosidade sobre o nome do livro e fiquei encantada com o porquê ! Que barra que Adriana passou hein? Mas fico feliz que isso tenha a ajudado a escrever um livro tão bom quanto o Voo da Estirpe ;D .

    Beijão,

    Cantinho de uma garota
    @thalita0liveira

    ResponderExcluir
  6. Adriana Vargas é uma autentica artista, pois escreve com sentimento. Ótima entrevista!!!

    ResponderExcluir
  7. Ver!
    Muito boa sua entrevista, fez as perguntas certas.

    Adriana!
    Você é maravilhosa, muito bom poder conhecer um pouco mais sobre você e sua obra.
    Sucesso!
    Cheirinhos
    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá Adriana!
    Adorei mais uma vez sua nova entrevista.

    Sem nenhuma demagogia concordo com tudo que disse.
    Como por exemplo, “pois sei que vivo em um país pobre de iniciativas culturais e literárias, e que apenas 10% de sua população têm acesso à leitura diária”.
    A respeito do que lhe aconteceu (AVC) sinto muito, pois eu não sabia que havia passado por momentos tão difíceis assim. Mas quero que saiba que você mesmo ainda não sendo uma escritora conhecida nacionalmente, já é uma grande guerreira.

    Parabéns a você e ao blog Tribo do Livro pela ótima entrevista.

    Grande abraço,

    Ocelo.

    ResponderExcluir
  9. Adriana sempre AHAZZANDO.
    Ficou muito boa, parabéns.
    Ao tribo do livro, e a Adriana.

    Sthéfanie Paula Cachoeira Rezena – modaeeu.blogspot.com
    Autora e Coordenadora de Divulgação
    CLUBE DOS NOVOS AUTORES


    Beijinhos e espero sua visita, Blanc.

    ResponderExcluir
  10. Ótima entrevista, realmente adorei. Parabéns Adriana, Parabéns Tribo!!!

    ResponderExcluir
  11. Adorei aprender um pouco mais sobra voce. Como sempre nos supreendendo.Parabéns pelo lindo trabalho.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com a Adriana, principalmente quando ela refere não ser uma mercenária em busca de lucros vultuosos com a sua escrita. O que realmente importa é botarmos pra fora as boas idéias e formamos, gradualmente, nosso ciclo de fiéis leitores

    ResponderExcluir
  13. Muito legal sua entrevista Adri! Te desejo todo sucesso do mundo, sempre! Beijosss

    ResponderExcluir
  14. Uau!!! Que entrevista bestial!!1 Adriana não merece que puxe suas orelhas, mas sim que a enchemos de beijos e abraços bem apertados!
    Realmente é uma emoção ler sua entrevista e saber de sua brilhante história de escritora.

    Beijos e parabéns pela entrevista

    ResponderExcluir
  15. A entrevista está maravilhosa. Temos que lutar por nossos sonhos e coloca-los no papel.
    Sucesso sempre!!!

    ResponderExcluir
  16. A Adriana é uma excelente escritora. A entrevista ficou maravilhosa! Parabéns pelas perguntas!
    Sucesso, ADRIANA!
    Rosane
    http://romancesaovento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,

    Muito legal a entrevista, parabéns!!!

    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique