Guardiões da Noite

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Night Watch - World of Watches
Ночной дозор - Nochnoy Dozor
Sergei Lukyanenko

Tradução para o inglês: Andrew Bromfield
Editora AST (edição russa) / William Heinemann (edição do Reino Unido)
Páginas: 336
ISBN: 5-237-01511-5 (edição russa)
ISBN: 0-434-01609-9 (edição do Reino Unido)
Lançamento: 1998 (edição original russa)



Sinopse
As forças da Luz e das Trevas coexistem em um delicado equilíbrio há centenas de anos...até agora! Mesmo com os Guardiões da Noite vigiando os Outros – entre eles, vampiros, bruxas e mutantes – uma série de acontecimentos misteriosos comprovam que é chegada a hora de uma antiga profecia se realizar: um Escolhido vai trocar de lado, alterando o equilíbrio e dando início a uma guerra apocalíptica como o mundo jamais presenciou!

Resenha por Lean Lioncourt
Uma obra prima da literatura russa moderna escrita por um autor reconhecido pelo estilo noir agressivo, inteligente e mestiço. Resume-se a uma coleção do folclore russo com personagens expressivos e estilosos, herdando a melhor parte do conjunto. Numa mesma obra ele reúne vampiros, bruxas, deuses e outras raças típicas categorizando-os com o termo Outros e em níveis, chega-se a comentar que o bruxo conhecido Merlin e outro menos conhecido, Jesus, eram Zero Level - ou os mais fortes.

Além disso, é como separá-los como duas facções, mas não entre bons e maus e sim entre princípios diversos. Os que estão do lado do Dia e os da Noite. São duas Tribos que se conhecem mutuamente mas não são adversários ou algo do tipo, apenas deixa-se claro que a obrigação de um grupo é cuidar e zelar pelo outro, mesmo que para punir quando descumprem o acordo. Neste ponto é que surge o protagonista Anton Gorodetsky - um Level 4 que se descobriu como Outro após visitar uma bruxa com a intenção de abortar o filho que estaria para nascer por um erro cometido com uma mulher. Ele é um bruxo de poder médio, capaz de viajar entre dimensões, se tornar invisível, ler mentes e adaptar-se aos outros Outros quando bebe do sangue deles. Porém isso não o torna diferente, au contraire, ele é um dos mais humanos que encontramos. Não é um livro que trata de hierarquia explícita, já que Gorodetsky é como um policial da Tribo da Noite, responsável por manter a ordem. Neste primeiro livro da Série (de 4, que serão tratados posteriormente), a história se desenrola por vários aspectos. A primeira é a provável destruição do mundo por um Ciclone (uma pessoa amaldiçoada que é capaz de sugar toda a felicidade e correção astral enquanto está por perto. Pássaros morrem, flores murcham e acidentes bizarros acontecem perto de um Ciclone) porém este personagem não imagina ser um, já que começa sendo uma humana comum. Ao mesmo tempo, temos a rivalidade entre os dois cabeças das Tribos - Zavulon, do Dia, e Gerzer, da Noite, ambos Level 1 (acredita-se que com potencial para Zero Level também). Além disso, a adaptação de Anton ao descobrir que o filho que tentou abortar é parte do enredo principal do mistério, agora tendo de lutar com Zavulon para trazê-lo para o seu lado. Ou seja, são histórias dentro da história e cada uma tão entrelaçada e fascinante quanto a outra. Aos 45 minutos do segundo tempo as coisas são ajustadas, o que dá a continuação para o segundo Livro - Guardiões do Dia.

Falando da escrita, Lukyanenko faz jus ao título de Criptógrafo. É uma linguagem monstruosamente complicada, mesmo para um russo. Não recomendo inclusive que leiam no idioma original (como eu fiz) ou levarão cem anos para compreender (como eu levei). Neste ponto o tradutor para o inglês foi vital para que o livro fosse um sucesso fora do país de origem.

Na questão de enredo ele é brilhante. Consegue atrelar um fato a outro com tanta sutileza que impressiona. Fora a originalidade com que aborda os temas, além claro da violência expressiva dos personagens. Talvez aqui ele tenha tido trabalho já que a conhecida frieza russa ficou de fora, como comentei, os personagens tem um carinho distinto, uma amizade integral e um senso de orgulho e respeito admirável. Ele não escreveu sobre dois Lados inimigos, ele escreveu sobre dois Lados com pontos de vista diferentes, mas nem por isso transgressores. O ponto certo. É notória a literatura de bem contra o mal, mas ele redigiu a coleção como algo menos absoluto. Não existe bem perfeito ou mal perfeito aqui.

Muita coisa acontece logo neste primeiro livro e os que vem depois então os completam sempre, até o último, quando a real manifestação finaliza.

Recomendado para quem gosta de literatura russa moderna, além claro de personagens fortes e carnais. É uma literatura pesada como comentei e os sonhadores e românticos devem ficar longe. Mas, os viscerais e sanguíneos precisam conhecer. 

O MELHOR: Nossa Fabulosa SARAIVA o disponibiliza em inglês pela editora americana Miramax, para quem sabe e se atreve. E se possível, ainda mais e melhor, o DVD com a adaptação para o cinema.

Para Bibliografia
LUKYANENKO, Sergei. Guardiões da Noite. 1998.

2 comentários :

  1. Puxa, um amigo me emprestou o filme uma vez, mas não sabia que tinha o livro! :D Vou ver se acho pra ler, parece ser muito maneiro! :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. uma lastima, (um dos melhores escritores de ficcao cientifica do mundo, e o mais respeitado e aclamado escritor em russia) nao ter nem um livro traduzido para o portugues.

    ResponderExcluir

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique