Editora Novo Conceito – O preço de uma lição

terça-feira, 29 de novembro de 2011


No dia 01/12, às 19h30, os fenômenos das redes sociais, Federico Devito e Gutti Mendonça vão encontrar pessoalmente com seus fãs e seguidores para lançamento de seu primeiro livro O preço de uma lição. Essa narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar. Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura destas respostas.






Literatura e Animação Japonesa (PARTE 2)

Quem vem contribuindo muito com a animação japonesa é o Studio Ghibli, criado por Hayao Miyazaki e Isao Takahata, que tinha como proposta ser "um vento que varesse a cabeça dos artistas". Muitas dessas animações tiveram como plano de fundo a literatura, costumes orientais, mitologia, religião, etc..
A mitologia em Myazaki é fortemente valorizada, relaciona-se com a questão da natureza e o meio ambiente (relacionando com o Xintoísmo - o homem não tem um pecado original; dentro de você tem uma deidade, só precisa ser cultivada); os animais (Xintoísmo e Budismo) e o Budismo (Deusa Kannon - Deusa da caridade) em Ponyo (filme do Studio Ghibli). 

A animação Laputa : O Castelo no Céu (do japonês Tenkû no shiro Rapyuta), realizada em 1986, é um filme que relaciona-se com à criação vinda dos céus. Isso porque na mitologia Japonesa, a família imperial do Japão e a nação de Yamato são descendentes de Ninigi, que veio do céu. Ninigi é o ancestral da tribo de Yamato, ou nação Japonesa. Além disso, na mitologia Japonesa, o céu é chamado Hara de Takama (Takama-ga-hara ou Takama-no-hara). Ninigi veio de lá e fundou a nação Japonesa. O filme também se inspira no autor Robert Louis Stevenson. O órfão fugindo dos piratas é o ponto inicial do livro A Ilha do Tesouro.

Concurso Cultural Julieta Imortal

segunda-feira, 28 de novembro de 2011


A Novo Conceito está promovendo o Concurso Cultural
Julieta Imortal. Clique aqui para saber como participar.

Gasolina

Júlio Menezes
Editora Porto de Idéias

ISBN: 9788560434404
Páginas: 256
Ano de Lançamento: 2008


Sinopse
Atormentado por uma existência vazia e um casamento arruinado, Figueira, que se considera apenas"um suburbano, vendedor de imóveis", apesar de muito bem-sucedido,decide abandonar tudo. Sem se despedir de ninguém, cai na estrada. Precisa correr, para se sentir vivo. Mas nada tem em comum com o romântico e abnegado cavaleiro-andante. Figueira é mesquinho e atormentado, preconceituoso, covarde, egoísta. Um anti-herói, corroído por um segredo que o acompanha desde infância. As aventuras e desventuras vividas na estrada o levarão a desvendar o enigma de sua profunda infelicidade. Um romance vigoroso, ágil, realista e cruel, que, no entanto, deixa entrever uma intensa poesia. Neste Gasolina, Julio Menezes se vale de seu reconhecido talento como fotógrafo, para desnudar a alma de seu personagem e dissecá-la com frieza e maestria.

Resenha por Ver Sobreira

Fruto da parceria com a Editora Porto de Idéias, já começo afirmando que não sei exatamente o que esperava ao ler este livro, porém valeu a pena lê-lo.

Gasolina. Serve pra tudo, a gasolina. Eu poderia atear fogo no meu corpo em frente a um orgão público.

 Gasolina, romance do fotógrafo Júlio Menezes, é interessante observar à afinidade dele com as palavras. Seguindo a estética atual de narrar em  primeira pessoa, Menezes faz uma narrativa rápida, sarcástica, sem escrúpulos. Figueira é uma personagem, não muito diferente das pessoas que vivem por aí, e o curioso é  que ele não tem nenhum pudor em afirmar isso. Gasolina, é uma fotografia do ser humano, de suas escolhas, das suas verdades e mentiras. Júlio Menezes utiliza-se de seu olhar objetivo de fotógrafo para revelar aos leitores – Figueira.

Vencedor da Promoção

Índios, a vencedora da Promoção Complete o Diálogo de Bella e Edward foi : Marjori F.

[DL – 2012] Thales Ferreira

domingo, 27 de novembro de 2011

Índios, esta é a lista do Thales para o Desafio Literário, acho que ele está com medo de se arriscar. O que vocês acham? Mas mesmo assim, mãos à obra!!! Vamos ler, ler e ler.

[Thales] Como a nossa Cacique Mirela achou que eu estava com medo de me arriscar (rs), resolvi aumentar a dificuldade do meu desafio. Lerei dois livros por mês! Que comece o desafio!

Janeiro – Gastronomia = Cinco Quartos da Laranja (Joanne Harris) & Gula (Luís Fernando Veríssimo)

Fevereiro– nome próprio = Pandora (Anne Rice) & Memnoch (Anne Rice)

Março –Serial Killer = Tóquio, Ano Zero (David Peace) & Eu Mato (Giorgio Faletti)

Abril –Escritor oriental = Coração (Natsume Soseki) & O País das Neves (Yasunari Kawabata)

Maio– Fatos históricos = Adeus China (Li Cunxin) & O Sonho da Aldeia Ding (Yan Lianke)

Junho – Viagem no tempo = As Duas Vidas de Adrienne (Nina Beaumont) & Mapa do Tempo (Félix Palma)

Julho – Prêmio Jabuti= Mongólia (Bernardo Carvalho) & Se Eu Fechar os Olhos Agora (Edney Silvestre)

Agosto – Terror = O Médico e o Monstro (Robert Louis Stevenson) & Anno Drácula (Kim Newman)

Setembro – Mitologia universal = Ragnarock (Mirella Faur) & O Livro Perdido das Bruxas de Salém (Katherine Howe)

Outubro– Graphic Novel = Crepúsculo (Stephanie Meyer) & Persépolis (Marjane Satrapi)

Novembro – Africano = Desonra (J.M. Coetzee) & O Gato e o Escuro (Mia Couto)

Dezembro– Poesia = Poemas de Cabana Montanhesca (Saygio) & Mensagem (Fernando Pessoa)


[DL – 2012] Ver Sobreira

Oi, Índios
A Tribo do Livro está participando do Desafio Literário 2012, eu ( Verônica ) e o Thales ficamos incumbidos desta tarefa, ler de 12 a 24 livros de gêneros variados.  Está é a minha lista, mas o Thales também fez a dele. Para cada gênero listado lerei e resenharei pelo menos 1, mas minha intenção é ler 2 de cada. Vamos ver se consigo? Quem se anima a me acompanhar?

Janeiro –  Literatura Gastronômica - Mês dedicado ao sabor da leitura.

 A Peleja do Alecrim com o coentro e outros causos - Tatiana Damberg / Papel Manteiga Para Embrulhar Segredos - Cartas Culinárias, Cristiane Lisbôa /  Escola dos Sabores, Erica Baurmeister /Julie & Julia, Julie Powell

Fevereiro   Nome Próprio (de pessoas) – Personagens carismáticos.
 Marina, Carlos Ruiz Zafón / Lucíola, José de Alencar/ Juliano, Gore Vidal/  Julieta, de Anne Fortier /Malinche, Laura Esquivel (espanhol)/ Emma, Jane Austen

Março – Serial Killer - Literatura policial em que há a combinação de (policiais/assassinatos).

O Hipnotista, Lars Keler  / Imitação Mortal, Nora Roberts/ Enquanto Minha Querida Dorme, Mary Higgins Clark /As Esganadas, Jô Soares

Abril –   Escritor(a) oriental - Explorando a terra do Sol nascente,  Extremo Oriente e o sul da Ásia.
O Tamanho do Céu, Thrity Umrigar /A montanha e o Rio, Da Shen / Syngué sabour – pedra-de-paciência,Atiq Rahimi/ Chuva Dourada - Gina B. Nahai / O Livro dos 5 anéis, Miyamoto Musashi / A Amante do General Japonês, Rani Manicka

Maio –   Fatos HistóricosRomances cuja trama apresente acontecimentos que marcaram a história nacional ou mundial. 
Azincourt, Bernard Cornwell (guerra dos 100anos)/ O Forte, Bernard Cornwell /Jackdaws – Agentes Especiais, Ken Follet (2ªguerra) / A Bicicleta Azul, Regine Deforges (2ª guerra)  /  As meninas,Lygia Fagundes Telles ( ditadura)

Junho –   Viagem no Tempo – romances que abordem a ida de viajantes do  tempo para o passado  ou futuro.
A mulher do viajante do tempo, Audrey Niffenegger / Os Correios do Tempo, Robert Silverberg

Julho  – Prêmio Jabuti –  Esse é o prêmio mais importante do cenário literário brasileiro.
Leite Derramado, Chico Buarque 2010 / Vozes do Deserto, Nélida Piñon 2005 / Cordilheira, Daniel Galera 2009 / Ribamar, José Castello 2011

Agosto  Terror - O tema impõe a regra: tem que ser história que mete medo.
 Escuridão, Elena P Melodia / Sombra, Elena P Melodia /A passagem, Justin Cronin / Entrevista com o Vampiro, Anne Rice

Setembro – Mitologia universal – Romances, poesias, contos que abordem mitos e lendas de culturas distintas (brasileira, greco-romana, céltica, indiana, mexicana, nórdica, etc...).
As Crônicas dos Kane, Rick Riodan (egípcia)/ O Filho de Netuno, Rick Riordan (greco-romana)/ Percy Jackson e os olimpianos-os arquivos do semideus, Rick Riordan

Outubro – Graphic Novel –  Romance gráfico com enredos longos e complexos no formato de história em quadrinhos.
O Ladrão de Raios Graphic Novel, Rick Riordan/ Watchmen, de Alan Moore /Artemis Fowl Graphic Novel, Eoin Colfer/ American Vampire, Vol. 1, Stephen King e Scott Snyder

Novembro  –  Escritor(a) africano - Vamos visitar a África.
O Fio das Missangas, de Mia Couto/O Ano que Zumbi tomou o Rio, José Eduardo Agualusa /Quantas Madrugadas Tem a Noite, Ondjaki

Dezembro  –  Poesia -  Vamos lavar a alma com poesia! De qualquer forma e jeito, valem haicais, acrósticos, épicos,  cânticos, elegias..., em outras palavras, pesquise, pesquise, pesquise.
Cântico dos Cânticos, Salomão / 100 sonetos de amor, Pablo Neruda/ As coisas, de Arnaldo Antunes/ Poesia é não, Estrela Ruiz Leminski







Tribo na Primavera dos Livros


A Primavera dos Livros é mais um evento que se tornará de obrigatória presença para todos os ávidos leitores. A primavera possui a fórmula certa para se tornar um grande evento literário: presença de editoras conceituadas, editoras recentes no mercado (que já oferecem bons títulos), espaço agradável, palestras,atividades para as crianças, presença de autores, boa organização e o melhor de tudo, ótimos preços! Não deixe de participar desta grande oportunidade, leve sua família para um agradável passeio no mundo do saber e da imaginação. Podemos esperar um futuro próspero para a Privavera dos Livros.

A Tribo esteve na Primavera dos Livros, um evento literário muito legal, porém ainda pouco divulgado. Para os amantes da leitura como eu lá é um verdadeiro paraíso, apenas 4 dias. Índios, ainda dá tempo de vocês curtirem este maravilhoso evento, amanhã 27/11 é o último dia. Não percam, ainda mais naquele lugar lindo que é o Museu da República, a feira fica bem nos jardins. É só amanhã, depois só ano que vem. Hoje vamos dá só um gostinho do que aconteceu lá para você se animar e ir.

Alguma fotos da nossa tarde lá. Amanhã, colocaremos mais novidades.



De Fantásticos a Fantástico: Passeios pela ficção do Insólito

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Preâmbulo

Sob pontos de vista mais contemporâneos dos estudos literários, em perspectiva comparatista, podemos refletir acerca do Fantástico tanto no singular quanto no plural, dependendo da orientação crítica que adotarmos, mas, em qualquer dos casos, independentemente da escolha que fizermos, serão sempre obrigatórios nossos passeios pela ficção do insólito, já que se trata de uma categoria/característica tão essencial ao gênero – na acepção todoroviana (TODOROV, 1970) – ou ao modo discursivo – nas acepções de Irène Bessière (2001) ou Remo Cesarani (1996) – quanto a categoria do real, sobre o qual a narrativa fantástica, em sentido lato, se erige parasitariamente, tendo-o por pano de fundo inevitável.

Como observa Irène Bessière, no universo do Maravilhoso, as manifestações extra(/sobre)naturais, ou extraordinárias parecem menos estranhas e insólitas às personagens e, consequentemente, ao leitor (2001, p. 91) do que no Fantástico, advertindo que a narrativa fantástica surge a partir do conto maravilhoso, cuja marca sobrenatural e interrogação sobre a natureza do acontecimento insólito conserva (2001, p. 93). Assim, por exemplo, A Demanda do Santo Graal, invocada por Jacques Le Goff (1990) para apresentar aspectos do Maravilhoso medieval, mescla interferências do paganismo celta ao ideário cristão da busca, com o mágico e o insólito contribuindo no desenvolvimento da trama narrativa, sem gerar questionamentos por parte de narrador, personagens ou, consequentemente, leitor. Diferentemente de como ocorre no Maravilhoso, no universo do Fantástico, segundo assevera Todorov (1970), à presença do estranho, do sobrenatural, do insólito corresponde um questionamento homólogo de suas causas, tanto por parte do narrador e/ou das personagens, quanto por parte do leitor/ o que contamina/dirige a leitura interpretativa do leitor, implicando oscilações entre aceitar uma explicação com bases em "leis" conhecidas e convencionadas pelo senso comum, e a interferência de outras "leis" não pertencentes ao universo natural e ordinário. Irlemar Chiampi, ao problematizar o universo do Realismo Maravilhoso comparativamente com o do Fantástico, afirma que:

  Ao contrário da "poética da incerteza", calculada para obter o estranhamento do leitor, o realismo maravilhoso desaloja qualquer efeito emotivo de calafrio, medo ou terror sobre o evento insólito. No seu lugar, coloca o encantamento como um efeito discursivo pertinente à interpretação não-antitética dos componentes diegéticos. O insólito, em óptica (sic)racional, deixa de ser o "outro lado", o desconhecido, para incorporar-se ao real: a maravilha é(está) (n)a realidade. Os objetos, seres ou eventos que no fantástico exigem a projeção lúdica de suas probabilidades externas e inatingíveis de explicação, são no realismo maravilhoso destituídos de mistério, não duvidosos quanto ao universo de sentido a que pertencem. Isto é, possuem probabilidade interna, têm causalidade no próprio âmbito da diégese e não apelam, portanto, à atividade de deciframento do leitor. (1980, p. 59)

Ao focalizar desde a literatura fantástica do Século XIX até a contemporânea, Irène Bessière observa que o discurso fantástico deixa um amplo espaço ao insolúvel e ao insólito, onde a ilusão e a "irrealidade" possíveis aparecem como meios de atenuar o artifício de relatos em que o insólito absoluto é resultado da criação humana, ou seja, da ficção (2001, p. 89-90) Em sua ótica, na Modernidade, o insólito exporia a debilidade do indivíduo autônomo, facultando o reencontro com seu mestre legítimo, o Fantástico Oitocentista, pois, na narrativa fantástica, a ideologia dominante cede lugar ao que é reprimido, censurado pela sociedade (BESSIÈRE, 2001, p.100-101). Tratam-se, mesmo, de passeios pela ficção do insólito, que permeiam as múltiplas vertentes da literatura fantástica, desde suas antecessoras até suas sucedâneas.


Guardiões da Noite

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Night Watch - World of Watches
Ночной дозор - Nochnoy Dozor
Sergei Lukyanenko

Tradução para o inglês: Andrew Bromfield
Editora AST (edição russa) / William Heinemann (edição do Reino Unido)
Páginas: 336
ISBN: 5-237-01511-5 (edição russa)
ISBN: 0-434-01609-9 (edição do Reino Unido)
Lançamento: 1998 (edição original russa)



Sinopse
As forças da Luz e das Trevas coexistem em um delicado equilíbrio há centenas de anos...até agora! Mesmo com os Guardiões da Noite vigiando os Outros – entre eles, vampiros, bruxas e mutantes – uma série de acontecimentos misteriosos comprovam que é chegada a hora de uma antiga profecia se realizar: um Escolhido vai trocar de lado, alterando o equilíbrio e dando início a uma guerra apocalíptica como o mundo jamais presenciou!

Resenha por Lean Lioncourt
Uma obra prima da literatura russa moderna escrita por um autor reconhecido pelo estilo noir agressivo, inteligente e mestiço. Resume-se a uma coleção do folclore russo com personagens expressivos e estilosos, herdando a melhor parte do conjunto. Numa mesma obra ele reúne vampiros, bruxas, deuses e outras raças típicas categorizando-os com o termo Outros e em níveis, chega-se a comentar que o bruxo conhecido Merlin e outro menos conhecido, Jesus, eram Zero Level - ou os mais fortes.

Editora Landmark - Lançamentos

Morro do Ventos Uivantes, clássico da literatura inglesa em edição bilíngue. Confira, já li  e é muito bom.



Para quem é fã do grande Oscar Wilde, a Landmark  está lançando Teatro Completo Vol. 1, com 4 obras de um total de 9, que serão lançadas posteriormente. Edição bilíngue











Nossa parceira aqui na Tribo da Livro, sempre trazendo grandes lançamentos. Para você que é super- fã da inglesa Jane Austen, click no arquivo abaixo e confira!!!

Julieta Imortal

domingo, 20 de novembro de 2011

Juliet Immortal
Stacey Jay

ISBN: 9788563219572
Páginas: 237
Ano de Lançamento: 2011

Sinopse
Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontro seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

Resenha por Ver Sobreira
Ela lutará pela luz, e ele pela escuridão. Lutando por séculos pela doce centelha do amor. Sempre que duas almas se amarem de verdade, vocês os encontrarão, a corajosa Julieta, e Romeu, o desertor.
Cântico italiano medieval, autor desconhecido

A autora estadunidense Stacey Jay me surpreendeu ao subverter um clássico da literatura inglesa e mundial Romeu e Julieta de Willian Shakespeare. Julieta Imortal é sem dúvida uma ode moderna ao amor verdadeiro.

Li o clássico pela primeira vez por volta  dos 12 ou 13 anos, nem tinha ideia direito que livro era. Não foi recomendação escolar, foi uma tia que me indicou por curiosidade. Naquela época achei chato, não entendi muito porque é originalmente uma peça teatral, então era feito em diálogos. Anos depois reli uma adaptação em prosa, no final do ensino médio. Gostei, não sei se pela história em si, ou pela dramaticidade das personagens. Hoje, passado muito tempo da minha primeira leitura deste clássico e um pouquinho de estudo em teoria literária, posso com certeza afirmar que o senhor Shakespeare sabia cria histórias fantásticas. Considerando um gênio de sua época, ele soube captar bem os anseios da alma humana, pois na época em que  desenrola a peça  Romeu e  Julieta ninguém se preocupava com o amor, e sim em sobreviver. 

Promoção Complete o Diálogo de Bella e Edward

sábado, 19 de novembro de 2011



Literatura e Animação Japonesa (PARTE 1)

Com a animação Japonesa, os ocidentais ganharam a oportunidade de conhecer a literatura, as histórias e tradições orientais com a ajuda do fantástico mundo da animação. 

A partir da teoria do Fantástico de Todorov, surgem os gêneros que tentam se ocupar dos fenômenos sobrenaturais e fora do comum. O "maravilhoso" usa alegorias para provar uma tese. No "fantástico clássico" o leitor não pode afirmar se o fato aconteceu ou não, o mistério paira no ar; porém no "fantástico moderno" o sobrenatural é naturalizado, não é colocado em dúvida e também não é uma alegoria, é o sobrenatural em si. No "estranho" o fato sobrenatural não aconteceu.

Na literatura japonesa é comum encontrarmos todos esses gêneros, sendo fortemente marcada com eventos sobrenaturais. As crianças logo cedo são expostas à histórias sobrenaturais, elas são envolvidas com a experiência da morte como algo real e não como algo chocante. Pelo fato do Japão ser um país com constantes desastres naturais, a morte é vista como algo importante e fator crucial para a evolução espiritual do homem. Através do budismo, o praticante da religião aceita a morte e mantém uma postura calma (reage no momento certo e de maneira calma) e também com os preceitos do Buchido (o código de ética samurai) onde a morte é tratada como fato do cotidiano, natural, que todos deverão passar. 

As obras que inauguram a mitologia japonesa são o Kojiki e Nihon Shoki (ambas do século VIII).

Kojiki é a obra mais antiga sobre a história do Japão. O livro é dividido em três volumes e apresenta a construção da mitologia no Japão, justificando o poder divino do imperador e também o nome primitivo do país, Yamato. A obra foi concluída em 712, a mando da imperatriz Genmei. O primeiro volume é dedicado à mitologia japonesa e também conta as peripécias dos deuses. O segundo volume é dedicado às dinastias dos imperadores Jinmu até Oujin. O terceiro marca os reinados dos imperadores Nintoku até Suiko.  Ele é todo escrito em chinês, mas inclui várias expressões e nomes japoneses.



Bela Maldade

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Beautiful Malice
 Rebecca James
 Editora Intrínseca

Tradução: Maria Luiza X. de A. Borges
ISBN: 9788580570816
Página: 301
Ano:2011

Sinopse
Um segredo devastador
Uma vida destruída
Uma nova amiga que ajuda a esquecer
 E se ela não for quem aparenta?

Após uma horrível tragédia que deixou sua família, antes perfeita, devastada, Katherine Patterson se muda para uma nova cidade e inicia uma nova vida em um tranquilo anonimato. Mas seu plano de viver solitária e discretamente se torna difícil quando ela conhece a linda e sociável Alice Parrie. Incapaz de resistir à atenção que Alice lhe dedica, Katherine fica encantada com aquele entusiasmo contagiante, e logo as duas começam um intensa amizade.

Resenha por Ver Sobreira

[...] E não consigo evitar...caio na gargalhada.Robbie fica quieto, e seu silêncio, a ideia de que eu não deveria estar rindo, só me faz rir ainda mais[...]p.140

Como sempre, uma boa leitura é portadora de momentos inesquecíveis. Bela Maldade, livro de estreia da australiana Rebecca James é uma destas leituras. Uma mistura de thriller psicológico e romance, este livro demonstra como a amizade pode levar-nos a caminhos tortuosos com riscos mortais. Bem escrito, dinâmico, envolvente do começo ao fim, conta a amizade de Katherine e Alice: algo bom, terno e doce. Alice é uma amiga em tanto, aquela que todos nós queremos.

Novidades Dracaena - 3 novos book trailers

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Convite para Noite de Autógrafos.

No próximo dia 18 de novembro, a partir das 20h, na Paraler do Ribeirão Shopping, Vanessa Bosso estará autografando os livros O Imortal e Senhor do Amanhã.
Somente nessa data, uma mega promoção garantirá a compra dos dois exemplares com um super desconto: as duas obras serão comercializadas a R$ 59,90.
Esse preço será válido apenas para o dia 18 de novembro.
Para mais informações acesse: http://vanbosso.blogspot.com/

Editora Dracaena anuncia 3 novos book trailers - Novidades da semana

Editora Dracaena lança novo selo editorial

domingo, 13 de novembro de 2011



O novo selo Editora Oxigênio terá como foco publicações de livros de autoajuda, carreira e negócios, filosofia, saúde e espiritualidade e, lançará autores nacionais e internacionais.
Léo Kades, editor da Dracaena comentou: “Encontrávamos dificuldade em encaixar alguns títulos dentro da proposta da Editora Dracaena que é mais voltada a livros de Ficção, Romance, Literatura, Infanto-Juvenil e creio que agora com a criação do novo selo teremos um maior destaque para esses títulos que buscam trazer qualidade de vida aos leitores de todas as idades”.

A Editora Dracaena aproveita para anunciar os principais títulos do novo selo.

Entre eles estão dois importantes lançamentos internacionais :
‘Vida sem Princípio’ de Henry David Thoreau e ‘O Dom de ser feliz’ de R.A Torrey.

Bento de Luca

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O Príncipe Gato - Em breve
Oi, Tribo do Livro
Ai vai uma sugestão literária que promete. Devemos prestigiar a literatura brasileira e nada melhor que dar uma força aos novos talentos da nossa literatura. Infelizmente o lançamento oficial do livro será na Livraria Saraiva de Sampa, mas mesmo assim não tem problema o livro já está em pré-venda com entrega prevista  a partir de 11/11/2011.Confira!!!

Sinopse
O Príncipe Gato e a Ampulheta do Tempo
Através de um Buraco de Minhoca — túnel dimensional que interliga dois mundos — localizado no Parque do Trianon, São Paulo, surge um viajante felino movido por uma única e importantíssima missão: a busca por uma lendária ampulheta. Escondida em algum local inóspito da cidade, a relíquia é a única capaz de salvar Marshmallow, terra do Príncipe Gato, que está à beira da destruição. No entanto, parece que ele não foi o único a atravessar o portal. Seres malignos irromperam das barreiras e logo declararam uma caçada voraz, com objetivos mais sombrios...

Além de seus perseguidores, o Gato luta contra seu maior inimigo: o Tempo. É preciso encontrar este objeto antes que seja tarde e seu mundo esteja para sempre perdido. Contudo, ele não estará sozinho nesta empreitada e poderá contar com a ajuda de seus fiéis companheiros.

Fascinante, angustiante e até mesmo engraçada, a história retrata os mistérios jamais desvendados da cidade paulistana, com um toque de magia e esperança.


Uma pequena biografia dos autores
Bento de Luca é o pseudônimo de Marcelo Siqueira Silva e Gustavo Costa Almeida Siqueira

Marcelo Siqueira Silva nasceu em 1987 em São Paulo, onde se formou em Naturopatia. Na mesma cidade, seu primo, Gustavo Costa de Almeida Siqueira, nascido no ano de 1986, formou-se em Gestão Ambiental. O interesse por escrever surgiu logo cedo, e não tardou para que definissem similar estilo dentro do gênero Fantasia. Criaram diversos contos e histórias durante nove anos e, no ano de 2009, resolveram iniciar um novo projeto, a trilogia O Príncipe Gato, através do pseudônimo Bento de Luca. Possuem a forte crença de que existem histórias com o potencial de criar conceitos e despertar nossas emoções; histórias estas a serem contadas, celebradas e recordadas.


Saiba mais em: www.oprincipegato.com.br

Romance Policial

Os romances policiais são construídos de forma que em se possa chegar a uma conclusão a partir de eventos lógicos e precisos. O leitor é uma peça fundamental  na busca desta solução, porque graças a sua cumplicidade com a história ali abordada, é possível se mover até o desfecho. A leitura é sustentada pela curiosidade deste leitor, que não deve ser satisfeita no primeiro momento e sim aguçada. É preciso uma situação, uma ocorrência premeditada ou não para desencadear um mistério, ou seja, um assassinato, um roubo, é o enigma a ser desvendado. O que nos remete a afirmação de Sandra Lúcia Reimão (1983) o enigma atua, então, como desencadeante da narrativa, e a busca de sua solução, a elucidação, o explicar o enigma, o transformar o enigma em um não-enigma é o motor que impulsiona e mantém a narrativa.(p.11)

A história policial se forma, de entre outras causas, como consequência de uma realidade histórica, com  o surgimento das grandes cidades, junto com a busca  por justiça faz-se necessário a organização das forças policiais, que se instauraram sistematicamente no século XIX. Este cenário foi o que principalmente impulsionou o nascimento deste estilo, e Edgar Allan Poe é dado como o grande criador do gênero.
Enquanto na França, Inglaterra e nos Estados Unidos desenvolvia-se a novela de folhetins, com seus policiais, ex-condenados com métodos totalmente empíricos de investigação, em abril de 1841, um americano educado na Europa, com textos já anteriormente publicados, lança, na Graham's Magazine, aquela que é considerada a primeira narrativa policial, a fundadora do gênero: "Assassinato na Rua Morgue" (Reimão, pg18)
Aparecendo então Dupin e posteriormente figuras como o detetive Sherlock Holmes, Hercule Poirot, entre outros. Dupin, bem como os detetives posteriores do estilo romance de enigma não participam da força policial, e normalmente investigam por hobby. 

Concerto Barroco

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Concierto Barroco
Alejo Carpentier
Alianza Editorial

Concerto Barroco é um romance de 1974, que pertence à escola do "realismo-maravilhoso", que surgiu no século XX e é semelhante à escola dos prestigiados Gabriel García Márquez, Jorge Luis Borges e Julio Cortázar e pode ser considerada um contraponto da literatura latino-americana à literatura fantástica européia.

A narrativa mescla elementos ameríndios, afro-caribenhos e crioulos, apresentando como verdade o que a priori pode ser considerado mito pelos estrangeiros, nesse sentido, Carpentier foge da verdade absoluta e da razão em seu sentido renascentista.

A trama começa no México no século XV, período de descobrimento da América, e narra a viagem do personagem principal (quem muda de nome várias vezes durante a história) a Cuba, onde conhece seu companheiro de jornada Filomeno e com quem parte para Europa e termina nos Estados Unidos em um show de Jazz.

A obra apresenta inúmeras citações a outros autores, como Shakespeare e promove encontros com personagens históricos de diferentes épocas, como Vivaldi, Montezuma e Haendel. O tempo da narrativa não é bem marcado, pois reúne elementos dos séculos XV, XVII e XX, podemos dizer que há uma grande ruptura com o tempo, espaço e o sujeito, algo típico da literatura de vanguarda pós- moderna.

Carpentier nos mostra como o povo latino americano se sente inferiorizado pelas feridas da colonização nesta obra, e tem seu marco na trama quando Filomeno vai a um baile de carnaval em Veneza e não sente necessidade de se disfarçar, pois já se julga muito diferente dos demais. Porém ainda que mostre este trauma, o autor o desfaz, pois mostra como o latino também pode influenciar ao europeu, como é explícito numa passagem em que Vivaldi cria o refrão de sua obra a partir do canto de Filomeno.

Recomendamos fortemente a leitura deste livro, não só por tratar-se de uma maneira de encarar nossa própria consciência de latinidade, convocando-nos ao raciocínio, mas também por tratar-se de uma obra que rompe com os padrões estéticos da literatura atual capaz de nos propiciar novos prazeres leitores.

por Pricilla Prazeres

Bibliografia
CARPENTIER,Alejo. Concerto Barroco. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

Hotel Íris

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Hoteru Airisu
Yoko Ogawa
Editora Leya

Páginas: 208
Ano de Lançamento: 2011
ISBN: 9788580440904

Sinopse
Os leitores mergulharão em uma história de amor sem limites. Mari e sua mãe são proprietárias do Hotel Íris. Modesto mas bem administrado, o estabelecimento em geral tem lotação completa. Como em todas as noites, a jovem Mari toma conta da recepção, e o hotel dorme tranquilamente até que sua paz é interrompida por gritos de uma mulher que sai do quarto insultando o homem que a acompanha. Um cara mais velho, tradutor de romances russos, que mora em uma ilha próxima e é cercado de rumores sobre ter matado a própria esposa. Inocente ou extremamente consciente a jovem penetra na arena do desejo e se apaixona por ele. Mesmo diante do sofrimento que o tradutor lhe inflige, seu desejo é tão grande que, ela o procura dia após dia.

Resenha por Thales Ferreira
Sensualmente alarmante, o livro Hotel Íris da autora japonesa Yoko Ogawa, ultrapassa qualquer barreira de uma narrativa perturbadora. Ogawa é reconhecida e mundialmente premiada por escrever romances intrigantes e que dão expressão para sentimentos obscuros e devastadores. Com personagens de fortes expressões, Yoko nos insere em uma atmosfera onde o sexo se torna algo doentio. Os prazeres da carne sucumbem às dores físicas, é meticulasamente descrito - em uma forma fluida - o leitor sofre enquanto aproveita a riqueza de uma narrativa bem construída.

O Príncipe Gato - Lançamento

O Senhor da Chuva

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

André Vianco

ISBN: 9788587791108 
Páginas: 268


Sinopse
Anjos e demônios estão em guerra... De que lado você vai estar?
Anjos e demônios são proibidos de interferir no plano físico, limitando-se apenas a aconselhar os humanos. Quando vários demônios atacam o anjo Thal, este possui o corpo de um humano, violando a regra mencionada. Começa então a Batalha Negra entre anjos e demônios, onde Deus e o Diabo são meros espectadores.
Não é só o bem contra o mal... o jogo vai ser um pouco mais complicado que isso. Um anjo perseguido, para não ser destruído, possui o corpo de um ser humano igualmente agonizante. Assim, o anjo quebra uma regra sagrada que dá o direito aos demônios de evocarem uma guerra desigual que poderá desencadear a destruição de todos os anjos de luz da Terra.
Agora, os dois exércitos estão furiosos, transformando as tranquilas pastagens de Belo Verde num funesto campo de batalhas onde espadas que parecem chamas, e olhos que parecem brasas, darão o tom neste misteriosa aventura sobrenatural, repleta de batalhas mergulhadas no mundo dos anjos, dos vampiros... e dos demônios.

Resenha por Lean Lioncourt

Para quem esperava que a linha de criações sobrenaturais do senhor Vianco fosse deslanchar em terror vampírico tão aflorado como em Os Sete (e sequências), hão de ter um certo choque ao ler esta obra. Mesmo com algumas alusões aos outros livros, Vianco consegue desmembrar uma parte da sua literatura, incluindo agora anjos e demônios no páreo, lutando como sempre, pela ordem da Terra. É uma obra interessante, do ponto de vista criativo, mas não tão original quanto deveria ser - novamente usando como exemplo a história dos sete vampiros portugueses e sua predestinação a destruir à humanidade. No trabalho, Vianco usa algumas novas vertentes e talvez por isso não chega a se tornar maçante a leitura, mesmo que saibamos já nas primeiras 58 páginas o que há de acontecer dali por diante.

A Maldição do Lobisomem

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

13 To Life
Shannon Delaney

Páginas: 336
Ano de Lançamento: 2010
ISBN: 9788579301803


Sinopse
Jessica é uma garota inteligente e esperta, porém, disposta a dissimular os seus sentimentos mais reais. Este mundo de mentiras está prestes a acabar com a chegada de Pietr Rusakova. Ela é atraída pelo misterioso (e sexy) forasteiro. Aquele olhar... pode atravessá-la como uma flecha. Ele é muito mais que um rosto perfeito, Pietr é perigoso e tem muitos segredos...

O que Jéssica não imagina é que aos 13 anos os Rusakova recebem uma sentença. Se uma transformação a qual estão destinados ocorrer eles terão uma vida curta, mas repleta de aventuras, onde as ligações afetivas tornam-se mais intensas e arriscadas. Uma corrida contra o relógio. Bem diferente da vida que ela imaginou...

Resenha por Ver Sobreira

Ele me puxou para perto, seus braços me envolveram, suas mãos em minhas costas. Não sabia o que fazer, assim, aproximei meu rosto dele [p.174]
Vamos combinar, vampiros estão na moda, mas lobisomens são quentes. A cada dia que passa o mercado editorial recebe uma verdadeira enxurrada de literatura sobrenatural. Há escritores ruins, razoáveis, bons e muito bons, particularmente eu enquadro Shannon Delany como um destes escritores muito bons. Este é seu primeiro livro lançado aqui. 

A Profecia Celestina


The Celestine Prophecy
James Redfield
Editora Fontanar - um selo da Editora Objetiva

Tradução
: Marcos Santarrita
ISBN: 9788573029451
ISBN 13: 9788573029451
Páginas: 265


Sinopse
Inspirado num antigo manuscrito peruano, A PROFECIA CELESTINA é uma parábola repleta de verdades fundamentais. O livro contém segredos surpreendentes . São as nove visões, que nos aproximam de uma nova e emocionante imagem da vida humana.

A Profecia Celestina vai lhe trazer esperança e muitas surpresas. Você vai perceber como as previsões reveladas neste livro podem ser associadas aos fatos mais importantes do nosso século, e também ao nossos relacionamentos mais íntimos. Obras como esta iluminam nossa compreensão do futuro, nos ajudando a compreender o salto que que o homem se prepara para dar, quando chegar o próximo milênio.
Um livro que surge uma vez na vida e muda tudo, para sempre.


Resenha por Lean Lioncourt
Um livro aos moldes de The Secret que prende a atenção do leitor do começo ao fim. Considerado um livro espiritual new age, age como um ilustrador para a passagem de conhecimento.

Editora Dracaena - novo site e brindes

Editora Dracaena anuncia novo site e brindes exclusivos

A Editora Dracaena acaba de lançar o seu novo site. 

Agora o internauta pode comprar livros diretamente com a editora e com descontos especiais, além de encontrar muitos produtos com frete gratuito para todo o território nacional. 

E todas as compras realizadas pelo site até o dia 15 de novembro ganharão 2 marcadores dos livros ‘Nêmesis’ – ‘Não deixe o sol brilhar em mim’.

Para ganhar basta acessar o site e fazer a compra de qualquer livro.
Link: www.dracaena.com.br

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique