Karma Club

domingo, 9 de outubro de 2011


Karma Club
Jessica Brody
Novo Século

Tradução: G. Marion Rosa
ISBN 13: 9788576794677
Páginas: 262

Sinopse
Madison Kasparkova sempre achou que soubesse como o Carma funciona. Aquela força poderosa e cheia de mistérios que traz harmonia para o universo. Você sabe_ pratique boas ações e será recompensado, faça uma má ação e o Carma vai garantir que terá o que merece. É como se fosse um ato de equilíbrio cósmico.(...) Porém, algumas vezes, não é muito inteligente interferir nos desígnios do universo, pois, quando você apronta com o Carma, o Carma apronta com você. Maddy terá que achar uma maneira de encontra novamente o equilíbrio de sua vida, mesmo que tudo à sua volta pareça de cabeça para baixo.
Resenha por Verônica Sobreira 


Literatura  Infanto-juvenil, literatura juvenil  ou literatura jovens adultos?

A chamada literatura infanto-juvenil no dias de hoje ganhou  variação, a dita literatura juvenil ou jovens e adultos. Considerada por muitos críticos literários como uma literatura menor – algo que definitivamente não concordo – ao longo dessa primeira década do século XXI é responsável por arrecadar um grande número de jovens leitores. É bem verdade que em nosso país, atualmente ainda temos poucos autores que se dedicam diretamente a este público em específico. Que público é este? 

É fato que os autores para agradar estes "jovens adultos" têm que estar "antenados" com o mundo deles. Em minha adolescência  não tínhamos livros que estavam preocupados em além de entreter ,se deter também nos acontecimentos que envolvem o mundo dos "jovens adultos". Tínhamos  e ainda temos uma literatura tipicamente infantil com Monteiro Lobato, Ruth Rocha, os clássicos contos de fadas_salvo Thalita Rebouças que com seus livros foi pioneira  em atingir verdadeiramente o público adolescente, mesmo que em sua maioria meninas_ e uma literatura totalmente adulta, que crianças e adolescentes na época  não tinham acesso.
Hoje neste mundo globalizado tudo mudou. A Internet é a principal responsável por isso e o mercado editorial que não é "bobo" está se aproveitando desta "febre". O número de leitores e autores praticamente triplicou e a tendência é continuar aumentando, pois há sempre novos autores e como consequência  disto, novos leitores.

Então, mediante isso apresento a vocês, Karma Club da escritora estadunidense Jessica Brody. Esta autora já lançou nos Estados Unidos alguns livros de literatura adulta, porém este é o primeiro direcionado ao público adolescente.

Quando você apronta com o Carma, o Carma apronta com você.


O enredo  leve, descontraído e despretencioso  se passa em um High School e tem como protagonista Madison Kasparkova,  uma típica adolescente que junto com duas amigas resolve dar um empurrãozinho no "karma". A história é fácil de ser lida e um bom  entretenimento, e  ao longo  do livro Jessica Brody nos apresenta as várias situações pelas quais uma adolescente pode  passar e superar com a  ajuda da família e dos amigos . A autora brinca com as origens do "karma" para fortalecer o caráter e a personalidade das personagens. Mas mexer com o "karma" gera consequência e Madison e suas amigas vão colher os frutos do que plantarem.

É claro que não pode faltar os dramas corriqueiros do dia-a-dia adolescente, só que para ficar mais interessante,a autora inseri uma dose de mistério, um pouco de canalhice e esperteza para passar o tempo. Maddy e suas amigas a princípio conseguem seus objetivos, porém lá pelo meio do caminho terão que reavaliar suas escolhas e assumir as consequências destas.

Karma club é uma boa leitura para quem  não gosta  muito de ler, para quem devora qualquer livro e para que quer se "vingar" do namorado....

De escrita simples e direta, Jessica Brody tem um futuro  como autora adolescente. Ela esteve presente na Bienal para relançamento  do livro , já que o mesmo foi lançado em maio pela editora Novo Século. Numa conversa informal com a autora perguntei se Karma Club teria uma continuação – pois o livro não é uma série, é único – ela me disse que eu não era a primeira pessoa que perguntava, e que ela ia pensar sobre isso.

Talvez possa parecer clichê, mas conseguir que um adolescente leia é complicado e se temos que lançar mão da literatura mundial que bom, façamos isso! Hoje os autores  estão mais preocupados com a qualidade do que escrevem, e apesar dos críticos considerarem este tipo de literatura  "trash", chamou-a de literatura descompromissada no sentido em que ela não  tem pretensão nenhuma de ser clássica, seu objetivo é entreter, porém  não deixa de chamar à atenção para as relações pessoais que estão muito dispersas, "impessoais " e frívolas hoje em dia.No meu modo de ver este tipo de literatura é uma aliada para a leitura.

Então bem-vindos ao Clube do Carma e boa leitura! Recomendamos.

Para bibliografia
BRODY, Jessica. Karma Club. São Paulo: Novo Século, 2011.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

A Tribo Participa

Get your own free Blogoversary button!

PUBLICIDADE


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tribo Apoia

Top Comentaristas

Widget by: Code Box

Clique